1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Dúvida sobre O Hobbit

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Kryshnack, 1 Fev 2007.

  1. Kryshnack

    Kryshnack I am more I

    Olá a todos. Vi que a obra O Hobbit foi escrita para os filhos de Tolkien mas queria saber qual motivo levou o Professor a escrever uma história tão incrível apenas para os filhos? Teve algum motivo similar ao do Roverandom? Tolkien esperava ter algum sucesso com a obra? Qual foi a primeira obra escrita por Tolkien? Agora sobre os hobbits. O quê inspirou Tolkien a criar personagens tão fantásticos e com hábitos tão esquisitos? :cool:
     
  2. Asca

    Asca Usuário

    Coisas assim só saberíamos com uma boa vasculhada na mente do professor.
    Mas eu acho que ele não queria fazer sucesso com seus livros, ele queria apenas mostrar as pessoas que como coisas tão simples podem nos tirar da nossa rotina e viajar na nossa imaginação.

    Tanto é que muitos de seus livros foram publicados pelo o Cristopher Tolkien.
     
  3. Morsairon

    Morsairon O Novato!

    Tolkien, primeiramente acho que ainda nao tinha a intençao de ter sua obra publicada.Sua primeira obra publicada foi o Hobbit mesmo.
    Desculpa ai caso a minha informaçao estiver errada.
     
  4. OCO_theOld

    OCO_theOld Usuário

    Bom, desde pequeno, Tolkien começou a escrever contos, inclusive começou a estudar e a criar idiomas próprios para seus mundos/histórias.

    Não sei que idade ele tinha, mas bem antes de escrever O Hobbit, Tolkien já tinha várias ideias e contos escritos sobre a Terra-Média, idéias estas que depois se tornariam O Simarillion, Contos Inacabados e várias idéias abandonadas.

    Para saber mais, dê uma pesquisada aqui mesmo no Valinor.
    Segue algumas biografias:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  5. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Posso estar redondamente enganado, mas creio que na época d'O Hobbit ele já tinha em mente grande parte de sua idéia de recriação do mito ânglico.
     
  6. Falca_Br

    Falca_Br Usuário

    Ele realmente tinha grande parte da história em mente, inclusive seu primeiro conto, escrito nas barracas de campanha da primeira guerra mundial, foi a história de Tuor e sua chegada em Gondolin, o que mostra que jah existia uma linearidade temporal na mente de Tolkien.
     
  7. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Perfeitamente. =]
    A criação do mito já florescia, mesmo que de forma não intencional, ou como plano de fundo para ensaios filológicos.
     
  8. Falca_Br

    Falca_Br Usuário

    Acho que essa colocação foi até mais apropriada:yep:

    Talvez ele não pensava em criar a história como um todo mas de uma forma não intencional ele já criava enredos com teias envolvendo mitos angelicais e ensaios filosóficos e mitológicos
     
  9. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Certamente. =]
     
  10. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Como Tolkien disse, certas vezes ele sentia que não estava escrevendo e sim apenas recontando a história, como se ela realmente existisse. É claro, a história não é real; contudo, para Tolkien era bem real, e ele foi escrevendo de forma quase inconsciente.
     
  11. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Adoro essa idéia também Istimo, e tem muitas colocações nesse novo mito, que de forma "estranha" seriam até mesmo "comprovadas" momentos mais tarde. =]
     
  12. Danee

    Danee Demônio angelical

    acho que ele escreveu para os filhos pq seriam de qualquer jeito
    seus primeiros leitores e ouvintes e deles ele podia saber que
    podia esperar apoio...

    mais nao acho que um escritor ... mesmo que tenha idéias tão
    diferentes como as do tolkien já escrevesse um livro pensando
    que viriam fazer filmes baseados neles.. ou que um dia criariam
    um fórum soh pra discutir sobre ele...

    as coisas saem melhor qndo fazemos para nossa satisfação..
    ou para satisfação de qm amamos e está por perto..
    do que qndo pensamos em agradar desconhecidos...
     
  13. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Sim, sendo assim o principal motivo para Tolkien escrever suas obras foi o desejo de contar a história, mesmo que só de plano de fundo para seus idiomas. Claro, O Hobbit teve como inspiração os filhos de Tolkien, e também foi assim com Tom Bombadil, mas algumas histórias foram escritas (\pensadas) antes de seus filhos nascerem.

    Nenhum escritor escreve pensando em fazer isso e aquilo, ou pelo menos não deveriam. A história deve ser contada pelo prazer de contar a história, não somente pensando em lucros e fama.

    Adendo: Como eu disse, Tolkien escreveu por prazer próprio, não pensando nos outros.

