1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Documentário] Com licencinha para o Madruguinha (Con permisito dijo Monchito, 2019)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Fúria da cidade, 30 Mai 2019.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Ramón Valdés, o Seu Madruga de "Chaves" Imagem: Reprodução/Instagram/miguelvaldesfotografia

    Esteban Valdés, filho do ator e comediante Ramón Valdés, o eterno Seu Madruga do "Chaves", anunciou que está preparando um documentário sobre a vida do pai, morto em 1988, vítima de câncer.

    Com imagens inéditas e recordações familiares, o documentário irá se chamar "Con permisito dijo Monchito" ("Com licencinha para o Madruguinha", na tradução livre), um dos bordões mais famosos do personagem.
    No primeiro trailer, que dura pouco mais de cinco minutos, participam os atores María Antonieta de Las Nieves, a Chiquinha, Carlos Villagrán, o Kiko, e Edgar Vivár, o Seu Barriga. Um dos irmãos do ator, Antonio Valdés, e os filhos Araceli, Carmen, Jorge e Esteban também aparecem.

    "A história jamais contada do homem que deu vida a um personagem que segue cativando milhões de fãs após 30 anos de sua morte", diz a mensagem na tela.

    No documentário, as filhas definem Don Ramón como "pai amoroso e que gostava de contar histórias de terror". Já María Antonieta de Las Nieves narra detalhes de como foram os últimos dias de vida do comediante.

    A família esclarece que o documentário não tem fins lucrativos.

    Nascido na Cidade do México em 1923, Valdés morreu aos 64 anos, em 1988, em decorrência de um câncer de estômago. O ator participou de 68 episódios de "Chaves", além de "Chapolin", "Chespirito" e "Dr. Chapatin", produções criadas por Roberto Bolaños.

    Família esteve no Brasil

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    para gravar o documentário sobre a vida de Ramón Valdés, que para surpresa deles é um fenômeno no Brasil.

    "Não tínhamos ideia. Sabíamos que na América Latina eram conhecidos, mas não sabíamos que o Brasil, em especial, era o lugar onde meu pai era mais querido", diz Esteban em entrevista ao programa "The Noite" na ocasião.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ------------------------------------------------------------------------------

    Um documentário merecido e bem esperado!
     
    • Gostei! Gostei! x 3

Compartilhar