1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Direitos humanos?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Kurt, 5 Set 2007.

  1. Kurt

    Kurt El Doctor

    Estava lendo o tópico sobre
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , criado pelo Neithan.

    E lá surgiu uma discussão a respeito de como deve ser o tratamento dado aos infratores.

    Eu sou à favor, dos mínimos direitos(alimentação, etc).
    Antes era totalmente à favor dos direitos humanos, achava que eles deveriam ser bem tratados(entendam como, ter direito a progressão de pena, etc). Meu padrasto na época era o presidente da ADHF(Associação dos Direitos Humanos de Foz do Iguaçu), ele como advogado sempre tentava fazer com que seus clientes fossem bem tratados, independente de poder aquisitivo.

    Mas, um dia eu vi um vídeo... e sem querer me deixar influênciar pelo sensacionalismo... tive um click. Infelizmente não achei o link do vídeo para mostrar para vocês.

    DIREITOS HUMANOS PARA HUMANOS DIREITOS!

    E você o que você pensa a respeito dos direitos humanos?

    PS: Bom-senso cai sempre bem. =]
     
    Última edição: 16 Out 2007
  2. Dama de Avalon

    Dama de Avalon A Elfa Carol

    Eu não sou a favor dos direitos humanos em relações aos casos, de menores
    e muito menos maiores infratores, acho que ja pagamos de mais
    dando-lhe moradia e alimentação gratuita, pois enquanto trabalhamos muito
    e nosso dinheiro é suado, para que ele seja empregado nesse fim,
    pois esses mesmo que sustentamos são os proprios que vão nós assaltar,
    nós sequestrar...
    Então para que da mordomia a uma pessoa dessa, pois quando se fala em
    direitos humanos do infratores, muitas vezes esquece-se, o por que eles estão nessa
    posição, e nos não somos o culpado dessa situação, então por que somos
    nós que temos que pagar? Eu acho isso um absurdo.
     
  3. rhodesbauer

    rhodesbauer Merilon Kemmotar

    Seu direito vai até aonde começa o direito de seu 'vizinho'.
    Quando alguém me faz um pergunta dessa eu respondo com outra pergunta:
    - E o direito de quem foi morto/sequestrado/estuprado/assaltado/ferido/etc. ?
    - Não teve, então esse meliante também perdeu os direitos dele.

    Eu sou a favor da pena de morte, mas infelizmente concordo que no Brasil seria complicado implementar tal pena pois com a corrupção vigente acredito que seria dar mais um recurso para os corruptos proporcionarem "queima de arquivo"...
     
  4. A Arlequina

    A Arlequina Sumida e inconstante

    Bem,sinceridade?
    Por mais que ao cometerem atrocidades eles pareçam perder uma parcela da humanidade, continuam humanos.
    Não acho que seja mordomia dar um mínimo de condições a eles.Eles devem pagar,com certeza.Mas se vocês querem torturá-los,é outra história.
    Antes que me condenem por falar isso,já sofri sim com a violência.Vi minha mãe desesperada pensando que eu tinha sido sequestrada enquanto eu tava fazendo uma prova, fui assaltada, e ando com medo.
    mas ainda assim acho que o sistema penitenciário têm outro papel.Aqui,ele nem de longe faz o que deveria,mas isso só prova que alguém tem que repensá-lo.Não tenho essa pretenção,mas enfim...
     
  5. Déor

    Déor Usuário

    Pow direitos humanos e para quem e correto mesmo(assim como o Furian disse), poxa se o cara e um baita assassino sangue frio, não acho que ele deva ser tratado com esmero na cadeia, po tem tanta gente ai no Brasil passando fome, sofrendo, morrendo de sede, ai os vagabundo que so fazem besteira, fazem uma rebelião porque a comida da cadeia e ruim, a pelo amor de Deus ne, concordo que eles devem ter comida e tal, ele tem que come, mas nada de muito cuidado, o cara esta lá para paga pelo que ele fez, devia ser mais sofrido, mandava eles faze estrada, na base da pá. :twisted: eles mesmo planta a comida deles, não planto? não come, simples.
     
