1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Dark Angel- Too fast my ass!

Tópico em 'Música' iniciado por Krebain, 23 Jan 2007.

  1. Krebain

    Krebain Banned

    Então, Dark Angel é uma banda do caralho. Embora eu tenha a conhecido há pouco tempo, só posso dizer que já a considero uma das melhores bandas de Thrash que já surgiu, fazendo um som absurdamente pesado e rápido, mas vejam só, com melodias 8-O É um riff monstruoso atrás do outro, de maneira que, no final, seu cérebro já se transformou em gelatina e explodiu por dentro.

    Mas foi uma banda que durou pouco tempo, tendo ao todo 5 albuns. E eu falo tudo isso ai só conhecendo os 2 primeiros. O debut deles foi o We Have Arrived, que já mostrava uma banda de Thrash promissora, mas nada que não tivesse sido feito por várias bandas antes. Era bom, mas podia melhorar. E nossa, como melhorou. 1 ano depois, o Dark Angel lançava um dos melhores albuns já feitos na história do Metal: Darkness Descends.

    E o que vemos, meus amigos, é um espetáculo de brutalidade e criatividade, lembrando o Reign in Blood do Slayer e o Bonded by Blood do Exodus, só que (8-O) melhor! Devem ter 30148124012 riffs nesse album, e cada um mais foda que o outro... Longas partes instrumentais, tempo quebrado e tudo isso sem deixar você respirar por 0,5 segs.

    Os vocais de Don Doty são perfeitos, as guitarras de Jim Durkin e Eric Meyer são pesadas e sujas, e seus solos de um milhão de notas por segundo são tão fodas quanto poderiam ser! O baixo de mike gonzales.. faz o que um baixo deve fazer. E, se você acha o Lombardo foda, ouça esse desconhecido Gene Hoglan, porque ele não deixa por menos. Ainda vou escutar os albuns que vieram depois, mas acho que é praticamente impossível eles superarem esse album.

    Enfim, ouçam essa merda. Se o máximo de peso que você escutou foi o Master of Puppets, cuidado, você pode ter um ataque cardiaco e morrer.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Edit: Pronto.
     
    Última edição: 23 Jan 2007
  2. Nandes

    Nandes Usuário

    Ok, só pro tópico não ficar sem nenhum post, como os seus últimos 5, eu vou comentar.

    Primeiro, não poste imagens do Metal Archives, eles impossibilitam isso e tals, fica uma porra de um "Metal-archives.com owns you!"

    Segundo, vou procurar ouvir a banda pra fazer um post melhor depois.
     
  3. Krebain

    Krebain Banned

    Caralho, mó impossível parar de escutar esse album 8-O Está no caminho de se tornar o melhor album de Thrash que eu já ouvi.

    Pior que esse vale a pena :lol:

    Eu achava que isso só acontecia de vez em quando e, como a imagem apareceu normal aqui, deixei assim mesmo. Enfim, mudei já.

    Boa :D
     
    Última edição: 23 Jan 2007
  4. Nunis

    Nunis Steve Young

    Bom, na cruzada do Bats para mais de uma pessoa postar no tópico dele aqui estou eu.

    Enfim, ele me passou o Darkness Descends e o álbum é uma máquina de riffs super fodas!!! WOOOOOW!!!

    Mas não é melhor que o Reign in Blood não. :oops:
     
  5. Nandes

    Nandes Usuário

    Po, então é um saco hein? Porque o Reign in Blood não tem absolutamente nada de mais, puta coisa chata. Slayer tem coisas bem melhores.
     
  6. Knight

    Knight Rider On The Storm

    Eu ouvi duas musicas, e a banda é boa pra caralho mesmo. Não sou grande conhecedor de thrash pra comparar com outras, mas sei que essa vale a pena dar uma escutada /o/
     
  7. NightRaven

    NightRaven Banned

    q cuzão!! prefiro SABUGO DE MILHO !!

    uahuahuahuahuahu
     
  8. Krebain

    Krebain Banned

    Já que só eu acho o Darkness Descends absolutamente maluco de foda, vou me divertir e fazer um review faixa por faixa dele.

    -----
    01- Darkness Descends
    Bem, tudo começa com a que dá nome ao disco. E olha que chique, essa música tem até intro. Só que quando o Dark Angel faz intro, ele quer dizer "Prepare-se, você vai morrer." Ao contrário de uma música inútil e pomposa, a intro é uma distorção de guitarra vem crescendo e explode em um riff monstruoso. Pronto, acabaram os únicos momentos de paz e sanidade que você teve na vida. E é só o primeiro riff. Quando entra a bateria e a coisa fica mais rápida, um tal de Hoglan na bateria destrói muito mais aqui do que um tal de Lombardo jamais fez ou fará. E. ao contrário de bandas Vio-lence, o vocal é realmente bom e funciona perfeitamente.

    Sério, escutem o riff em baixo das linhas vocais. Escutem a thrash break antes do solo. Escutem o solo. As viradas da bateria. Agora grite o refrão e quebre a casa. É só a primeira música.


    02- The Burning of Sodom
    FUDEU. Começa com um riff montruoso. Porra, 9 segs depois, OUTRO ainda mais mostruoso e doente. Cacete, isso é muito rápido, meu pescoço tá doendo caralho! A música mais rápida e agressiva desse album, and that means a lot. Aliás, essa é provavelmente a música mais agressiva que eu já ouvi. Refrão, solo. Aí, como eles não querem que você morra, ainda, tem uma quebra de tempo e as coisas se acalmam, mas mesmo assim continua mais fudida do que a maioria das coisas do mundo. Ai uns 30 segs depois... acelera de novo e só no final da música você percebe que passou 3:16 sem respirar.


    03- Hunger of the Undead
    Porra, cacete, que merda, que riffs são esses. Não dá para seu coração não acelerar e você não ter vontade de matar seus avós. Aos 1:20, uma parada de 1 seg e seus avós morreram. Tudo bem rápido, até que um riff fudido e cavalgado entra. Esse album tem isso... Sabe aquele riff que se você tivesse composto você mostraria para todo mundo e se orgulharia? Aqui ele é usado por 30 segs e depois entra outro ainda melhor. A capacidade desses caras de botarem riffs e mais riffs fodas e tudo se encaixar é impressionante.


    04- Merciless Death
    Começa com uma introdução de baixo macabra e até bonita. Aí acaba e entra um riff fudido. Pera, o que houve? Ah, o riff fudido acabou e entrou um ainda mais. Isso acontece bastante no Darkness Descends e ao contrário de bandas como Morbid Saint que o Thico comparou, ou o próprio Reign in Blood, isso aqui não é simplesmente um amontoado de boas idéias que no final fica tudo meio confuso. Isso é perfeição. Outra coisa boa são os refrões, que não fogem a regra do grudento, agressivo e empolgante... Nada de coros aqui, bichas.


    05- Death is Certain (life is not)
    Normalmente a quinta é uma balada, então o Dark Angel fez questão de que essa não parecesse nem um pouco com uma. Agora eles fazem o inverso, começam com uma intro de batera para depois entrar as guitarras. Foda. Eu já disse que as viradas do Hoglan são tão boas e importantes para as músicas quanto os riffs? Então, são.
    A música segue a linha infalível de fazer você querer quebrar a parede bangueando. O vocal vaza durante 1 minuto só para os caras desfilarem riffs e depois entrar um solo. E cara, até os solos são bons.

    Aí você escuta um riff... e o que é isso? Sim, uma melodia linda surge quando solo termina. Uma guitarra acompanhada depois pela outra e que poderiam muito bem estar em um album do Maiden ou do Judas. Foda.

