• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

E se Elrond e Círdan tirassem o anel a força a Isildur? Eles o destruiriam?

:think::think::think:
Bom... pergunta interessante... Elrond com certeza faria de tudo para destruí-lo naquela hora.... mas, sei não... O Anel era muito poderoso e poderia influenciar até mesmo ele... Além disso, O Anel tinha vontade própria, não é verdade... então talvez ele desse um jeito de matar o Elrond alí no meio da batalha, tipo como aconteceu com o Isildur.
 

andreftm

Usuário
Frisando mesmo a questão se eles tivessem tirado o anel a força de Isildur - acho que eles teriam iniciado uma nova guerra, pois imaginem os elfos usarem de força contra os homens alí, pois duvido muito que Isildur entregaria o Anel de bom grado, eles teriam que usar a força ou algo do genero, imaginem uma luta dentro da Montanha da Perdição entre eles e Isildur, com certeza o Anel acabaria não sendo destruido pois imaginem essa era a vontade de Sauron que homens e elfos se aniquilassem mutuamente que os povos não tivessem amizade entre si, duvido que o Anel seria destruido ele procuraria a mão de um outro portador, nesse caso as mãos de Cirdan ou Elrond, pois eles teriam sujado suas mãos com o Sangue de Isildur e com certeza lutariam também cada um pela posse do Anel - bom eu imagino isso claro!!!

Galerinha abraços.!

Concordo plenamente com vc Alicio. Embora a batalha de Dagolard tenha sido penosa tanto para homens e elfos, com muitas mortes, acredito que Isildur não entregaria o Um sem resistência, tanto que quando Elrond disse para ele jogar o anel no fogo, Isildur se esqueceu completamente de tudo o que se passou na batalha, a morte de seus soldados e de todo o sofrimento passado, e o que ele fez, disse Não, virou as costas e foi embora. Lembremos de quando Gandalf foi para Gondor pesquisar sobre suas suspeitas acerca do Anel que Frodo possuía, ele leu os manuscritos da epóca e as palavras de Isildur eram: "Ele veio a mim, o Um Anel, embora o tenho conseguido com muito sofrimento, não vou me desfazer dele, pois é PRECIOSO pra mim". Se Elrond tentasse tomar o Um, com certeza haveria luta e mortes. O Um só obedecia ao seu mestre, e qualquer outro que o tomasse, seria corrompido, mais cedo ou mais tarde...
 
Seria bem mais fácil atirar o Isildur junto, só estava ele ninguém iria desconfiar...e se estavam mesmo os dois, um poderia segurar e o outro tirar o anel...hehe brincadeira, se ele tivesse entregado o Um anel certamente Elrond o teria destruido.
 

Karnillë

Geologista
Não sei se isso aconteceria de fato. Quem tomasse posse do Um, se não tivesse uma força de vontade muito grande, cairia sob sua influência. Tudo bem que estamos falando de dois dos mais poderosos Elfos da época, mas levando-se em consideração que o Um havia acabado de ser cortado da mão de Sauron, ele era toda a fonte do mal da Terra-média e sua força de vontade e malícia estavam voltadas à sua sobrevivência e, mesmo que não viesse a dominar um dos dois Elfos, tentaria causar discórdia entre eles. Alguma coisa como: quem seria o Elfo a por um fim em todo o mal da Terra-média.
Sem contar que Isildur não o entregaria facilmente, provavelmente lutaria até a morte pela posse do Um e, quando a notícia se espalhasse, mesmo que o Um fosse destruído naquele dia, haveria guerra entre Homens e Elfos... aí seria batalha sobre batalha até o fim de uma das duas raças. Ou será que os Valar interfeririam mais uma vez no destino da Terra-média?

Creio que os Valar só iriam interferir se a situações ficasse realmente crítica, penso que poderia fazer duas coisas:

1ª: Enviar maias (poderia ser Gandalf) para tentar interceder e apaziguar os dois lados e tentar destruir o Um Anel (que daria fim definitivo na guerra)
2ª: Visitarem pessoalmente a Terra-média.

