1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Descoberta consegue livrar pacientes diabéticos da aplicação de insulina

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Fúria da cidade, 9 Nov 2012.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Uma terapia testada durante nove anos por pesquisadores do Hospital das Clínicas da FMUSP/Ribeirão Preto conseguiu livrar pacientes diabéticos da aplicação de insulina. A técnica consiste no transplante de células tronco do próprio paciente, o que faz com que o pâncreas volte a funcionar novamente. Carlos Eduardo Barra Couri fala sobre a nova descoberta. Clique no vídeo e confira!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Ótima descoberta e boa noticia pros diabéticos!
     
  2. Pearl

    Pearl Usuário

    Eu achava que essa alternativa já tinha sido testada antes. :think: Bom, normalmente a insulina é usada nos pacientes de diabetes tipo 1 que tiveram as células beta pancreaticas destruidas por componente autoimune, o que é descoberto na infancia. Se, mais tarde, essas células forem resteuradas e se manterem, realmente é ótimo, resta saber se a reação autoimune não vai persistir e destruir novamente as células restauradas. Já no caso do diabetes tipo 2, sei lá, no diabetes tipo 2 a insulina pode inclusive cursar alta, envolve muito mais o metabolismo da glicose levando a resistência periférica a ação da insulina, então essa terapia não faria sentido.
     

Compartilhar