     
    Última edição: 27 Mar 2007
  14. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Realmente, mas deve ter sido engraçado depois que ele publicou o Hobbit, ja que era pra ser para os filhos, e depois, quem se deu bem nessa história foram nós, que podemos ler suas obras geniais.
     
  15. Nilmë

    Nilmë Usuário

    Os filhos não foram os primeiros leitores e ouvintes...
    Ele participava de Inklings, (encontros com amigos) nesses encontros onde rolava muita "Cerva" e cachimbo, ele lia grande parte de seus pensamentos... a respeito da Terra Média para seus colegas...
    O primeiro homem a ler os rascunhos de O hobbit foi C.S. Lewis que descreveu os rascunhos da seguinte forma:
    "Foi esquisito ler este conto de Fadas-é exatamente o que ambos teríamos almejado escrever (ou ler) em 1916 de modo que se sente que ele não está inventando, mas meramente descrevendo o mesmo mundo para o qual todos os três temos passaporte."
    A carta foi escrita à Arthur Greeves.
     
  16. Respondendo a pergunta porque escrever para os filhos vejo como principal resposta, pois nada é mais emocionante do que contar histórias para crianças, elas não só interagem como podem muitas vezes ficar no limite de acreditar se tudo o que foi contado é real ou fantasia e tudo isso é muito entusiasmante. No fim do livro "As Crônicas de Nárnia" de C. Lewis ele escreve um texto chamado "Três formas de escrever para crianças" e coloca Tolkien como o escritor que conta realmente histórias para crianças e coloca como bons os escritores que isso fazem.
    Concordo plenamente com ele, pois quando se está contando uma história para as crianças é facilmente perceptível quais partes eles gostam, logo estão boas e quais estão ruins e não despertam interesse (lembrando que muitas vezes achamos que uma parte será muito legal e quando contamos para as crianças percebemos quão tola ela era).

    Quanto a criação de uma raça como os Hobbits nada mais mundano...rs, tem uma altura incomum, mas seus hábitos são caricatos de hábitos de algumas pessoas, mas é preciso dizer como foi magnífico ao inventar essa raça, realmente Tolkien foi brilhante, não sei se há relatos de uma base mais sólida (mitológica por exemplo), mas creio que não (me desculpem se tiver algo escrito nos posts acima, confesso que não tive tempo de ler).
     
  17. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    A representação do elemento "Hobbit" é muito complexa, cujo papel relevante nas obras chama especial atenção, e cujos aspectos podemos discutir longamente.
    A primiera menção que faria a questão dos Hobbits seria sucitar, que, em Contos Incabados é dito que eles eram humanos. Sendo assim a "raça" Hobbit não existe, mas sim o povo, como os dúnedain, os rohirrim, etc.
     
  18. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Prímula, o Sr. C. Lewis que me desculpe, mas Tolkien não escrevia para crianças, ele escrevia para adultos. Claro, ele escreveu e fez uso de seus filhos como críticos, mas ele mesmo confessa, não foi uma boa escolha, já que, segundo ele mesmo, os filhos não eram tão inteligentes; tão adultos para entender e criticar (de forma positiva, claro) O Hobbit.

    Como ele diz, as histórias foram criadas para entreter o povo adulto, ou pelo menos mentalmente adulto. E ele não gostava muito de ter seu trabalho comparado com "histórias para crianças", pelo menos é isso que deixa a entender em uma de suas cartas, que não me recordo o número.
     
  19. Aracáno Elessar

    Aracáno Elessar Nietzsche

    Assim como já mencionado anteriormente neste mesmo tópico, as idéias de J.R.R Tolkien me parecem, como plano de fundo a ensaios filológicos, ou já como a idéia de mito, um novo mito europeu, tomar rumos que não a literatura infantil, mesmo podendo ser interpretado em alguns momentos desta forma. Na carta de número 131, se não me engano, a Waldman, ele trata a questão do mito, do elemento do "conto-de-fadas", mas não creio que isso nos leve a uma literatura como a de C.C Lewis.
     
  20. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Também concordo de que Tolkien definitivamente não escrevia para crianças, li Cronicas de Nárnia (muito bem mesmo) e percebe claramente que não é o mesmo estilo, ou o mesmo alvo, Lewis escrevia capítulos pequenos, todos com ilustrações, escrita muito simples (e uma leitura muito gostosa também), como exemplo poemos dizer que na primeira crônica, "O sobrinho do mago", o livro começa com "Era uma vez...". Ja Tolkien fazia grandes capítulos, com descrições bem detalhadas, e como Arácano disse, ele tinha a idéia de um novo mito europeu.
     

Compartilhar