1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Dilma defende Estado palestino e exalta papel da mulher na política

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 21 Set 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Presidente falou sobre o tema em discurso de abertura da Assembleia.
    Ela também defendeu que Brasil tenha lugar no Conselho de Segurança.



    A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (21), no discurso de abertura do Debate Geral da 66ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), lamentar a ausência da Palestina na organização -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    afirmou a presidente.

    Dilma afirmou que reconhecer
    é decisivo para as possibilidades de paz no Oriente Médio.

    disse.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    A presidente Dilma Rousseff durante discurso na Assembleia Geral da ONU, em Nova York (Foto: Reuters)

    Papel da mulher

    Ao abrir seu discurso, a presidente afirmou que representa
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Ela é a primeira mulher a fazer o discurso de inauguração do evento, que, por tradição, cabe ao chefe de Estado brasileiro em razão de o Brasil ter sido o primeiro país a aderir ao organismo internacional, em 1945.

    disse, sendo aplaudida logo depois.
    completou.

    A presidente abriu e fechou sua fala na tribuna das Nações Unidas exaltando o papel feminino na sociedade e seu reflexo na representação política.
    disse.
    completou.

    Conselho de Segurança

    Dilma foi aplaudida também em outra oportunidade, ao defender a reforma dos assentos no Conselho de Segurança da ONU.
    disse.

    O Brasil, segundo Dilma,
    Crise

    A presidente também disse demonstrar preocupação com a crise econômica internacional.
    afirmou.
    Ela condenou "a manipulação do câmbio" por "políticas monetárias amplamanete expancionistas" e disse que
    que, segundo Dilma, são
    Em seu discurso, Dilma exaltou o papel de seu governo em contornar as turbulências da economia internacional.
    Na noite de terça-feira (20),
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    para cerca de 300 convidados em um jantar onde recebeu o prêmio de Serviço Público oferecido pelo instituto americano Woodrow Wilson, em Nova York. Ela afirmou ter "imensa preocupação" com as turbulências econômicas nos países desenvolvidos, mas destacou que o Brasil apresenta "fundamentos sólidos" para enfrentar esta "nova fase" da crise mundial.

    Após o discurso, Dilma disse que sua estreia na ONU foi "um momento muito especial" e "muito importante".
    Reuniões

    Antes de discursar na Assembleia Geral das Nações Unidas, a presidente teve uma breve audiência com o secretário-geral do organismo internacional, Ban Ki-moon.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    DIlma teve reunião privada com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na manhã desta quarta (21), em Nova York (Foto: Timothy A. Clary / AP Photo)
    Ao longo da tarde desta quarta, Dilma terá reuniões bilaterai, pela ordem, com o premiê do Reino Unido, David Cameron, com os presidentes da França, Nicolas Sarkozy, do Peru, Ollanta Humala, e da da Colômbia, Juan Manuel Santos. De acordo com o Planalto, mais de 40 países pediram audiências com Dilma. Devido à agenda apertada, a presidente precisou selecionar.

    Além de tratar da criação de um Estado Palestino, líderes dos mais de 190 países integrantes das Nações Unidas irão debater o futuro político da Líbia, que vive uma guerra civil desde fevereiro deste ano, quando grande parte da população se rebelou contra a ditadura de 42 anos do coronel Muhammar Kadhafi.

    A
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    deverá decidir se apoia formalmente o Conselho Nacional de Transição (CNT) líbio, formado pelos rebeldes que lutam contras as forças de Kadhafi. A tendência é de que as Nações Unidas defendam que o CNT assuma o poder provisoriamente e organize eleições.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 21 Set 2011
  2. Surpreendente, e de forma positiva.
     
  3. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    O discurso dela foi positivo, falou muito bem.


    E o Brasil está certo em apoiar a criação do Estado da Palestina assim como o mesmo Brasil deu o voto de Minerva através do Osvaldo Aranha para a criação do Estado de Israel em 1948.
     
  4. Talira

    Talira Usuário

    Gostei da representação do Brasil na ONU.
    Dilma, primeira presidente num país onde a mulher ainda é vista como inferior.
    Na roça onde eu moro, homem não pára a conversa para falar com mulher. É como se eu não existisse. Se eu quiser comentar alguma coisa, devo falar com um homem para que ele me represente na roda masculina, mesmo que esta roda esteja na MINHA COZINHA...
    Minha ajudante na casa só pinta os cabelos ou planta alguma rosa nova em seu jardim se o maridão der o aval.
    Pleno século 21.. Pode?? :blah:
     
    • LOL LOL x 1

Compartilhar