1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

D&D 3.5 Dungeonaday.com

Tópico em 'D&D e d20' iniciado por Skywalker, 5 Mar 2009.

  1. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    E eis que o velho Monte aprontou de novo! Depois de mudar a forma como vemos os cenários de campanha com Ptolus, ele anuncia o projeto
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    para a semana que vem!


    Será um website que vai oferecer, de segunda a sexta, material novo para o D&D 3.5. Basicamente se trata da construção de uma campanha baseada em exploração de dungeons, seguindo o bom e velho clima old school.
    Dungeonaday vai descrever uma misteriosa e imensa mega-dungeon chamada Dragon's Delve, com segredos fascinantes e grandes perigos. Irá incluir locais como a Font of Dreams, o Domain of the Venom Cult, a Prision of the Red Saint, o Aberrant Laboratory, a Sprawl of the Demon Leige e a Secret City. Ela irá oferecer encontros bizarros com a Bestial Host, os Insidious Kings, o infestado por demônios Czarzem the Wicked e o Prince of Dragons. Ela guardará tesouros e segredos como os Twelve Secret Sigils, Sao's Bones e as mystical wendways. Mas a aventura inclui muito mais do que apenas uma dungeon. Dungeonaday também descreve os arredores (infestados de ruínas intrigantes), a cidade de Bridenford (que está mais envolvida com os acontecimentos do que aparenta), viagens até uma ilha misteriosa e um hipercubo extradimensional (?!?) e viagens até planos estranhos.


    Dungeonaday também tem outras coisas legais, como o blog que o Monte irá manter, onde vai dar dicas sobre o projeto, idéias de background, etc. Dungeonaday também terá uma comunidade própria, com fóruns, votações, além da contínua interação do Monte Cook com dicas, informações e respondendo perguntas. O feedback dos membros irá afetar diretamente o andamento do projeto.


    É claro que esse parque de diversões nerd não sai de graça. Nem é tão barato. US$7,00 por mês é um pouco salgado. Apesar de ser direcionado para a 3.5, o Dungeonaday não vai ter grandes aprofundamentos em termos de regra, podendo ser aproveitado por quem joga outras edições do D&D, podendo ainda abranger Arcana Evolved e Pathfinder no futuro.


    Não sei vocês, mas eu achei excelente, ainda mais por ser direcionado à terceira edição do D&D!
     
  2. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Eu já não gosto de dungeon crawl. Até aguento uma aventura isolada assim, mas uma campanha centrada em dungeon crawl para mim é difícil de aguentar.
    Nada contra dungeons "normais": entra em uma casa, tem dois andares e pronto, ou vai fazer algo em uma ruína ou caverna onde você tem encontros em umas 2 ou 3 "seções" e depois sai. O problema é quando a casa tem um porão misterioso que demora duas sessões inteiras para se explorar, ou quando você vai andando pelo mapa da ruína e praticamente cada sala é um encontro.

    Em uma oficina de RPG na minha escola há pouco tempo, eu mestrei a aventura Kobold Hall, do DMG4E. Ela era simples, boa para iniciantes, e eu achei bem old-school: persongens são contratados para invadir uma mansão abandonada que foi ocupada por Kobolds. (Na seção abaixo eu dou detalhes sobre o conteúdo - e o final - da aventura, se você planeja jogá-la não leia)
    Eles entram, enfrentam armadilhas - uma delas ativada por placas de pressão no chão e que dispara flechas, um outra é uma pedra gigante - e no final tem um dragão branco jovem manipulando os kobolds secretamente.
    A seção foi mais que um sucesso, um verdadeiro crítico, apesar de diversos aspectos adversos. Gostei do sistema mais do que nunca depois disso, e a seção foi excelente; no entanto, no final eu já estava absolutamente exausto do dungeon crawling. Jurei a mim mesmo que a próxima vez que eu mestrasse não ia ter nem uma casa para os jogadores entrarem, e se estivesse mestrando em D&D3.5 eu garanto que não teria tido paciência nem para terminar a aventura.
     
  3. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Pois é, eu tava repensando aqui. Não é caro não. O assinante do DaD pagaria a mesma coisa que o cara que compra, todo mês, a Dragon Slayer e a Dragão Brasil. Tirando a "sutil" diferença na qualidade, é claro.
     

Compartilhar