1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Duvidas sobre a Batalha no Abismo de Helm

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por luckaugusto, 27 Nov 2015.

  1. luckaugusto

    luckaugusto Guardião a serviço de Elrond

    Ola amigos!
    Estou com algumas duvidas em relação a batalha no abismo de Helm...
    Theoden leva seu povo de Edoras para o Abismo apenas pelo fato de la ser mais seguro ou havia alguma ameaça ou ataque a Edoras nesse momento? E os soldados com quem Gandalf retorna ao Abismo são os sobreviventes da batalha dos Vaus de Isen onde o filho de Theoden morreu?
    Ja faz um tempo q li o livro e não me recordo muito...

    Obrigado a todos desde já! =D
     
  2. Eferos Masopias

    Eferos Masopias Senhor dos Pastéis

    Levando em conta o livro, que é a versão, digamos, canônica, Théoden não leva seu povo para o Abismo de Helm. Éowyn fica em Édoras com crianças e outros que não podem lutar. A intenção de Gandalf é enfrentar o perigo no oeste de Rohan, a Isengard de Saruman. Depois, se tivessem sucesso nessa empreitada, ajudariam Gondor contra o leste de Sauron. Então, contrariando o filme de um Théoden disposto a se esconder no Oeste, o livro o mostra como alguém que vai ao encontro da batalha no Oeste.

    Já no livro III, inclusive, quando Aragorn vai às sendas dos mortos, passa por Éowyn em Édoras, enquanto Théoden ainda não voltara do Abismo de Helm
     
    Última edição: 27 Nov 2015
    • Ótimo Ótimo x 2
  3. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Como o colega disse aí acima, Theoden não leva o povo. As pessoas ficam em Edoras.

    Somente os soldados e demais pessoas habilitadas a lutar foram em direção a Isengard. Só depois é que Gandalf pede para Theodén ir para o Abismo de Helms diante a ameçada dos Uruk hai.

    Os homens com os quais Gandalf retorna eram os remanescentes das batalhas nos Vaus do rio Isen
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. luckaugusto

    luckaugusto Guardião a serviço de Elrond

    Ahh então eu realmente me confundi com o filme novamente!
    Mas outra questão é: pq os remanescentes dos Vaus de Isen só foram até o Abismo de Helm quando Gandalf foi ao encontro deles? Eles não sabiam que os Uruk iriam para Helm, ainda estavam defendende os Vaus ou estavam com "medo" de enfretar os Orcs novamente?
     
  5. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Na verdade eles estavam meio dipersos e Gandalf conseguiu juntar o máximo de homens que estavam por aquela reigão. Só não me lembro exatamente onde estava Erkenbrand. Tem muito tempo que li os livros e se não estiver enganado Erkenbrand era Senhor de Westfold. Se não me falhe a memória, Gandalf chega ao amanhecer com cerca de mil homens além da chegada dos huorns que cercaram os orcs e homens de Dunland.
     
  6. Eferos Masopias

    Eferos Masopias Senhor dos Pastéis

    Se você tiver condições de fazê-lo, recomendo ler nos CONTOS INACABADOS, o cap. V - As batalhas dos Vaus do Isen.
    Muita bacana... dá uma esclarecida legal do que ocorreu com os homens de Rohan no oeste, antes de Gandalf reuni-los e antes da chegada do rei ao Abismo de Helm.
    Eles estavam lutando desesperadamente e em número inferior. Lembro que alguns estavam sob Elfhelm, outros sob Grimbold e Erkembrand. Não puderam deter as hordas de Orcs e os inúmeros terrapardenses, mas esse capítulo conta como foi a luta, e se Gandalf não viesse provavelmente lutariam com poucos homens, dispersos, sem a devida sincronia nas ações e tombariam valorosamente, mas sem impedir o avanço inimigo. Apesar disso, a ação deles atrasou a invasão a Rohan, permitindo nesse tempo que os membros da comitiva do Anel chegassem à Édoras, que Gríma fosse desmascarado, e Théoden e o sobrinho marchassem para o Oeste. Ainda mais, se os homens no Oeste não tivesse continuado a batalhar com valor, mesmo com a vinda de Théoden para o Abismo de Helm o desastre poderia ocorrer, pois Théoden seria interceptado em campo aberto, sem ter entrada na proteção da fortaleza. Enquanto Théoden se dirigia para o Abismo de Helm, Gandalf foi reunir os capitães com muitos homens sob seu comando e os dispersos sem capitão e os trouxe para onde, depois de muito segurarem (ou mal segurarem) muitos inimigos, agora eram realmente necessários: Auxiliar o rei cercado.

    Legal saber que Théodred, o filho do rei, morreu na primeira batalha pelos Vaus, e Elfhelm e Grimbold protegeram seu corpo. E esperavam ajuda de Éomer, que estava em Édoras, para aquela situação desesperadora, mas do rei nada esperavam. As últimas palavras de Théodred foram: " Deixem-me deitado aqui... para manter os Vaus até Éomer chegar!" Éomer era aguardado, mas o rei não, pois estava enfraquecido. Por isso Ceorl, em SDA-Duas Torres, pergunta por Éomer, que era aguardado pela convocação do moribundo Théodred. E por isso ele fica tão surpreso ao ver o próprio rei (pág 129)

    Matar o filho do rei naquela invasão era algo calculado. Saruman queria mostrar a Théoden que Éomer almejava governar no lugar do primo. E a dor da morte do filho ajudaram Gríma a influenciar o rei contra o sobrinho, pois Gríma tentava colocar os primos um contra o outro, mas não obtinha sucesso.
     
    Última edição: 2 Dez 2015

Compartilhar