1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Desencanto da noite

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por G., 6 Jun 2011.

  1. G.

    G. Ai, que preguiça!

    [align=center]Desencanto da Noite[/align]

    E então devo agir como combinado. Porém faltam-me estímulos. Ademais, possuo um dos mais aterradores males humanos: é a timidez que sempre me trouxe a mim, impedindo-me ao sucesso.

    Acontece que é inevitável em algum momento em vida ocorrerem às funestas chamas da paixão.

    E lá está ela; Ela, a minha amada, minha fuga, meu sofrimento. Entre difusas névoas, faz-me em contentamento perder a sanidade rumo ao seu encontro.

    Pois que essa força de atração me esmorece; e vou sôfrego em sua direção; hesitando, posto que me venham súbitos clarões de consciência, fazendo-me refletir minha presente condição.

    Porém em uma última torrente de delírio, me posto diante de seus pés. Negra de noite em vestes; pálida, translúcida de lua.

    E agora que ultrapassei a fraqueza a mim acometida, em êxtase fico por poder requisitar à dama da Noite o repouso que em febril desespero ansiava.

    Mas eis que, pela minha demora, a amada requerida não mais pode permanecer.

    É o Sol, inspirando cega felicidade, que está a surgir.

    Fora dos desvarios meus, agora, em furor me vejo atirado à mais plena vida. O sufoco vivaz me transpassa em tenros afagos.

    Oh! Que dor pungente que me enlaça. Longe estou do meu amor.

    Em rejeição ao meu recente opressor, entretanto, ergo minha vingança: refuto terminantemente em entregar-me!

    ______________________________________________________________

    Como acontecido da outra vez que postei algo no meia, é com receio que posto esse aqui também...
    sinto que está muito... amador e fútil.:vergonha:
    mas vai assim mesmo...:vergonha:

    Ah! e como não sei como bota parágrafo aqui, estão divididos em espaços, heheh
     

Compartilhar