1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Eleições 2006 Desabafo

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Edrahil, 24 Out 2006.

  1. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Olá. :tchau:

    Não pretendo aqui criar aqui um debate, mas apenas fazer um desabafo, do que vejo a respeito da corrida presidencial.

    Não quero que todos concordem comigo, nem mesmo que me respondam a mensagem. Se alguém não concordar, tudo bem, somente respeite minha opinião. Se concordar, pelo menos não me sentirei uma voz solitária ecoando no deserto.

    Antes de concordar ou não comigo, ou de criar uma antipatia pelo texto, leia a mensagem inteira. Não só o começo, nem mesmo o somente o final.

    O Brasil tem algo que deveria servir de modelo democrático para o mundo inteiro: temos um presidente que veio de uma região pobre (nordeste), um operário com vícios de linguagem.

    Muitos já diriam desde já: ISSO É UMA VERGONHA PARA UM PAÍS, TER UM ANALFABETO NO GOVERNO!!!!!!

    Não vejo assim. Mostra uma evolução no sistema democrático, onde até mesmo alguém de uma classe menos privilegiada pode chegar ao governo. Quem dera tivéssemos mais homens e mulheres assim, com interesse pelo que passa pelo país, de forma a lutar por direitos seus e de todos. Pessoas que se interessassem pela política de seu país, com opinião e conhecimento.

    Este mesmo homem, para quem se lembra dele em 1989, teve uma grande evolução pessoal, e não digo isso somente do corte de cabelo e da roupa, mas também do discurso. Acho que, por mais que o preferisse ao Collor naquela época, se ele tivesse assumido o governo talvez tivéssemos sérios problemas.

    Mas ele se adaptou às novas situações do mundo, abrandou seu discurso, etc.

    Com tudo isso, tentou algumas vezes ser eleito presidente, todas com grandes chances, mas somente conseguiu em 2002. E com uma grande votação.

    Chegou ao governo, e tem bons números e várias áreas, como mostram vários institutos especialistas. Isso é inegável. Teve grandes avanços, principalmente na área social. Temos que ter a decência de reconhecer melhoras no país durante o governo do Lula.

    O Presidente, que é filiado ao Partido dos Trabalhadores, sempre teve um discurso de ética, moral, etc. Ao contrário do que muitos podem achar, sempre tive grande admiração pelo PT, pelo seu posicionamento político, pela luta pela ética, etc. Sempre achei que se havia um partido na concepção da palavra, esse era o PT, que se diferenciava dos demais.

    Quando o Lula chegou ao governo, ele sempre disse que não se tratava de um governo de um homem só, mas sim de uma equipe, trabalhando em prol do país.

    Eu apesar de não ter votado nele, torci para que esse trabalho em equipe gerasse grandes frutos, até porque moro nesse país, e quero que ande para a frente, não só por mim, mas pelos meus filhos também. Pode até parecer algo egoísta ao pensar em sua própria casa, mas sei que não sou o único que pensa assim.

    No entanto, desde que a equipe assumiu o poder, começaram a aparecer escândalos, e através de gente aliada ao próprio governo. Não vou citar aqui um por um, até porque é desnecessário. Mas antes de continuar, quero fazer dois importantes registros:

    1. não vou ser leviano a dizer que é culpa do PT (embora muitos atos envolvam a cúpula do partido), pois acho que ele é maior que isso, e ainda tem muita gente boa lá dentro (não vou citar nomes para não correr o risco de queimar minha língua no noticiário de amanhã).

    2. o PT é um grande partido, e merece o respeito da mesma forma que os demais.

    Continuando ... assim como, a grande maioria da população gostaria que pessoas como Collor, ACM e Maluf já não mais figurassem no cenário político. Além de diversos atos pelos quais são acusados de cometer (desvio de dinheiro, jogo de influência, corrupção, etc. - com provas ou não, com julgamento ou não), eles representam um tipo de política que queremos afastar dos nossos olhos.

    E o PT, como grandes adversários políticos dos citados, defende o mesmo, e talvez até com maior ênfase.

    Mas, com todo o respeito, hoje não vejo muitas diferenças entre eles e o PT. Se Collor, ACM e Maluf tem grande votação, é fruto do “rouba mas faz”. Para mim o “faz” não justifica receber meu voto, se existe o “rouba” junto.

    Toda a crise do governo Lula escancarou que o PT é igual a qualquer outro partido, com seus defeitos e qualidades, e mais, pelo que fez de bom pelo país, mas também que houve muito desvio, jogo de influência, etc.

