1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Doutor Sono (Doctor Sleep, 2019)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Fúria da cidade, 26 Jun 2019.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sinopse


    Na infância, Danny Torrance conseguiu sobreviver a uma tentativa de homicídio por parte do pai, um escritor perturbado por espíritos malignos, tornado-se um adulto igualmente traumatizado e alcoólatra. Sem residência fixa, ele se estabelece em uma pequena cidade, onde consegue um emprego no hospício local e cria um vínculo telepático com uma menina, paciente da instituição.

    Trailer:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    --- Mensagem Dupla Unificada, 26 Jun 2019, Data da Mensagem Original: 26 Jun 2019 ---
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Ewan McGregor como Danny Torrance em Doutor Sono Imagem: Divulgação


    Stephen King não é um fã de O Iluminado. Dirigido por Stanley Kubrick, o clássico de 1980 adapta os acontecimentos sobrenaturais narrados do romance homônimo de King com um viés mais dúbio, psicológico e secular que, para o escritor norte-americano, traíram sua visão. Em resposta, o autor não só escreveu e produziu uma minissérie de TV (fraquíssima), como também lançou uma sequência para o livro original em que ativamente refuta todas as mudanças levadas às telas de cinema: Doutor Sono.

    "Eu sempre pensei que a maior diferença entre a minha perspectiva e a de Kubrick era essa: no meu romance, a história termina em fogo, e no filme dele, em gelo", critica King no documentário A Night At The Movies: The Horrors of Stephen King (2011). "Eu costumo descrever O Iluminado, o filme, como um belo carro, mas sem motor".

    Neste ano, o diretor Mike Flanagan leva às telas a sua visão dessa continuação - sua segunda adaptação de Stephen King, após o excelente Jogo Perigoso, da Netflix. É um projeto que já seria ambicioso se tentasse só levar a obra de King às telas, mas que extrapola expectativas ao se revelar mais que isso: o cineasta espera conseguir unir as visões de King e Kubrick, que morreu em 1999, num filme que sirva tanto como adaptação fiel (em espírito) ao autor e continuação do clássico estrelado por Jack Nicholson. O mais surpreendente: com o apoio explícito do escritor.

    "A conversa que tínhamos de ter era se conseguiríamos fazer tanto uma adaptação fiel ao livro [Doutor Sono], mantendo as bases postas ali por King, quanto continuar habitando o universo criado por Kubrick", explicou Flanagan à publicação norte-americana Entertainment Weekly. "E essa era uma conversa que, para podermos começar com tudo, tínhamos de ter com o próprio Stephen King. Se ela não tivesse seguido o caminho que seguiu, não teríamos feito o filme".

    O segredo para convencer o autor a endossar o projeto, segundo o cineasta, foi tentar explicar meticulosamente por que era essencial ao projeto retomar, acima de tudo, as imagens de Kubrick que estabeleceram o Hotel Overlook - onde tanto livro quanto filme se passam. "Nosso argumento deu surpreendentemente certo, e saímos da conversa não só com sua bênção para fazer o que fizemos, como também seu encorajamento".

    No Twitter, King reagiu ao primeiro trailer oficial de Doutor Sono com uma promessa: "Esse filme vai explodir suas mentes". Digna recompensa para Flanagan, que citou a busca pela aprovação do projeto como responsável por "dois dos momentos mais estressantes de toda a sua carreira": "O primeiro foi o envio do roteiro para Stephen King, e isso foi extremamente assustador, mas felizmente ele amou. E o segundo foi ao final [da pós-produção], quando o filme foi enviado para Stephen e para a família de Kubrick. Ambos responderam muito bem".

    Quem também respondeu bem às primeiras imagens da sequência foram os fãs, que acabaram brindados com recriações fiéis de sets e cenas do O Iluminado original já na prévia de Doutor Sono. No Twitter, Flanagan garantiu: apenas um take mostrado no trailer oficial foi tirado do original "kubriquiano". O restante foi criado do zero para remeter ao clássico filme, mas não necessariamente recriá-lo milimetricamente.

    "Essa sempre foi a esperança, entrando nesse projeto: que em algum universo, tanto Stephen King quanto a família de Kubrick fossem amar este filme. Esse era o sonho", cravou Flanagan. Se o sentimento se repetirá entre fãs do livro e do filme originais, só saberemos a partir de novembro, mês previsto para a estreia de Doutor Sono.

    No filme, o filho do perturbado Jack Torrance (Jack Nicholson), Danny Torrance (Ewan McGregor), retorna aos 40 anos para salvar uma jovem (Kylieigh Curran) que partilha dos mesmos dons paranormais que ele. A jovem é perseguida por um culto de vampiros de energia: seres que se alimentam dos poderes espirituais. Para isso, é forçado a mergulhar nos traumas do passado deixados pela viagem ao sombrio Hotel Overlook, décadas atrás. Rebecca Ferguson (Missão Impossível - Efeito Fallout) vive Rose the Hat, a principal vilã da trama.
     
  2. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Pois é, o Estêvão Rei nunca gostou do filme d'O Iluminado. Ainda não li o Doctor Sleep.
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pelo visto agora farão de tudo pra deixar o S. King o menos irritado possível e ainda sem esquecer de enaltecer o trabalho do Kubrick. Nunca é fácil agradar a todos mesmo!
     

Compartilhar