1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Discussão]Importância da literatura infantil.

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Breno C., 2 Out 2008.

  1. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Até aonde vai a importância da literatura infantil?
    Como ela pode influenciar a mente dos baixinhos?
    Faz bem para uma criança ler um livro fora de sua facha etária?
    E os pais? O que eles devem fazer para educar seu filho em uma casa literária?
     
  2. Anica

    Anica Usuário

    Criança copia adulto. Então para estimular a leitura, os pais mais do que empaturrar a casa de livros e/ou obrigar a criança a ler, devem eles mesmos ler. E ler muito. A criança vai achar que é uma ação natural e vai tomar gosto pela coisa aos poucos, sem qualquer trauma - até porque a maioria só começa a ter contato com livros de fato por causa do colégio, e aí já com leitura obrigatória. A palavra leitura e obrigatória nunca deveriam andar juntas, aliás. E isso não só para crianças.
     
  3. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Opa! Dá pra fazer uma bela de uma discussão aqui sobre isso. Vou dar a minha humilde opinião para cada pergunta:

    -Até aonde vai a importância da literatura infantil?
    Na educação, na formação, porque ela é a base da criança, é onde a criança aprende tudo aquilo que refletirá lá na frente. E a literatura, é o braço esquerdo nesse processo na minha opinião.
    -Como ela pode influenciar a mente dos baixinhos?
    A influência nessa idade é total, porque é como se eles estivesse hábitos a pegar tudo o que o mundo oferece a sua volta, ou seja, sejam elas coisas boas ou ruins, nessa fase é que acabam surgindo os traumas, medos...
    -Faz bem para uma criança ler um livro fora de sua facha etária?
    Eu não acho que faça mal...claro, depende da faixa etária, se for de alguns anos, não vejo tanta diferença, com o tanto que não passem dos 12, 13, porque é aí que começa um outro processo né. (pré adolescência).
    -E os pais? O que eles devem fazer para educar seu filho em uma casa literária?
    É como disseram aí em cima, pai e mãe são exemplos, se eles não lêem, não é obrigando a criança a ler que se torna um hábito muito sádio. Geralmente em casa de pais que não lêem, as próprias crianças tomam por hábitos de lerem por conta própria...
     
  4. Liv

    Liv Visitante

    A literatura separa as pessoas das pessoas. IMO Quem não tem o gosto pela leitura pode ser considerado um analfabeto, já que não pratica o hábito, mal sabe interpretar textos e isso é uma coisa básica em qualquer lugar.

    O papel da literatura infantil é absurdamente importante na formação das crianças, já que quem adquire o gosto pela leitura desde cedo acaba saindo na frente das outras pessoas, já que conhece palavras, leitores, culturas e várias coisas encantadoras.
     
  5. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Acho que é bem por ai mesmo, porque tem uma idade em que nada obrigado é bem feito. eu não tive esses problemas, mas vejo casos em que os pais ficam encima do filho para ele ler mais e isso só afasta ainda mais a criança da leitura...

    OBS: to vendo que o tópico ta funcionando direitinho...XD
     
  6. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Acredito que a literatura infantil bem estimulada tem um papel importantíssimo na vida da criança. Ela desenvolve vocabulário, tem mais assunto, mais imaginação, etc.
    E criança que lê provavelmente será um adulto que lê, o que é um diferencial no mundo de hoje. Muitas pessoas não leêm jornal ou revista e muito menos livros e na hora de se expressar, principalmente na escrita, têm uma dificuldade enorme.
     
  7. Nú

    Usuário

    Eu concordo, e não adinata ter livros, jornais, revistas, etc...disponíveis se não é criado o hábito de ler, e não é apenas ler, é ler e entender a mensagem que é passada, é ler saber refletir sobre o que foi lido, saber ser crítico. E isso não se constrói sozinho é papel tanto da escola quanto da família.
     
  8. Lethaargic

    Lethaargic Usuário

    A leitura durante a infância é essencial. Quem já tem o hábito desde cedo terá
    muita facilidade no futuro, afinal, o grau de dificuldade na escola aumenta com o
    tempo - quem lê bastante consequentemente terá facilidade para interpretar,
    escrever redações, a própria leitura fica mais fácil e rápida com o tempo. Como
    já disseram acima, ao chegar na escola a 'leitura obrigatória' não chega perto de
    ser vista como uma tortura. Fora o lado escolar, os livros são essenciais para
    estimular a imaginação dos pequenos. Conforme ganham idade, o lado cultural também
    passa a ser importante.
    Sou prova viva de que pais que lêem influenciam bastante. Eu achava lindo ver o meu
    pai pelos cantos com livros gigantes e sempre dizia que queria fazer o mesmo um dia.
    Ele sempre apoiou, comprava livros apropriados para a minha idade e pedia que eu
    contasse a história para ele depois. Na escola nunca tive problemas, nas Rodas de
    Leitura eu fazia a festa e lia tudo o que colocassem na minha frente. (:
     
  9. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    essa semana fiz uma matéria numa feira do livro aqui em foz... o brilho nos olhos deles ao ver livros, responde a todas as perguntas...
     
  10. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Sei que brilho é esse, sempre o vejo quando estou de frente para uma livraria e meu olhos se refletem no vidro
     
  11. Anica

    Anica Usuário

    Achei esse artigo relevante para a discussão: http://educacao.uol.com.br/ultnot/2008/10/09/ult105u7095.jhtm
     
  12. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Muito bem colocado o link Anica. Metéria muito boa mesmo...
     
  13. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Traduz as opiniões do pessoal aqui do fórum.
    Da importância dos pais nesse papel educador de incentivar a leitura...
     
  14. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Essa semana fiz uma outra matéria de crianças e livros... o mesmo brilho! :)
     
  15. Devotchka

    Devotchka Usuário

    Comecei a ler por conta própria. Ninguém na minha família tinha hábito de ler, mas tínhamos bastante livros. Cresci sozinha e sempre fui bem introspectiva, então, aqueles livros viraram meu refúgio nas horas vagas. Assim nasceu o fascínio por eles.

    Realmente acho que a leitura é importante, principalmente pelos aspectos já ressaltados neste tópico. Foi através dela que ampliei meu vocabulário, comecei a inventar minhas próprias estórias e conheci novos mundos. E ainda tem me ajudado, como em redações, contos, interpretação e até mesmo no senso crítico. Em síntese, parte do que sou hoje, devo a este hábito.

    Acho que isto deve ser desenvolvido de forma espontânea, seja por conta própria ou exemplo dos pais. Muitas pessoas hoje não praticam o hábito da leitura principalmente por terem um primeiro contato forçado, o que resultou numa espécie de aversão.

    Quanto à faixa etária, acho algo bem relativo. Como em casa não tínhamos muitos livros infantis, ocasionalmente eu lia alguns não apropriados. Vai da cabeça de cada criança e depende do conteúdo, claro.
     
  16. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Esse trecho me fez pensar em até aonde a literatura que você lê quando está em formação pode ajudar a moldar seu caráter.
     
  17. Hérmia

    Hérmia Usuário

    Literatura é de suma importancia sim, Mas escolas não estão muito convencidas disso não!!! e digo por experiencia, meu filho não leu nenhum livro esse ano.....cada vez me convenço mais que moro num "fim de mundo", não sei se isso se reflete no país todo...se for.....q futuro!!!!:doh:
     
  18. imported_Raphael

    imported_Raphael Usuário

    Bacana o artigo. O incentivo à leitura desde a juventude pode deixar as coisas mais fáceis no caminho entre as letras... ou não. Lembro do quão traumático podia ser a imposição de livros, principalmente na escola. Muitos não se recuperam. Talvez por isso, talvez não, ainda hoje Machado de Assis, para mim, não é tão insólito como ultimamente se diz. Não só ele como boa parte da literatura clássica nacional é insípida.

    Em todo caso, livros na juventude é um tema que leva a questionar a influência que eles terão no indivíduo em formação: em seu caráter. O depoimento da N é curioso por isso. Ela desenvolveu um interesse espontâneo e natural, portanto, livre. Moldou livremente sua formação pela leitura. O problema é que esse interesse instintivo – que não exige estímulo – não é inato a todos.
     
  19. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Bom... não sei aonde você mora, mas que eu saiba o aluno tem que ler pelo menos um livros por semestre (deve haver alguma norma para isso). E realmente é visível como a escola tem sido um lugar para se deixar de gostar dos livros (pelo menos as escolas que eu vejo). Ta faltando incentivo para a leitura.
     
  20. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Anica falou tudo, o exemplo da leitura é o grande atrativo, quando era criança minha mãe comprava livros e ia ler comigo, primeiro com gravuras, depois elas foram dimunuindo até só ter texto, e quando dei por mim lia livros numa boa, tudo muito naturalmente, já ví milhares de amigos e conhecidos com dificuldade pra ler e interpretar um texto justamento por não ter o hábito da leitura, a literatura é fundamental pra formar cabeças pensantes, pra formar pessoas que falem de idéias e não de outras pessoas apenas.
     

Compartilhar