Mas de qualquer forma ficaria uma certa "má vontade" entre homens e Elfos, que talvez nunca fizessem as pazes. Consequentemente, os Elfos teriam que ir para Valinor de uma vez.
 

elrohir99

Banned
Para mim o Anel consumiria os dois, pois eles são bastante poderosos e por isso fáceis de ficar sobe o seu poder.
 

camila*

Usuário
Acredito que sim, se eles conseguissem. Pode até ser que se Cirdan/Elrond estivesse sozinho com Isildur conseguissem tirá-lo. (Como quando na Montanha da Perdição).
Mas dai iam fazer uma discórdia bem grande, tentar tomar algo a força do rei dos Dúnedain.
Provavelmente causariam uma discórdia entre elfos e homens.
 

Dáin-Pé-de-Ferro

Citando posts esquecidos
Certamente eles seriam corrompidos, afinal eram poderosos e, como Isildur naquele estado não cederia o Um de bom grado, teriam tido de tomá-lo à força, e tentar destruir o Anel, tendo começado a possuí-lo tomando-o à força, o Caos viria advindo de um Grande Elfo corrompido, além da luta entre Círdan (ele estava lá ou não?) que ocasionaria outra luta entre os elfos, além de ter os homens no meio, querendo vingar Isildur ou reaver o Anel sob seu comando. Sem nova Intervenção, a TM sinceramente estaria ferrada, e Elrond sabia disso, por isso ele não pegou o Anel...:lol:
 

Guga_theOld

Excluído a pedido
Não sei se daria certo, pois se o Isildor se colocasse o Um Anel, ele ficaria invisível (provavelmente), então Elrond e Cídan não veriam Isildor.
Mas pode ser que daria certo, se eles fossem rápidos o suficiente, eles tirariam o Anel, mas coma a Camila disse geraria discórdia entre os Hmens e Elfos.
 

elrohir99

Banned
Acredito que sim, se eles conseguissem. Pode até ser que se Cirdan/Elrond estivesse sozinho com Isildur conseguissem tirá-lo. (Como quando na Montanha da Perdição).
Mas dai iam fazer uma discórdia bem grande, tentar tomar algo a força do rei dos Dúnedain.
Provavelmente causariam uma discórdia entre elfos e homens.

Mesmo com guerra talvez fosse a coisa certa a fazer...
 

camila*

Usuário
Se fosse eu no lugar de Elrond, certeza que o anel tinha ido pro fogo aquela hora. Não me importaria com as conseqüências. Mas acho que nem eles estavam preparados para saber o danos posteriores do anel, apesar de saberem que qualquer coisa que viesse do Sauron não era boa.:osigh:
 

yávië

Usuário
Elrond destruiria concerteza, apesar do poder corrupto do Anel, o coração Elfico aguentaria naquele breve momento até ser jogado o Anel no fogo.

Achei muito simplista sua análise... não é assim.. coração de elfo basta. Vc não acha que o coração de Frodo tinha o que era necessário? Abaixo leia uns trechinhos que vou postar..


Não sei se isso aconteceria de fato. Quem tomasse posse do Um, se não tivesse uma força de vontade muito grande, cairia sob sua influência.

Não acho tb que era só força de vontade. Força de vontade tds tinham... inclusive o anel... Era preciso muito mais do que força de vontade..


Seria bem mais fácil atirar o Isildur junto, só estava ele ninguém iria desconfiar...e se estavam mesmo os dois, um poderia segurar e o outro tirar o anel...hehe brincadeira, se ele tivesse entregado o Um anel certamente Elrond o teria destruido.

:lol:

Adorei... Empurra logo tdo mundo que tá bom! :mrgreen:


Certamente eles seriam corrompidos, afinal eram poderosos e, como Isildur naquele estado não cederia o Um de bom grado, teriam tido de tomá-lo à força, e tentar destruir o Anel, tendo começado a possuí-lo tomando-o à força, o Caos viria advindo de um Grande Elfo corrompido, além da luta entre Círdan (ele estava lá ou não?) que ocasionaria outra luta entre os elfos, além de ter os homens no meio, querendo vingar Isildur ou reaver o Anel sob seu comando. Sem nova Intervenção, a TM sinceramente estaria ferrada, e Elrond sabia disso, por isso ele não pegou o Anel...:lol:

Adorei tb... Elrond safadão..:lol:

Eu acho que ninguém que colocasse as mãos no Anel o destruiria uma vez que já estivesse na Montanha da Perdição (claro, com exceção de seres como valar, Bombadil, talvez Ossë e Eönwë, etc) - assim a missão de destruir o Anel é uma missão desesperada que contaria, sem dúvidas, com a mão da sorte para ter sucesso - no caso, foi a queda acidental de Gollum na montanha - o que muitos dizem ter sido a mão de Eru. Tolkien fala sobre isso em algumas das cartas.


Muito bom e é exatamente o que penso.

Destruir o anel (me refiro especificamente ao fato de estar ali na MdP e jogar o anel) era mais do que querer... era ou necessário muito poder, acima dos viventes da TM ou um golpe de 'sorte'.. quem sabe uma ajuda divina, jah que nada é por acaso ;) Mas tem uma frase legal que penso que ajuda a refletir a questão: "Deus permite a tentação, mas dá a força para suportá-la"... então, no caso, por mais que fosse virtualmente impossível para qq vivente da TM realmente jogar o anel por força própria, algo deveria acontecer para que, após grandes esforços, isso fosse feito e o anel enfim destruído.

Citando um trecho que o 11 colocou num tópico chamado: Frodo falhou?:

Trechos da carta 246 (fora da ordem original):

Dos outros somente Gandalf poderia dominá-lo - sendo um emissário dos Poderes e uma criatura da mesma ordem, um espírito imortal tomando uma forma física visível. No 'Espelho de Galadriel', aparece que Galadriel pensou em si mesma como capaz de empunhar o Anel e suplantar o Senhor Escuro. Nesse caso, assim também eram os outros guardiões dos Três, especialmente Elrond. Mas esta é outra questão. Era parte da falsidade essencial do Anel para preencher as mentes com imaginações de poder supremo. Mas isto os Grandes tinham considerado bem e tinham rejeitado, como é visto nas palavras de Elrond no Conselho. A rejeição de Galadriel da tentação foi fundada em pensamento prévio e resolução. Em todo caso Elrond ou Galadriel teriam procedido na política agora adotada por Sauron: eles teriam construído um império com grandes e absolutamente subservientes generais e exércitos e artefatos de guerra, até que pudessem desafiar Sauron e destruí-lo pela força. A confrontação de Sauron sozinho, sem ajuda, de pessoa para pessoa não era contemplada. Alguém pode imaginar a cena na qual Gandalf, digamos, fosse colocado em tal posição. Seria um equilíbrio delicado. Em um lado a verdadeira submissão do Anel por Sauron; no outro a força superior porque Sauron não estava de fato em possessão, e talvez também porque ele fosse debilitado pela longa corrupção e consumo de vontade em dominar os inferiores. Se Gandalf se evidenciasse o vencedor, o resultado teria sido para Sauron o mesmo que a destruição do Anel; para ele este teria sido destruído, levado para sempre. Mas o Anel e todas as suas obras teriam resistido. Este teria sido o mestre no fim.

Gandalf como Senhor do Anel teria sido muito pior que Sauron. Ele teria permanecido 'íntegro', mas auto-íntegro. Ele teria continuado regendo e ordenando as coisas para o 'bem', e o benefício dos seus assuntos de acordo com a sua sabedoria (que era e teria permanecido grande).


Essa é uma coisa... e o que mostra que se nem o Gan-gan guentava o tronco, pobre El-el... :P

Outra coisa importantíssima:


No último momento a pressão do Anel alcançaria o seu máximo – impossível, eu deveria ter dito, para qualquer um resistir, certamente depois de uma longa possessão, meses de tormento crescente, e quando faminto e exausto.


Isso mostra que a tarefa de jogar o anel é impossível para qq um praticamente.. ainda mais durante uma guerra... logo, nem o Elrond acho que conseguiria o feito se não fosse o Gollum lhe comendo o dedo :P
 

*Artanis*

Siga as borboletas!
Concordo com você Yávië. Não seria tão simples assim destruir o Anel, só tomá-lo à força e jogá-lo no fogo da Montanha da Perdição e pronto, eles não conseguiriam, mesmo se tratando de dois elfos muito poderosos, acho que seriam corrompidos. Só penso se o fato deles tomarem o Anel à força já não seria um fator a mais para sua corrupção e dessa forma, quando estivéssem com a posse do Um, decidíssem não destruí-lo assim como Isildur fez?
 

Húrin

Amante da Calíope
Concordo com você Yávië. Não seria tão simples assim destruir o Anel, só tomá-lo à força e jogá-lo no fogo da Montanha da Perdição e pronto, eles não conseguiriam, mesmo se tratando de dois elfos muito poderosos, acho que seriam corrompidos. Só penso se o fato deles tomarem o Anel à força já não seria um fator a mais para sua corrupção e dessa forma, quando estivéssem com a posse do Um, decidíssem não destruí-lo assim como Isildur fez?

Mas há uma observação quanto a eles não conseguirem... Nas estórias do Tolkien, ele acaba colocando sempre uma moral, um conselho... No caso, trata-se de lealdade e mérito, os elfos deixaram que Isildur cuidasse do Um, apesar da importância disso. Muitas vezes os elfos não foram sábios e ficou provado!
A meu ver, eles amarelaram! Como em muitas outras ocasiões! Por essa amarelada, esperou-se muito tempo, houve muito medo e escuridão na TM, e ainda foram passados para trás pelos hobbits.
Agora fica a pergunta: O que seria da TM sem os hobbits??:think:
 
Última edição:

elrohir99

Banned
Concordo com você Yávië. Não seria tão simples assim destruir o Anel, só tomá-lo à força e jogá-lo no fogo da Montanha da Perdição e pronto, eles não conseguiriam, mesmo se tratando de dois elfos muito poderosos, acho que seriam corrompidos. Só penso se o fato deles tomarem o Anel à força já não seria um fator a mais para sua corrupção e dessa forma, quando estivéssem com a posse do Um, decidíssem não destruí-lo assim como Isildur fez?

Eu concordo com a parte de ele serem facilmente corrompidos, pois eles eram ambos poderosos, logo o anel os havia de atrair aos seus planos.
 

*Artanis*

Siga as borboletas!
Mas há uma observação quanto a eles não conseguirem... Nas estórias do Tolkien, ele acaba colocando sempre uma moral, um conselho... No caso, trata-se de lealdade e mérito, os elfos deixaram que Isildur cuidasse do Um, apesar da importância disso. Muitas vezes os elfos não foram sábios e ficou provado!
A meu ver, eles amarelaram! Como em muitas outras ocasiões! Por essa amarelada, esperou-se muito tempo, houve muito medo e escuridão na TM, e ainda foram passados para trás pelos hobbits.
Agora fica a pergunta: O que seria da TM sem os hobbits??:think:

Não acho que eles amarelaram. Você mesmo explica que foi confiado a Isildur o Anel para que ele o destruísse, quando este pegou o Anel da mão de Sauron, mas como ele negou e o reivindicou para si Elrond não soube o que fazer. Talvez Elrond sabia que se quisesse tomar o anel de Isildur teria que entrar em guerra contra ele e como Sauron tinha sido derrotado deixou as coisas como estavam. E também pode ser que Elrond não tinha certeza de que, de posse do Anel, ele mesmo conseguiria destruí-lo.


Eu concordo com a parte de ele serem facilmente corrompidos, pois eles eram ambos poderosos, logo o anel os havia de atrair aos seus planos.

Mesmo eles sendo fortes de espírito, Círdan e Elrond ficariam a mercê da tentação do Anel e pode ser que, nessa tentativa de tirar o Um de Isildur, o Anel os estivesse enganado, fazendo–os pensar que estavam lutando para obter o Anel pra destruí-lo, mas no fim descobririam que queriam o Anel para si próprios.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo