1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Dantes Livraria e Editora

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Clara, 26 Fev 2011.

  1. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    A
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    surgiu em 1997 no bairro do Leblon no Rio de Janeiro e, com uma proposta diferente das outras editoras brasileiras, não corre atrás de best sellers ou clássicos de venda certa.
    Ela especializou-se na edição de obras raras, com a publicação de textos muitas vezes inéditos de novos autores ou, no caso de autores conhecidos, textos inéditos e/ou perdidos e esquecidos em sebos ou na biblioteca nacional.

    Essa característica me levou imediatamente a fazer a conexão do logo e do nome da editora com trecho do poema "Os Lusíadas" de Camões:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    "As armas e os barões assinalados,
    Que da ocidental praia Lusitana,
    Por mares nunca de antes navegados,
    Passaram ainda além da Taprobana,...
    "

    Outra coisa interessante na Dantes são as coleções que publicou, como a "Coleção Babel" da qual faz parte títulos como: "Fogo nas Entranhas" de Pedro Almodóvar; "A Mulher Carioca aos 22 anos" de João de Minas (segundo a editora, uma espécie de Nelson Rodrigues do início do século XX e elogiado por diversos autores em sua época, hoje é um completo desconhecido) e "Seis Problemas para Dom Isidro Parodi" contos policiais escritos pela dupla Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares sob o pseudônimo de H. Bustos Domecq.

    Outra coleção interessante é a "3 Contos", na qual cada livro contém três histórias sobre um mesmo assunto, escritas por diferentes autores: "A História Mais Bela do Mundo" três contos do mar da autoria de Jack London, Stephen Crane e Rudyard Kipling; "O outro", três contos de sombra tem histórias dos autores Jack London, Hans C. Andersen e R. L. Stevenson e "Au-au" três contos sobre cachorros, de Rudyard Kipling, Dias da Costa e João do Rio.

    Comprei três livros dessa editora carioca (que encontrei na livraria Martins Fontes, no centro de São Paulo): "O Subterrâneo do Morro do Castelo" de Lima Barreto; "O Outro 3 contos de sombra" e "Au-au, 3 contos de cão".
    Todos foram publicados no formato de bolso, têm uma edição caprichada (embora frágil) e o preço ficou em torno de R$ 20,00.

    Achei que valeu a pena e pelo menos uma das outras publicações da editora chamou minha atenção, a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , mas essa acho que vai ficar na vontade mesmo e por um bom tempo, até minha conta corrente permitir. =/
     
  2. Tilion

    Tilion Administrador

    Detalhe que a grafia usada
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    em questão no poema em si não é "dantes", mas "de antes".

    "Por mares nunca de antes navegados"

    Pelo visto "dantes" acabou se tornando um daqueles erros consagrados e a maioria das pessoas agora acha que essa é a forma que aparece no poema.
     
  3. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Editei o post original, que está devidamente corrigido. :sim:
     

Compartilhar