  6. Bárbara Teixeira

    Bárbara Teixeira Eu não quero mais ser um

    Como futura jurista e principalmente estudante do Direito acredito que violência não se trata com violência! Também acredito que o tratamente de um policial para com um preso de estupro não deve ser o mesmo tratamento dado ao cidadão "normal" que nunca cometeu nenhum crime. Mas também agressão em tudo não é uma boa! Os direitos humanos são até, ao meu ver, bastante exagerados se tratarmos os criminosos muito violentos.
     
  7. A Arlequina

    A Arlequina Sumida e inconstante

    Bem,seu sabia que alguém ia falar algo assim.Mas querendo ou não eles voltam p/ sociedade.Sociedade essa que não os recebem bem.A prisão deveria ter a capacidade de preparar o indivíduo p/ sua ressocialização.Tente ressocializar alguém que passou por tudo que um regime fechado proporciona.Pelo menos agora,é uma tarefa hercúlea.Respeitar os direitos deles,garanto,faz diferença.
    mas se querem vingança, esse é o caminho.Eu já quis também,mas não acredito que seja por aí.Já passamos da fase olho por olho,dente por dente,porque ela não deu muito certo.
     
  8. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Direito para humanos. Animais que estupram, matam e roubam não são iguais à nós!
    Já estou de saco cheio desses animais que assombram uma vizinhança que já foi tranquila.
    Presos deveriam trabalahr em pedreiras! E servirem de cobaias para experiments científicos, não ter pena reduzida! Se queimarem colchões, durmam uns em cima dos outros, e não ganhar colchões novos.
     
  9. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Os direitos humanos devem sim existir, no entanto muitos infratores se aproveitam desse direito para aprontarem, aliciando menores e outras coisas, esse direitos atualmente ao meu ver são exarcerbados, deveria-se ter sim um limite, porém infelizmente no Brasil as normas não são cumpridas como deveriam ser., e algumas delas devem ser modificadas, como j´pa foi dito não se pode tratar igualmente uma pessoa que é presa por furtar uma lata de margarina com um Assassino de primeiro escalão, ao meu ver o sistema prisional brasileiro precisa se organizar mais um pouco tem locais que jutam assasinos com batedores de carteira e por aí vai, no entanto há lugares corretos que separam os bandidos por crime, no caso de rebeliões eu diria o seguinte se eles queimaram os colchões por que dar outros colchões a eles, alimentação deve sim ser dada colchões também, mas por eles saberem que terão novos colchões eles queimam e pro isso ao meu ver não merecem outros, acho que uma melhor rigidez quanto a alguns que praticam atos acobertados pelos direitos humanos não devem ser aceitas e muitas das normas que regem esse direito devem ser modificadas par até mesmo os bandidos pensarem duas vezse antes de agir.
     
  10. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Duh, é muito fácil pedir uma "solução final" (culpem minha tara por ler coisas nazistas)

    De novo, finge-se que resolveu alguma coisa. Pelo menos os nazistas tinham mais colhões "nada de falsa piedade. Milhões morrerão" dizia o tenebroso Protocolo de Wannse.

    Eu duvido que muitos de vocês não ficaram com peninha de algum menino que veio pedir dinheiro no seu carro. E não duvido que vocês me olhem com horror se eu disser que prefiro ter pena de cães e gatos abandonados, e mover mundos para arranjar um lar para eles, do que tentar a mesma coisa com crianças.

    Pois bem... eu sou assim há mais de dez anos, e meus pares me olhavam com horror quando falava isso na faculdade, "mas coitado do moleque, dá uma esfiha para ele, deixa ele ver a TV do centro acadêmico".

    Há dois anos, um dos nossos porteiros teve a infelicidade de ser confundido com policia civil e morreu.

    O que aconteceu? Uma dessas crianças cresceu, como fazem as crianças, oras. E como ele cresceu e só aprendeu a pedir dinheiro e comida, e sabe exatamente onde estavam os microcomputadores, os DVDplayers, e a TV de 29 polegadas do centro acadêmico. :roll:

    Eu nunca tenho pena de crianças abandonadas, para dali a alguns anos pedir a cabeça delas. É o que chamam de coerencia.

    Mas como eu disse, a grande maioria da população tem peninha das crianças, dão um docinho pra ela, deixam ela ver que você tem home theather em casa... e esse mesmo pessoal fica "direitos humanos para humanos", ou "pena de morte", "diminuiçao da idade penal" etc..

    Ninguém nunca pensa que aquelas pobres criancinhas de 8 anos logo logo passam + 8 anos então = 16 anos.

    Ah, francamente! Agora vão todos me dizer que não fazem EXATAMENTE ISSO QUE EU DESCREVI...
     
  11. Pinchester

    Pinchester macaco loco

    Primula até que tem um pouco de razão, meu irmão foi assaltado a uns anos, ele disse tinha uns 3 mulequinhos de uns 8 anos e 2 caras com uns 16, se as criancinhas estavam la, e´que elas queriam aprender, e aposto que os mais velhos aprenderam do mesmo geito, e depende muito da pessoa que esta pdindo uma esfiha, uma batata ou coisa do tipo, se for um cara cheirando a pinga, que nem consegue andar direito, é um grande erro dar dinheiro pra ele, você só estara dando dinheiro pro dono do buteco mais próximo, mais se for alguem no mnetro, ou onibus, falando que podia estar matando, roubando, sequestrando, mais não! ele esta ali, honestamente querendo alimentar seus filhos(quase caindo com a brecada do motorista), e você ver que ele realmente que ajudar os filhos, ai sim não custa nada comprar um pacote de jujuba por 1 real ou 1 passe.
     
  12. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Direitos humanos são desrespeitados sumariamente no Brasil, execuções sumárias, torturas, escravidão e violência policial são realidades constantes na vida de milhões de brasileiros, inocentes, então eu não sei do que vocês reclamam, se vocês são "contra" os direitos humanos, estão no país perfeito...

    Os problemas que vocês citam de "mordomias" a presos está relacionado a problemas de outra ordem, como um código penal desatualizado (se não me engano o código penal vigente é o mesmo desde a década de 40)
     
  13. Radagasth

    Radagasth Banned

    Já dizia o velho ditado:
    "Seiu respeito acaba onde começa o meu"
    Receio(por não acha ruma palavra melhor). Que:
    Não admito ver crianças sendo mortas em nossas frentes, e só porque o garoto tem mnos de 18 anos ele não pode ser condenado. Ou quase quando um casal é morto e um dos assissinos iria fazer 18 anos 3 dias depois. Nõa credito como nossso sistema judiciario pode ter tantas falhas, os Direitos Humanos se palicam a qualquer caso, mas quando temos que usar o bom senso ao invés de uma "Carta do Atlântico", ele não pode se aplicar a assassinos e estrupadores. :disgusti:
     
  14. Elmarien

    Elmarien Mighty Mane Thorin

    Pode parecer cruel para alguém da minha idade falar desse jeito, mas...

    Se a pessoa tem a coragem de cometer uma atrocidade, que tenha a coragem de manter a cara no lugar para levar o soco, chute ou pontapé e admitir o que fez.

    Os brasileiros precisam se levantar e gritar "Já chega!!!". Somos um povinho acomodado, então, acho que só em outra vida.
     
  15. Sem nome ainda

    Sem nome ainda Oh, Crap!


    Minha mulher tem o mesmo lance com gatos e cães, prefere ter pena deles que de crianças, mendigos, etc. Diz que "cães e gatos só atacam por instinto de sobrevivência".

    Enfim, concordo em grande parte contigo sobre a parte de não dar esmolas. De forma alguma essa é forma correta, no final é puro assistencialismo e imediatismo barato. Dar um real não vai resolver a situação daquela criança, tão pouco alimentá-la que seja naquele dia. É uma ação quase hipócrita e de mera justificativa para si mesmo, tipo um "Olha, eu tenho alguma coisa e você não tem porra nenhuma! Mas apesar de eu não fazer nada para mudar sua situação de verdade, tó um real para aplacar esse momento em que me sinto um filho da puta".

