1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Doctor Who (7ª Temporada)

Tópico em 'TV' iniciado por dermeister, 1 Set 2012.

  1. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Quem aqui assistiu ao episódio de hoje, Asylum of the Daleks?

    Para quem não viu, fica a dica de ver os Pond Life antes; são cinco vinhetas bobinhas que a BBC
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Para quem assistiu,
    eu achei a ideia dos "dalek-borgs" assimulando humanos meio perigosa para a continuidade... :think:
    Também gostei da predominância dos daleks tradicionais em relação àqueles coloridos (mas eles serviram para piadas com o Rory).
    E "Doctor Who?" vão ser as arc words da temporada mesmo, preparando terreno para o tal especial de 50 anos.

    Para quem assistiu e acompanha as especulações sobre eventos da metade da temporada:
    Coloquei esse aviso de spoiler só para garantir porque a companion nova é coisa bem divulgada. Enfim, a presença da Jenna-Louise Coleman nesse episódio me pegou de jeito e eu nem cogitei que ela podia ser qualquer coisa diferente de uma humana que o Doutor resgataria no desfecho do episódio, ficaria vagando por um tempo até assumir como companion na segunda metade da temporada.

    Só quero ver como vão arrumar isso: colocar a mesma atriz para dois papeis aparentemente não-relacionados na mesma *temporada* não parece uma boa ideia. Ela pode ser uma irmã gêmea ou, se a personagem for mesmo a companion, lá vem muito wibbly-wobbly timey-wimey.

    Ou pode ser um movimento sem sentido planejado para zoar com essa divulgação da companion. Regra #1: O Moffat trolla.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Re: [BBC] Doctor Who (1ª ~ 6ª temporada)

    Doctor Who é umas das melhores séries de ficção cientifica que existe. (Primeiro vem STAR TREK é lógico), o melhor doutor foi sem dúvidas o David Tennant, nunca vi em temporada nenhuma (tanto da clássica quanto da nova), um doutor tão bom como ele.
    Agora assim... Não vou nem comentar de River, a melhor personagem feminina que surgiu na série.
    E CADÊ ESSA TEMPORADA QUE NÃO CHEGA!!
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  3. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Assisti ontem o episódio, muito bom.
    Sobre os daleks,
    também gostei que sumiram com os coloridos, tirava um pouco da aparência assustadora e fria que eles têm. E sobre aqueles humanos alterados por eles, acho que foi só pra esse episódio, não acho que eles vão usar esse artifício novamente.
    E eu achei genial aquele detalhe do final, aquele monte de Daleks falando "Doctor Who", muito divertido, hehe

    Sobre a outra questão levantada,
    acho que essa nova companion vai ser outra personagem, em comum com aquela humana que foi transformada pelos daleks e o Doutor não conseguiu salvar ela vai ter só a aparência. Vai ser uma daquelas ironias do destino, sabe, uma brincadeira com espectadores.
    Pelo menos é o que eu acho, vamos esperar pra ver.
     
  4. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Ainda sobre os eventos no final do 07x01,
    acho que essa solução de ser outra personagem é a mais provável. Moffat é meio chegado a usar artifícios temporais (a história da River, o final da 5ª temporada, a maluquice que a River criou espremendo tempo na 6ª, etc.) mas acho que ele não usaria isso de novo.

    Já o episódio de ontem é meio bobinho, sem uma história complexa e tal, mas é muito, muito divertido. Sem sequer falar na Nefertiti, digo que são dinossauros em uma nave espacial. DINOSSAUROS em uma NAVE -- leiam como se eu estivesse falando "Snakes on a Plane". Sou o único que imagina o Doutor regenerando para uma versão interpretada pelo Samuel L Jackson falando
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ?

    Comentários spoiloentos sobre a trilha sonora e o final do episódio:
    Quem mais ouviu alguns acordes de "Assim Falou Zarathustra" na primeira assistida? Eu peguei!

    Gostei da presença do pai do Rory nesse episódio e saquei desde o começo que ele seria útil, de alguma forma, especialmente por ser o pai dele. É bom ver gente mais velha no elenco e tal, algum deles ainda chega perto do Wilf na S04.

    Faz um tempinho que não vejo o Doutor matando propositalmente alguém que ele poderia salvar. Dadas as limitações do estilo "para toda a família" do seriado, foi uma boa escolha.

    Por mais engraçado que seja imaginar que o Rory mal consegue consertar um soquete, tem alguma coisa naquela lâmpada. Mais alhguém aí imagina um cybermat escondido na casa dos Ponds? Aquele um da temporada passada tinha o mesmo efeito.



    O 10º ainda é o melhor para mim também, mas a mistura de insanidade e megalomania do 11º chega muito, muito perto. Mas duvido que a equipe atual faria algo como isso (perigo: música grudenta e cenas bizarras)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)





    Edit 16h32:

    Sabiam que Neil Gaiman está escrevendo episódio? Direto do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  5. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    hahahahha Adorei. Eu adoro o humor dos ingleses. Fofo e bobo.

    Eu confesso que chorei baldes no episódio de despedida do David. Ainda encho os olhos de água toda vez assisto.

    Olha bem para o meu avatar. Pois é. Mesmo assim eu não sei se acho Star Trek melhor que Doctor. Elas são sem dúvida as minhas duas favoritas. Não só de ficção, mas no geral. E cada uma muito importante de alguma forma para mim pessoalmente e para o desenvolvimento das séries na TV. Eu realmente não sei qual é a melhor.

    E a River chuta bundas geral. Inclusive a do Doctor com alguma freguencia rsrsrsrsrs Ela é a melhor. E olha que a Amy é muito phoda e uma não abafa a outra.

    Aliás, as mulheres no Doctor são sempre muito phoda. Rose arrasa. A Martha que muita gente implica era bem poderosa também. E a Donna é incrível.


    O Neil Gaiman parece que tomou gosto. Na 6a temporada ele escreveu o episódio The Doctor's Wife ( que tem algumas citações ao filme The Cube) e se não estiver enganada ele escreveu mais um.
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  6. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Esse comportamento entre a River e a Amy é compreensível, né? (spoiler épico da S06)
    ... já que é tudo coisa de família.

    Sei, o tópico é da S07 e não precisava da caixa de spoiler, mas sou desconfiado com esse porque eu tropecei nele antes de assistir aos episódios envolvidos e não tive aquela sensação de WTF esperada.

    River é tão overpower que dá socos e tapas no Doutor, atira no fez, no stetson, em montes de Silents, no próprio Doutor e ainda faz daleks pedirem misericórdia! Eu realmente gosto dela e da forma como ela foi apresentada na S04; a personagem é cheia de facetas, está ativa por quatro temporadas sem ficar cansativa e ainda tem alguns bons pontos soltos para amarrar (chave de fenda e tal). E acho que essa é a última temporada dela; sem spoiloar, mas alguns daqueles mini-episódios do Night and The Doctor apontam para isso. E quero que me expliquem quem diabos é Jim The Fish!

    Já a Melody do Let's Kill Hitler me incomodou um pouco: ficou claro que ela não foi pensada desde o começo e foi enfiada na história de qualquer jeito no momento que a 6ª temporada era escrita, uma coisa muito chata para quem esperava o mesmo cuidado tido com a River. Se o Moffat tivesse pensado nisso antes, provavelmente ela apareceria rapidamente no Eleventh Hour e/ou na cena do casamento da Amy -- afinal, ela é importante o bastante para que a Amy lhe dedicasse o nome da sua filha. Tem coisas sobre ela que eu nem sei se serão explicadas: como ela foi parar em Leadsworth depois de regenerar em Nova York, como uma menina de 7 ou 8 anos anos conseguiu se integrar à sociedade, se ela foi adotada por alguém que a levou para lá (pode ter alguma maquinação do Silêncio aí), etc.

    E como esse post leva a uma inevitável comparação de companions com cada um defendendo a sua favorita:

    - Rose: fantástica, ótimo desenvolvimento de personagem (começou como uma menina perdida e terminou com Bad Wolf, explodindo daleks e pulando entre universos como quem vai até a esquina comprar pão. E é linda também. Já disse que é minha preferida?

    - Donna: típica heroína trágica, mas muito muito divertida e espirituosa. A química dela com o 10th era muito boa, os diálogos criativos davam muita margem humor e é a companion mais adulta até agora. Fica melhor ainda misturada com material genético de um timelord (a Doctor Donna é tudo isso e ainda derrotou o Davros e sabia como consertar a camuflagem da Tardis. Pena que durou tão pouco). Melhor parte: não teve paixonites adolescentes pelo Doutor que ferrariam com a dinâmica da série.

    - Amy: menina que criou um monte de fantasias sobre um maluco esfarrapado que caiu literalmente do céu dentro de uma caixa e que não voltou para levá-la para viagens pelo universo; o doutor volta no exato momento de livrá-la de um casamento duvidoso, dar um tempo para ela provar da paixonite reprimida (felizmente breve o bastante para criar piadas sem zoar com o enredo), salvar o mundo algumas vezes, chutar as bundas de uns anjos (de olhos fechados!) e se decidir sobre o casamento. Freud teria um bocado de trabalho com ela. Como ela absorveu energia de uma rachadura entre universos, consegue lembrar de timelines paralelas (aliás, o Universo inteiro lhe deve alguma coisa pela sua memória). Tem alguma predisposição para ser duplicada, é tão linda que flerta com ela mesma (tá, é um comentário machista e infantil mas, shoot me, eu adorei aquela cena), comanda um exército de mercenários num universo paralelo criado quando sua filha se recusou a matar seu genro violando um ponto fixo no tempo e, como bônus, a Old-Amy ainda destroi robôs estúpidos com katanas e constroi uma chave de fenda sônica usando só um celular velho e 30 anos para experimentações. Esteve acima da Rose no meu ranking por algum tempo, mas perdeu posições porque o desenvolvimento do personagem não foi aquilo tudo.

    - Martha: chata, muito chata. É uma pena que a companion mais inteligente até agora acabou resumida a uma imensa sequência de "mimimi Doutor não me quer". Ganhou meu respeito quando ameaçou destruir a Terra com a Osterhagen key, mas parou por aí.

    - Especulando um pouco sobre a Oswin
    Ainda não tenho ideia de como vão resolver aquela confusão do S07E01, mas tem chance de termos uma companion que é inteligente e bonita e esperta e espirituosa. Isso me anima muito.
    Tão divertida que, mesmo antes de assumir o cargo, ela me fez imaginar o que seria ter uma companion dalek: imaginem o Doutor segurando ela pelo desentupidor de pia enquanto grita "Ruuunn!" e a arrasta para longe de algum perigo mortal. Ah, ele também teria que fazer um upgrade na armadura dela ou trocar todas as escadas da Tardis por rampas.


    Reparei agora que, na pressa, comi algumas palavras e deixei o post sem sentido. Era para dizer que ele estava escrevendo outro episódio... e sabe que é bom que ele tenha tomado gosto? O episódio dele pode não ter sido o melhor absoluto da temporada (e nem dá para esperar isso de um que está quase fora do arco principal e competindo com A Good Man Goes to War ou The Girl Who Waited), mas foi o mais equilibrado entre ação, piadas e desenvolvimento de personagens... ele confirmou as teorias mais doidas sobre a Tardis (que, convenhamos, já estavam soltas por várias temporadas); não dá mais para olhar para ela da mesma forma.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    E no que eu fui procurar se ele tinha escrito outros (não tinha) eu fiquei até de madrugada revendo epsódioas da sexta temporada, agora tou morrendo de sono.

    É um episódio fantástico. Fora do arco principal, claro. Mas ótimo.

    Concordo bastante com sua análise das companions, só alivio um pouco a Martha. Eu não acho ela tão chata assim. E o Rory é o companion de companion melhor do mundo e o marido perfeito. Mr. Pond é tudo de bom.

    Voltando a sétima temporada.

    Uma hipótese para a Oswin
    é o Doctor encontrar com ela bem antes dela cair no Asilo Dalek e não falar nada com ela. E ela ser a companion por um tempo antes de cair ali. Ele é perfeitamente capaz disso.

    Para mim, o grande lance da temporada vai ser mesmo a pergunta que o Silêncio queria evitar a resposta na sexta e que os Daleks perguntaram em coro no final do 1o episódio.
     
  8. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Comentando rapidamente sobre o episódio da semana passada, já que em algumas horas tem um novo para comentar: excelente episódio, bem ponderado entre humor, ação, coisas típicas de filmes de faroeste, total nonsense e um Doutor progressivamente mais sinistro.
    O Doutor pedindo chá no saloon da cidade foi insano, ele encontrou um stetson novo (já furado, sem precisar da River para isso), doutor-xerife e, WTF, um cavalo gay?! Hilário, muito hilário.


