1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Dúvida: OGL - O que diabos é permitido?

Tópico em 'RPG' iniciado por Taverneiro, 7 Jul 2007.

  1. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    Bom, lendo o SRD traduzido pela equipe do Dark Sun eu percebi que certas coisas como sobre como determinar as estatísticas das habilidades (i.e. 4d6, exclui o menor resultado, e assim vai) não consta no SRD que a wizards fornece.

    Então eu pergunto: se alguém lança um jogo auto-sustentável como Conan D20, Wheel of Time e outros como essas regras são inseridas? Não entendi o porque da exclusão de algo tão simples do SRD, e não faz sentido um jogo sem isso.

    Essa discussão pode se extender para outros assuntos: por exemplo evolução do personagem e demais ausências ou alterações.

    []s
     
  2. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Ok, primeiro temos que diferenciar duas coisas aqui: o System Reference Document (SRD) e a Open Game License (OGL).

    O SRD é o conjunto de regras básicas pra tu utilizar como padrão pra lançar um livro d20. Por livro d20 entenda-se, necessariamente, que utilize o livro do jogador do D&D como básico, sendo que o que tu vai lançar ser meramente suplementar. O livro que tome por base a SRD não pode conter regras de criação de personagem, pois elas já existem no PHB. É o caso dos books of might da Malhavoc press e dos suplementos que não sejam da Wizards of the Coast.

    Outra coisa é a OGL. A OGL é uma licensa que te permite utilizar o sistema de 1d20 + bonus = dificuldade no teu jogo. De resto, tu é livre pra criar à vontade. Só que tu não pode colocar o selo d20 nele - embora a maioria das pessoas coloque. É o caso do Mutants & Masterminds, Conan, Star Wars...
     
  3. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    entendi. Então eu poderia (por exemplo) criar um livro de regras inteiro baseado no SRD e publicá-lo sob a OGL (sem o selo d20) e mesmo assim ele continuar sendo compatível com o D&D 3.5? Quer dizer, certas mecânicas (como avanço de níveis e determinação de habilidades) poderiam ser incluidas nesse livro mesmo nao constando na referência? Pq pelo que sei o SRD é oq define o que é Open Content?
     
  4. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    É que existem dois níveis de licença aberta.

    Pra pode colocar o selo D20 na contra capa do livro, não pode de jeito nenhum excluir o uso do Livro do Jogador. É o tipo ideal se você quer criar um cenário ou coisa do tipo, em que a única coisa que vai envolver regras são fichas de NPCs e algum talento especial.

    Agora, se for pra criar um jogo diferente, como o Mutants & Masterminds, pode mudar mais e até dispensar o uso do LdJ. Mas não vai poder usar o selo D20, o que faz com que o seu produto não seja imediatamente reconhecido como compatível com o resto (mesmo porque as vezes não é).
     

Compartilhar