    Acho que o lance não é ter pena de crianças abandonadas por que são cutes, tem cara de cachorrinho pidão ou fazem malabarismos com bolinhas de tênis. Tem de se fazer alguma coisa, pois simplesmente é inviável que outro ser humano sobreviva dessa forma, crianças ou adultos. Sem muito papo-furado.

    Quanto ao assunto do tópico em si, direitos humanos, tenho uma opinião mega contraditória sobre isso:

    1. Não acredito na Lei de Hamurabi, no Código de Talião e coisa que o valha. Não acredito que estuprar um estuprador, assassinar um assassino ou cortar a mão de um ladrão vá resolver alguma coisa. É placebo, não há diminuição da criminalidade dessa forma. Um criminoso não fica com medo de matar alguém por que viu um assassino ser executado na cadeira elétrica. Em primeiro lugar por que ele não pensa que será pego e em segundo lugar por que em grande parte dos casos os assassinatos não são premeditados. O melhor ainda é o velho blá, blá, blá da inserção social, geração de possibilidades, etc., para evitar que o indivíduo chegue a criminalidade, pois quando ele está lá já fodeu tudo.

    Ok, ele chegou na criminalidade, fodeu. O que fazer?

    Velho blá, blá, blá da segurança. Leis austeras com penas longas para que o indivíduo realmente tenha medo de ficar engaiolado 30 anos por assalto a mão armada. Morrer é bem mais fácil, não? E Domenico de Masi que me perdoe, mas ócio criativo não existe na cadeia, o sujeito tem que ser produtivo, trabalhar mesmo. Isso com uma infraestrutura que possibite uma verdadei reentrada à sociedade. Nada muito fora do que se diz por aí...

    2. Sempre que surge uma notícia sobre um assassinato com requintes de crueldade, sequestros, etc., compartilho daquela opinião que "bandido bom é bandido morto". Mesmo sabendo que isso não funciona. É aquela revolta do momento, sabem? Mas depois passa e volto a ser contra ao radicalismo.

    Mantenho a seguinte posição quando existem rebeliões em cadeias, etc.: Queimou colchões? Pois bem, dorme no frio puto. E trabalhe para pagar o estrago. mas sou contra a retaliação ou tratamento violento por parte de carceireiros e policiais. Não resolve, só gera mais ódio, mas fagulha no estopim.

    Resumindo, sou super utópico e contraditório :hihihi:
     
  16. rhodesbauer

    rhodesbauer Merilon Kemmotar


    Ninguém aqui é contra os ditos "Direitos Humanos".
    O que está sendo dito é que haja "Direitos Humanos" para quem é "Humano Direito"

    Se uma mãe rouba um pão para poder dar de comer ao filho recém nascido, não é a lei que precisa ser revista, porque furto é furto e ponto final. O que precisa ser revisto é a razão que levou aquela mãe a cometer o furto.
    Já os pivetes que roubam um carro e arrastam uma criança por 3 bairros, não tem que ver motivo nenhum, cometeram uma atrocidade e um ato desumano, o que tira os ditos "Direitos Humanos".

    Esse tipo de pessoa merece morrer, na minha opinião, porque um ser como esse não tem correção. É um monstro e continuara sendo.
     
  17. Larissa

    Larissa Usuário

    :think:

    Eu acho que depende muito. Não podemos generalizar o roubo. Ví uma vez no jornal um caso de um cara que trabalhava em um mercado. O salário dele estava atrasado 1 mês, e ele roubou alguns bifes, porque não tinha comida em casa. E o patrão ainda teve coragem de chamar a polícia.

    Então, é isso: tem que parar de prender ladrão de galinha. O cara roubou? Sim, roubou. É errado? É. Mas quem começou errando aí? O patrão que não o pagou. Simples.

    Solução: pagar o salário do coitado, que trabalhou o mês inteiro pra sustentar a casa.


    Já com bandidões/riquinhos o tratamento é diferente. Dinheiro resolve tudo. Um exemplo é o caso dos rapazes que espancaram uma doméstica no Rio. Papai pagou, acabou o problema.

    Solução: sinceramente, não sei. Pra começar, acho que muitos crimes deveriam ser inafiançáveis. Mas isso não resolveria, porque o ser humano é muito corruptível (por dinheiro). Seria difícil saber quem é honesto - e não aceita suborno - e quem não é.

    Direitos humanos? Sim, pra todo mundo. Mas deveres também, né? E um pouco menos de dó de bandidinho.

    Ah sim: queimou o colchão, derrubou o telhado? Ema ema ema... :roll:
     
    Última edição: 6 Set 2007
  18. Vovin

    Vovin Steve Vai, The Mars Volta

    Aí é que esta, essa é a sua opinião (na minha opinião, morte é libertação, preferiria algumas torturas), acontece que o Estado não deve ser passional, ele deve cumprir a lei, e os "direitos humanos" são quem fiscalizam isso, porque quando alguem descumpre a lei, ela sofre uma sanção do Estado (ou deveria), mas e quando o Estado descumpre a lei? Por isso que o argumento "cadê os defensores dos direitos humanos quando uma familia tem a filha estuprada e o filho empalado?", ora, não é da alçada dos "direitos humanos" esse tipo de caso porque quem o cometeu já é criminoso e o Estado deve puni-lo de acordo com a lei, nada mais que isso, mas quando um policial tortura e mata um inocente, aí os "direitos humanos" entram em ação, porque nesse caso quem está cometendo um crime é quem deveria estar representando a lei, ai temos um problema.

    É por isso que também acontece de alguns representantes dos direitos humanos de se pronunciarem quando um bandido recebe um tratamento que, digamos, não é constitucional, já que nesse caso, mesmo que ele "mereça" e que a população dê todo o apoio, a policia está agindo contra a lei (não tem nenhum artigo na constituição que diz que criminosos devem ser espancados e coisa do tipo), portanto, estão se "igualando" aos meliantes...
     
  19. rhodesbauer

    rhodesbauer Merilon Kemmotar

    Eu concordo contigo que a morte é uma libertaão. Só queno meu ponto de vista, torturar alguém nos torna 'iguais'. Porque estamos cometendo uma atrocidade. Já matar, de preferência sem sofrimento para não render aporrinhação, resolve o problema pois tira um marginal das ruas.

    Outro ponto que gostaria de reafirmar é que se uma pessoa ignorou completamente o direito máximo de uma outra pessoa, que é o direito a vida, ela perdeu todos os seus direitos, inclusive os constitucionais...
    Por isso que eu descordo de direitos humanos a presos por crimes hediondos. Não importa a situação.
     
  20. Anne Von Gaya

    Anne Von Gaya Usuário

    Eu adorei o slogan hahaha, mas enfim, concordo sim com o que você disse... Porém temos que lembrar: Será que nós podemos condenar os outros? Será que temos mesmo esses direitos? O direito de condenar o próximo é um direito humano? Sim, mas ele deveria ser exercido de tal forma?
    As vezes acho que abusamos de nossos julgamentos. Calma, ainda não concluí o pensamento... É que esse assunto gera duvidas... Sempre lembro do filme "Laranja Mecânica" onde julgam Alex, e no decorrer do filme nós acabamos sentindo pena de um ser desprezivel!!

    Humanos Direitos seriam aqueles que não cometem infração alguma, certo? E os não direitos, um crime terrivel, essas coisas... Sim, eles merecem é uma prisão. Mas a prisão adianta? Até que ponto tirar o direito humano de um humano- não -direito, iria contribuir? Nessas horas temos que fazer um retrocesso e lembrar que não será agora a hora de corrigir o comportamente social do infrator. Eu ainda voto na educação primária, no seio familiar, e tudo o mais. Porém um ser que esquece-se do direito humano principal alheio que é VIVER, não deve receber isso dos outros.

    Direitos humanos para humanos direitos SIM, e para os que esqueceram-se dos direitos humanos alheios NÃO.

    :yep:

    EDIT: Eu me refiro no caso de crimes graves, como homicidio.
     
    Última edição: 7 Set 2007

Compartilhar