    Outros pontos:

    - O Doutor está bem mais velho agora, teve uns 100 anos entre esse episódio e o anterior na timeline dele (contando que não houve nenhum salto expressivo entre os 1100 anos dele no Lago Silêncio no final da S06 e essa temporada), bem mais cruel... acho que isso vai ser importante para o E06 de alguma forma. Tenho uma teoria que (spoiler de spoiler, hehe)
    a falta de controle dele vai causar a morte dos Ponds de alguma forma..

    - Lâmpadas cintilando, de novo. Nesse caso até tinham a desculpa de serem construídas com material disponível na época e o conhecimento do Mengele-espacial, mas é um padrão que se repete na série e *tem* coisa.

    - Outra coincidência que só notei depois: o Doutor também falou do Natal em todos os episódios da temporada. Mas pode ser só uma coincidência sem sentido.

    - E mais outra: repararam que o Doutor estava longe o bastante de todos os adversários cuja morte ele não conseguiu ou nem tentou evitar? Longe o bastante para uma versão futura dele voltar usando um manipulador de vórtex e salvar as pessoas (não daria para materializar a Tardis dentro das naves) sem cruzar as timelines (não que seja um problema, já que parece que o seriado abandonou esse detalhe. A S06 e os Night and The Doctor tem timelines se interferindo sem grandes consequências). Seria uma coisa meio tosca, mas dado o estilo "família" da série e a possibilidade de ter alguma coisa aí, não duvido.
    E, em algumas horas, a invasão dos cubos psicodélicos e participação do Brian Pond^W Williams.
     
  9. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    OMFG eu vi o episódio de domingo e revi ontem e meu negro coraçãozinho ainda está partido em pedacinhos.

    Amélia Pond é muito phoda.
     
  10. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Foi muito forte mesmo, muito triste. Mas acho que era o inevitável, já que
    como os Pond não conseguiam criar coragem pra dizer ao Doutor que não queriam mais acompanhá-lo, e ele muito menos tinha coragem ou mesmo vontade pra dispensá-los, a única maneira deles se separarem seria daquela forma, à força. Foi a maneira que o Moffat encontrou pra poder mudar pra próxima companion.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  11. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    Meu coração nem está partido em pedaços... quer dizer, estou comovida, mas não chorei litros, como achava que ia chorar.

    O Moffat não podia era matar ou separar os Ponds. Não tendo feito nenhum dos dois, fiquei até quase feliz. Apesar de amar a Amy. Mas quando tiver saudades revejo um ep. :P
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  12. Lizzie

    Lizzie Usuário

    Ah, o final dos Ponds foi feliz. Devem ter sofrido um pouquinho para conseguirem se acomodar na nova realidade, mas com certeza conseguiram se virar e viver de boa.
    Quem sofreu mesmo, além do Doutor, foi o Brian :osigh:
     
  13. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    Verdade, tadinho dele. Parece que ia rolar uma cena dele recebendo um neto adotivo de alguma forma, mas não fizeram... :osigh:
     
  14. Lizzie

    Lizzie Usuário

    Eu acho que não fizeram pq iria acabar lembrando demais o episódio "Blink"... mas a BBC ainda fez uma montagem oficial dessa cena:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Mas eu ainda queria que tivessem feito no episódio mesmo, ou talvez um especial após os créditos, algo assim :(
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  15. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Par quem está na expectativa do especial de Natal, a BBC soltou uma informação fresca sobre a TARDIS no site oficial hoje.
    Ontem eu vi a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e fiquei desconfiado de que era hoax [1], mas parece que agora a coisa é real:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    !

    O que será que vai acontecer para levar a isso? Algum acidente, ele viajou por muito tempo após a perda dos Ponds [2] ou ele ou a Tardis enjoaram do papel de parede? Eu gosto da TARDIS atual, brilhante, piscante, transparente e controlada com coisas malucas, mas (só para variar) acho que vou gostar mais da nova. Branca e com visual limpo, parece coisa da série antiga. *humm*

    [1] Ei, sou desconfiado com essas coisas. Ainda hoje eu acredito que aquela história do script perdido do Neil Gaiman está mais para um trote bem passado de um aleatório ou uma estratégia de divulgação da BBC :)

    [2] Longa história, mas gosto de acreditar que o Doutor do DOAS e ATCM é posterior à perda; isso explica a fúria dele.