    Para mim, reeleger um governo que teve tudo isso, é ser complacente com toda a sujeira escancarada. É o mesmo que votar em Maluf e Collor. Não vejo nenhuma diferença.

    Não estou aqui querendo dizer que em eventual governo Alckmin não terá nada disso, o que até poderá ocorrer, mas isso somente se saberá se ele estiver eleito.

    Votar no Lula, é aceitar tudo o que foi feito: tanto de bom, quanto de ruim. É aceitar que se roube, desde que se faça. É aceitar a velha política. É passar a mão na cabeça e dizer: todo mundo faz, então, melhor que seja quem eu gosto.

    O que mais me chateia ... melhor, o que mais me decepciona, é ver pessoas que sempre meteram o pau na velha política, e hoje defendem com unha e dentes (quase cheguei a apanhar de alguns) um grupo que faz igual.

    Para aqueles que poderão pensar que sou cria da Veja, gostaria de dizer que não sou, nem a leio, e na verdade, nem gosto dela. Mas é importante relembrar que essa mesma revista, quando FHC era presidente, trouxe diversas matérias de capa contra ele. Se fosse cria da Veja, acho que seria membro do PSOL.

    Também, apesar de uma tendência tucana (que não nego), não deixo de votar em candidato de outro partido, como já votei no PDT, PFL, PT, PMDB e outros.

    Só peço que não limitem sua inteligência em pensar que se trata apenas de mais uma reclamação de tucano, mas deixo claro que me decepciona ver inúmeras pessoas defenderem um sistema político que eles mesmos criticam quando é com outros políticos.

    Não pretendo aqui ofender ninguém, mas se fizer alguém pensar a respeito, nem que seja para confirmar sua intenção de voto (seja no Lula ou no Alckmin), pelo menos algo ocorreu.

    Espero que não tenha sido uma perda de tempo ler tudo isso, e espero ter conseguido expor meu desabafo a contento.
     
  2. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Pelo visto, você deve ter recebido o mesmo e-mail que eu das capas da Veja na época do FHC não?

    Pra você ver a diferença, em 8 anos, foram umas 15 capas e isso porque a Veja é de direita :lol: Era o mínimo que podia ter feito. Não fez mais do que a obrigação em estampar os escândalos, sendo um veículo de comunicação. Então não me venha com essa de que "essa mesma revista, quando FHC era presidente" etc.
     
  3. Omykron

    Omykron far above

    eu só fico puto da vida com os discursos do lula é que ele tenta ser um FHC ou algo que o valha. ele só fala do fhc meu...
     
  4. Coisas que me deixam enojado nessas eleições, principalmente nesse segundo turno:

    - O PSDBFL se anunciando como sendo a salvação da moralidade e da ética. Aham.

    - O PT justificando as merdas do governo com o advento que os presidentes anteriores também fizeram merdas iguais ou piores. Quer dizer, se quer nivelar por baixo, que ótimo, a gente fica imaginando que o próximo governo só precisa ser um pouco melhor que esse, ou idêntico, pra atingir a "meta de exclência". Talvez isso até renda uma comparação Lulística com o Corinthians, afinal "ele até que não está tão mal, nem na zona de rebaixamento ele está mais".

    - A propaganda de ambos os partidos que utiliza os erros dos governos Lula e FHC, respectivamente, pra se promover. Isso quando não usa só de acusações e mais acusações, como o caso do dossiê do Lula ou dos abafamentos de CPIs do Alckmin. Te leva a pensar: "ok, ou um dos dois mente, ou os dois estão metidos em trocentas maracutaias (o que é mais provável), e eu tenho que escolher um dos dois pra cuidar do meu país?". Ou não, a gente escolhe o menos pior, o menos ladrão, ou o menos-algo-ruim-que-o-valha.

    - Meios de comunicação um tanto quanto impaciais. Mas isso não é dessa eleição só, pelo menos.

    - Etc.

    Só posso dizer que tudo isso me deixa triste. E desesperançoso quanto ao nosso país...
     
  5. Gildor

    Gildor Usuário

    Concordo 100% com o que o Edrahil e o Merry escreveram. É tudo muito triste e frustrante. Mas tem alguma coisa realmente prática a fazer? Não, é tarde demais pra isso. Daqui a pouco aparece um politicamente correto, pra usar termos como "consolidação da democracia" ou coisa do tipo. O fato é que nossas reclamações e sentimentos são apenas isso.

    Vamos esperar por mais quatro anos, e torcer pra que alguma estirpe decente de políticos se forme. Porque pra mim, petista virou tão palavrão quanto tucano.
     

Compartilhar