    Ok, porradaria, pode voltar até o final da música. Voltou :D


    06- Black Prophecies
    A maior e a música mais lenta que você vai achar aqui. Começa explosiva e tals, ai entra um riff cavalgado e absurdamente pesado. Novo riff, as coisas agitam... Novo riff, eles misturam a cavalgada e a velocidade e fazem outro riff melhor ainda. Pera, outro riff... Opa, voltou ao outro. Opa, outro para acompanhar a linha vocal. E por aí vai cara... 8 minutos de riffs e tempos malucos, uma hora rápidos pra cacetes, depois diminui, ai fica cavalgado, ai rápido de novo, aí acompanhando a linha vocal etc etc. Uma das músicas com mais riffs que eu já ouvi na vida...

    E outra coisa, as letras desse album são muito melhores, mas muito melhores que a grande maioria das bandas de Thrash. Ok, também não é grande coisa, mas não deixa de ser um ponto positivo :lol:


    07- Perish in Flames
    A última. Sim, só tem 7 faixas. E tipo, agradeça, mais 1 ou 2 faixas e você implodiria. Não que você não imploda com essas 7, alguém que não esteja preparado pode muito bem morrer (Regente, cuidado). Bem, Perish in Flames consegue ser tão foda quanto o resto, aliás, é uma das melhores aqui. O riff inicial com a batera etc é um doente. Aí com uns 40 segundos de viradas e de dor de pescoço, uma paradinha e....OUTRO riff ainda MELHOR cacete. Porra, eles não conseguem errar :feliz: Essa música é uma das mais brutais.

    Agora, escutem a porra da bateria na porra do refrão. Deus, é você?

    Depois dos refrões sempre tem uma paradinha para o riff voltar. E ela sempre te pega pelo CUH e te joga para a parede e depois até o chão, várias vezes.

    Com 2:58 a coisa desacelera para uns 300 bpm e você banguea até a morte. Aí a música vai acabando... NÃO, ESPERA!!! OS RIFFS VOLTAAAAAAAAAM :loko:

    Perish in flames, die in flames, perish in flames die in flames DIEEEEEEEE

    *Explosões de guitarra e bateria*

    Acabou.
     
    Última edição: 27 Jun 2007
  9. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Estou com esse álbum aqui, mas ainda não o ouvi, será que devo?

    Eu não quero morrer :osigh:
     
  10. Faramir Estel

    Faramir Estel By Demons Be Driven

    Porra, preciso escutar esse album! Foi a melhor review que eu já li, ganhou daquelas da Rock Brigade anos 80. :rofl:
     
  11. Myamoto Musashi

    Myamoto Musashi Usuário

    Depois dessa, vou escutar esse álbum.

    Acabei de ler na Wikipedia, o álbum Time Does Not Heal deles contém 246 riffs. Que absurdo!


    Você escutou os outros discos deles?
     
    Última edição: 28 Jun 2007
  12. Krebain

    Krebain Banned

    Escute sim, no volume máximo e de preferencia sozinho em casa, para não machucar ninguém.

    Mas uma coisa... Apesar de ser Thrash e brutal pra caralho, esse album demanda atenção pra cacete e tem que ser ouvido várias vezes... Cada vez que você escuta, você descobre mais coisas e fica cada vez melhor.

    São fodas também, mas não tanto quanto o Darkness Descends...
     
  13. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Estou na terceira música, Hunger of the Undead, e me pergunto qual a durabilidade da bateria, porque as porradas que ela recebe não são brincadeira, e como o guitarrista ainda tem as duas mãos também é intrigante.
     
  14. Nandes

    Nandes Usuário

    Assim, é o seu album de thrash favorito, Krebain?
     
  15. Silenzio

    Silenzio Visitante

    O review está fantástico mesmo. :clap:
    Deu até vontade de ouvir.
     
  16. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    O Krebain é sem graça. Eu não dei risada com o review dele. :neutral:

    Mas uma coisa ele acertou, e é o que importa: Darkness Descends é um álbum FODA.

    Tipo, Merciless Death é o cão!
     

Compartilhar