    Ah, tem uma contagem regressiva para o especial no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (traduzir acaba com o trocadilho). Minha animação não é maior porque a expectativa para o Hobbit soterrou essa aí :)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Nossa, por essa foto que divulgaram parece que o visual vai sofrer uma mudança radical mesmo. E provavelmente vão surgir muitas piadas sobre como ela agora tá menos difícil de pilotar e mesmo assim o Doutor continua a fazer barbeiragens, hehe
     
  17. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    E vejam a imagem que anda circulando por aí:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Bem mais parecida com a série clássica, com uma segunda mesa de comando além do console que, aliás, continua numa plataforma elevada, mas sem o chão de vidro -- será que a Tardis está magoada pela falta da Amy ou com medo de novos acidentes como aquele do Space/Time? :)

    E olha só: o 11º episódio se chama Jouney to the Centre of the TARDIS. Lá vem coisa =)
     
  18. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Acabei de assistir ao episódio de hoje e um dos poucos comentários não-spoiloentos que consigo fazer é "Moffatroll strikes again!". Ah, uma frase muito desejada foi finalmente ouvida na série.

    Pontos mais legais:
    - WTF Clara?! E não é que era ela mesma? Ou outras elas, provavelmente uma consciência que sobrevive ao longo do tempo e tal... isso está ficando cada vez melhor. Agora estou na dúvida se ele vai encontrar a Clara *real* no próximo episódio ou se ela vai ser uma pessoa nova a cada episódio? Isso seria estranho.

    - "It's smaller on the ouside!"

    - O Sir Ian Mckellen fazendo vozes no episódio! Quem ver isso dublado merece apanhar.

    - "Winter is coming";

    - A sala de controle nova da Tardis... achei que viria com uma explicação.

    Vou rever gravado antes de comentar mais alguma coisa.
     
  19. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Assisti o episódio ontem, realmente muito bom, mesmo sendo ambientado no Natal conseguiram fazer algo bem assustador e sério, com exceção dos momentos de humor, é claro, como
    naquela sequência do verme da memória, rachei de rir, hehe
    Comentando os pontos destacados por você, dermeister:
    - realmente foi uma surpresa ver que aquela Clara era a mesma garota do episódio da prisão dos Daleks, eu imaginava que seria apenas uma brincadeira, uma coincidência elas serem iguais (e o Doutor não a reconhece porque como ele mesmo diz não sabia a aparência dela, só lembrava da voz). Acho que agora ele vai tentar achar ela antes dela ir pra aquele planeta, vamor ver;
    - ela falando que a TARDIS é menor por fora ao invés do que todos dizem foi engraçado, a cara de tacho que o Doutor ficou, huehuhe;
    - ficou massa mesmo o McKellen fazendo a voz do monstro da neve, acrescentou muito mais classe ao episódio;
    - acho que todo mundo lembrou de Game of Thrones nessa hora, hehe
    - também me surpreendeu essa naturalidade dele ao mostrar o novo visual, como se tivesse sido sempre daquele jeito, também imaginava que ele ia explicar o porquê da mudança
     
  20. Lizzie

    Lizzie Usuário

    As referências à Conan doyle e Sherlock Holmes também foram ótimas!! Eu morri com
    "We are married". Sinto que foi referência mais ao seriado Sherlock do que ao personagem em si...

    O trio de detetives é a coisa mais fofa ever! ^^ Eu queria que eles tivessem alguma aventura solo...

    E a Clara, ai, Clara! Ela com certeza vai ser a companheira mais problemática que o Doutor já teve, não duvido nada que ela acabe morrendo em todo episódio sempre que ele tentar leva-lá para a Tardis. Algo bem Efeito Borboleta! Agora, por que ela está sempre voltando em outras épocas? Imagino que tenha alguma 'versão' original dela, o que provavelmente explicaria o choro quando recebeu a chave. Uma lembrança quase esquecida de algum infortúnio envolvendo o Doutor, e que a impediria de ser uma companheira.

    Ah, e o novo visual, eu acho que não é necessário uma explicação. Só saber que o Doutor estava completamente arrasado e deprimido é o suficiente, aquele visual todo alegre de antes simplesmente não combinava mais com nada, e a Tardis também sentiu isso.
     
    Última edição: 30 Dez 2012
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar