1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <div align="justify">
    <a href="http://www.valinor.com.br/images/stories/personagens/smaug.jpg" class="jcebox"><img src="http://www.valinor.com.br/images/stories/personagens/thumbnails/thumb_smaug.jpg" alt="smaug.jpg" style="border: 0px solid #000000; margin: 5px; float: left; width: 118px; height: 200px" title="smaug.jpg" height="200" width="118" /></a>
    Hal G. P. Colebatch, famoso advogado australiano, escreveu em sua coluna no <a href="http://www.spectator.org" target="_blank">The American Spectator</a> sobre a <a href="index.php?option=com_content&amp;task=view&amp;id=7603&amp;Itemid=220" target="_self">confus&atilde;o envolvendo os herdeiros de Tolkien e a New Line</a>, com rela&ccedil;&atilde;o aos direitos sobre os filmes de <a href="index.php?option=com_content&amp;task=view&amp;id=74&amp;Itemid=224" target="_self">O Senhor dos An&eacute;is</a>.
    </div>
    <div align="justify">
    &nbsp;
    </div>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição por um moderador: 26 Fev 2008
  2. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Muito bom!

    Concordo com cada ponto, cada vírgula. :clap:
     
  3. Realmente, Elson, foi dito tudo...

    silêncio...........................!
     
  4. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    É mesmo um belo artigo.
    Claro que a família de Tolkien tem direito a parte dos lucros pelos os filmes. Eu li por alto as picuinhas que estão acontecendo entre eles, portanto não posso opinar sobre isso. Mas o autor do artigo tem razão: não emperre a produção d'O Hobbit, Christopher, deixa que a coisa se desenrole, você vai ganhar muito mais com isso!
     
  5. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Como disse o artigo, ganhar mais pra quê?!
    rs

    Ele já tá no bico do corvo! :lol:
    E já é rico, ou seja, nada vai mudar!
     
  6. A Arlequina

    A Arlequina Sumida e inconstante

    Credo, esse negocio de especular quanto à morte do pobre Christopher!Sei lá se ele tá muito feliz com esse processo.Se fosse filha dele,eu que estaria interessada...XD
    Mas realmente,ele não pode deixar O Hobbit parar por causa disso.:blah:
     
  7. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Sinceramente? Achei isso uma baita jogada de marketing.

    Foi a mesma coisa com a ex-mulher bocuda daquele jogador de futebol ex-fenômeno: aquele vídeo dela furunfando na praia teria tido tanta repercussão se ela não o tivesse proibido naquele-site-de-vídeos-que-a-gente-conhece bem? :think:

    Essa polêmica está servindo pra atrair a atenção para o fato de "O Hobbit" ser um livro de Tolkien que não é conhecido pelos fãs que conhecem somente os filmes, e não todo seu legado escrito. O que essa faixa de fãs dirá? Provavelmente irá soltar um "Esse filme foi escrito pelo mesmo cara que escreveu Lord of the Rings??? Uaaaaau, deve ser massa também, vou assistir!!!"

    Tanto melhor para nós, fãs incondicionais de Tolkien. Maior oferta de livros (o que consequentemente abaixará seu preço), e mais filmes excelentes na tela. :joy:
     
  8. *Th*

    *Th* Usuário

    Falou e disse tudo. O velho Christopher esqueceu praticamente as lições de moral que seu pai lhe deu e também passou para os livros, como o advogado citou.

    E o P.J. tem planos de relançar os filmes no cinema e ainda tinha aquele rumor das "estendidas das estendidas", ou seja, eles só tem a perder com esse processo, já que a franquia vai faturar ainda mais. :cool:
     
  9. Só não gostei muito o que ele disse sobre John Lennon, pois de resto concordo plenamente.

    E concordo também com Seiko-chan, a chance de ser jogada de marketing é bem grande.
     
  10. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Com relação à jogada de marketing, isso não dá pra afirmar, mas não posso negar que seja possível.
    No entanto, essa de os preços baixarem é bem difícil de acontecer! Se os novos filmes fizerem tanto sucesso quanto a trilogia, aí é que os preços do livro O Hobbit vão disparar, ir às alturas!!!

    Essa história de Estendida das Estendidas é lenda! Isso não existe.
    PJ vai relançar os filmes em 3D e nada mais (mas isso também é só especulação).
     
  11. Deriel

    Deriel Administrador

    Eu acho que o maior problema para o Christopher não é nem o dinheiro em si mas si o desdém com que os direitos das obras de seu pai foram tratados. O estúdio de cinema - algo com o qual Christopher Tolkien nem concorda muito - simplesmente usou e abusou dos personagens e histórias e sequer teve o incômodo de compartilhar os direitos sobre a obra.

    Eu acho que é isso que dói para o Christopher, não o dinheiro em si, mas a arrogância e o desdém, temperado com aquela antipatia pelas adapatações cinematográficas e o fato de que ninguém gosta de ser passado pra trás nem por 5 centavos, quem dirá por vários milhões.
     

  12. No meu primeiro post, eu até concordei com tudo o que o jornalista colocou, mas realmente a realidade é outra...

    Acabo achando que a razão em si não é o dinheiro, mas a herança do pai: O tempo gasto, a dedicação, a necessidade que se passou para dar prioridade a essa obra... Tudo isso não tem preço, e quando chega alguém perguntado: Fala aí o valor que eu pago!?

    Que valor!? Não tem valor!?

    Mas se estão falando de valores, que seja o mais justo!
     
  13. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Pior ainda do que ser passado pra trás é ver algo que você ama sendo usado de forma errada e sem noção por terceiros.
    O CT pode até pensar no dinheiro (e quem o recrimina?) mas eu imagino que ele se sinta como um cara que de repente acordou e viu que tinham várias pessoas na sua casa, comendo sua comida, usando seu carro e depois vão embora e não dão nem um muito obrigado.
     
  14. carlbaggins

    carlbaggins Usuário

    Se os três filmes arrecadaram bilhões em cima da história criada por Tolkien, nada mais justo sua família receber sua devida parte, mesmo sendo milionários é um direito deles. É muita falta de bom senso uma produtora bilionária faturar rios de dinheiro em cima da história de uma pessoa que usou parte de sua vida para escrever uma obra grandiosa como o SdA. Se CT é rico, velho demais, isso não quer dizer que ele não tenha direito sobre uma porcentagem do que foi arrecadado com os filmes, afinal de contas, é o conhecimento, o tempo, o cansaço físico e mental de seu pai que foi empregado para que os livros se tornassem realidade, e posteriormente o filme.
     
  15. zannah

    zannah The Red

    Embora para alguns possa parecer ganância pura e simples, a realidade é um pouco diferente. É mais q justo q a família de Tolkien leve uma percentagem dos lucros obtidos c a arrecadação obtida c a filmagem de SdA. No lugar de CT tambe'm exigiria a parte q cabe a ele como o detentor dos direitos autorais da obra, pois sem o árduo trabalho de seu pai para desenvolver toda a maravilhosa história q tanto nos cativa, não existiriam os filmes nem os bilhões que eles arrecadaram.
     
  16. carlbaggins

    carlbaggins Usuário

    É isso aí, utilizaram as obras de Tolkien para fazer os filmes e não pagaram os direitos autorais, é justo isso? Então vamos supor, se uma petrobrás da vida acha petróleo na sede de uma determinada fazenda, começa a explorar e não vai pagar nada? É lógico que tem que pagar royalties pela exploração...
     
  17. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Ainda bem que sairam do lugar comum de concordar com o cara. :P

    De minha parte, miséria está relacionado com dinheiro, tanto para ricos quanto para pobres. O autor do artigo é um pouco infeliz porque praticamente faz uma apologia para as pessoas não guardarem nada para o futuro, com o exemplo do pai!

    O problema é como GERIR dinheiro. Isso vale tanto para ricos quanto para pobres.

    Se o rico virou Tio Patinhas é miserável tanto quanto o pedreiro que compra trocentas coisas em 10 prestações e seu salário do mês já foi comido por um monte de empréstimos consignados.

    Agora, tanto o rico que sabe que dinheiro não é o fim, e o pobre que sabe que não pode ficar gastando como se não houvesse amanhã, estão ambos aproveitando o presente sem comprometer seus futuros.

    Com relação ao chato do Christopher, o problema nem é o fato dele não ganhar mais alguns milhões, mas o que significa um estúdio de Hollywood simplesmente lucrar com a imaginação de um autor. Neste caso o lucro não importa como pode ser melhor visto na greve dos roteiristas. É obrigação moral daqueles que carregam o legado Tolkien lutar contra esse tipo de abuso, quando muitos outros autores mais humildes (e roteirista É autor) não podem se manifestar.

    Se uma pessoa do ramo mas com poder e prestígio de igual calibre dos estúdios não dá o exemplo - ao contrário ignora como se fossem da mesma laia! - como podem esperar os trabalhadores por pagamentos justos?
     

Compartilhar