1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Detalhes dos filmes do hobbit, e as ligações com o silmarillion

Tópico em 'O Hobbit - os Filmes' iniciado por LordArcanum, 5 Jan 2014.

  1. LordArcanum

    LordArcanum Istari

    Pelo menos para mim, ficou bem obvio o lance do Peter J, estar trazendo diversos elementos do Silmarillion para os filmes do Hobbit (Principalmente nos sumiços do gandalf), mas ai, digam os detalhes que vcs, leitores fãs do silmarillion perceberam a mais nos filmes.

    No meu caso, um fato que na hora me desperto o interesse foi a arquitetura da fortaleza elfica da floresta negra, seria a antiga morada de Thingol, onde Turim Turambar fora criado?

    O que mais vcs falam?
     
  2. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Os sumiços de Gandalf são explicados nos apêndices de OSdA. Tem mais informações em Contos Inacabados, mas acho que PJ não pode usar por causa dos direitos autorais. De qualquer forma, acho que não tem nada do Silmarillion nos filmes.

    Sobre o reino élfico, ele foi fundado por Oropher, pai de Thranduil. Como falei aqui, ambos vieram de Doriath, mas o reino de Thingol foi pro saco no final da Primeira Era.
     
  3. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Menegroth, cidade de Thingol é a capital de Doriath. Esse reino élfico fica em Beleriand, a oeste das montanhas azuis, e foi submersa como toda a Beleriand na batalha dos valar.

    Portanto, assim como Grimnir falou, Dol Guldur foi construída em Amon Lanc, capital do reino de Oropher, pai de Thranduil. Então, apesar de Dol Guldur ter elementos élficos, está bem longe de Doriath. Não é o mesmo reino.
     
  4. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Quando o rei Thranduil fala que também há pedras que ele desejava no tesouro de Smaug ele fala em "pedras brancas, feitas da pura luz das estrelas". Eu me lembrei das pedras trabalhadas pelos Noldor, especialmente antes do exílio de Valinor.
     
  5. Grimnir

    Grimnir Usuário

    @Gerbur Forja-Quente, Dol Guldur tem elementos élficos? Eu concordo que Amon Lanc (onde está Dol Guldur) foi capital do reino de Oropher, mas achava que a fortaleza fora construída pelos servos de Sauron. Tem alguma evidência textual sobre a construção de Dol Guldur?
     
  6. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Então Grimnir, eu não sei te falar sobre uma evidência textual sobre a construção de Dol Guldur. Mas eu imagino que as construções élficas em Amon Lanc não foram totalmente destruídas para a construção de Dol Guldur. Isso porque Sauron não é muito de destruir ou construir. Ele usa muito a estratégia de ocupar. Como exemplos temos: Moria, Minas Morgul e Cirith Ungol principalmente. Mas eu lembro que em O Retorno do Rei é falado que as torres de vigia que Gondor construíu nas montanhas ao redor de Mordor foram ocupadas pelos orcs. Existem outras cidades e fortalezas que Sauron conquistou e não destruiu, mas ocupou como Gundabad.

    Pensando por essa linha de raciocínio, não me parece muito improvável supor que Dol Guldur tem elementos élficos do tempo de Oropher que Sauron decidiu não destruir, mas ocupar.
     
  7. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Bem, para as pistas do Silmarillion é possível descobrir elementos muito antigos que ainda permaneciam no mundo buscando os mapas, as genealogias dos povos livres e os líderes élficos da T.E. (T.A. - Third Age ou Terceira Era).

    Pelo que se conta, na história do Silma, consideramos o relato de O Hobbit e de OSdA como sendo um pequeno trecho de página já no final do livro sobre Sauron e da Guerra dos Anéis. Quero dizer, a fronteira entre os dias antigos e os dias médios era cruzada por elementos que sobreviviam a todo esse tempo, atravessando os milênios.

    Então, basicamente o que PJ faz (ou deveria fazer) é coletar dados que se refiram indiretamente ao conteúdo do Silma e permaneçam como um eco do passado de elfos, anões e homens.

    No que um dos exemplos é do tesouro acumulado na montanha o qual teve envolvimento de um dos 7 anéis de Sauron da época em que ele era "o senhor dos presentes".

    E que por causa dele houve o efeito colateral da riqueza dos anões que fora a ganância pelo ouro e que agia como "atrator de dragões". E que durante a posse dos 7 anéis que ficaram com os anões o povo deles não teve paz seja por conta de dragões de fogo (Smaug) seja por causa de dragões frios que vinham atrás da riqueza acumulada. Ou seja, se alguém possuísse um dos 7 anéis oferecidos por Sauron ficaria tão destinado a ser rico quanto de ser um dos maiores chamarizes de dragões (nota-se como era a malícia do plano de Sauron).

    E o padrão apontado se repete quando falamos em planos de longo prazo. Porque mesmo as armas encontradas por Bilbo seguem um destino que extrapola a época da aventura do livro. O próprio dragão dorme em cima de relíquias enquanto alguns personagens são eles mesmos relíquias vivas (Galadriel e Elrond). O próprio Aragorn seria criado dentro de uma espécie de museu numa vida dupla que cruzava várias vezes a fronteira do tempo real do mundo e a vida atemporal de Valfenda.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    No caso da vinda de Oropher suponho que tenha começado a partir de uma organização mínima, numa espécie de campo de refugiados de colonização provenientes da catástrofe, dotados inicialmente de menos recursos que evoluíra para algum tipo de povoamento ou cidade, vindo a se recuperar e crescer nos dias em que Sauron fora afrontado por Númenor (desde a captura e o retorno se passam centenas de anos)

    De modo que com a aproximação e chegada de Sauron a cidade ou cidadela possa ter adquirido as feições de um forte ou fortaleza com adaptações erguidas para satisfazer as necessidades militaristas de Sauron (era hábito dele formar exércitos e investir em arquiteturas rígidas).
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Grimnir

    Grimnir Usuário

    @Gerbur Forja-Quente, eu achei as seguintes informações, ambas dos Contos Inacabados:

    Conclusão: Oropher partiu de Amon Lanc em algum momento da Segunda Era, já que ainda existiam anões em Moria nessa época. Além disso, é dito que Dol Guldur foi contruído após o primeiro milênio da Terceira Era, justamente quando o espírito de Sauron voltou.
     
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar