1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[D&D 4.0] Grécia e além - OFF

Tópico em 'Play by Forum' iniciado por Biorn, 1 Set 2009.

  1. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    Aqui será o OFF desta aventura grega. O nome ficou escroto mas não consegui pensar em algo melhor :P

    EDIT: Como que ficou o primeiro Post?
     
    Última edição: 1 Set 2009
  2. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    =P sei lá, primeiro PBF que eu participo ativamente desdo primeiro post heaeoaihaiaeh
     
  3. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Achei esquisito, kkkkk, onde os Pj's entram nisso?, não acho lógico por meu personagem numa budega bebendo com os outros o_O. kkkkkkkkkkkk
     
  4. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    Acho que ele vai fazer um tipo de inicio desses pra cada um de nós, esse foi o meu.
     
  5. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Ficha
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Background:

    Spoiler:
    Dasdingo é um Xamã da conhecida tribo dos Gotricks, uma tribo mais antiga que a fundação da Grécia que aprendeu ao longo dos anos a conviver com o surgimento a crescente expansão de tal país, durante anos Grécia e os Gotricks batalhavam por terras, mas essa guerra nunca tinha fim, pois os Gotricks eram bastante populosos e tinha um vasto território vizinho à Grécia, porém depois de anos de batalha eles fizeram um acordo de paz inicialmente, e posteriormente de aliança.
    Os Gotricks e a Grécia começaram a manter relações comerciais e sempre que surgia um inimigo eles se aliavam para combatê-los, garantindo a sobrevivência da Grécia e dos Gotricks.
    A liderança dos Gotricks era sempre controlada por um Xamã e essa liderança passava de geração para geração, sendo eleitos os Xamãs como as monarquias, por sangue e descendência do ultimo Xamã.
    Desde pequenos os Xamãs treinavam seus filhos e o ajudavam a se comunicar com os espíritos da natureza e assim fazia despertar neles o poder escondido que todos os membros de puro sangue dos Gotricks possuíam.
    Com Desdingo não foi diferente, ele estudou muito com seu pai ao mesmo tempo em que aprendia sobre seus vizinhos gregos aprendeu também a lhe dar com a diferença, afinal seus costumes e dos gregos eram bem diferentes. Desde pequeno Desdingo era guerreiro e, durante seu aprendizado com seu pai decidiu seguir o caminho conhecido como Xamã Pantera, que convocava os espíritos da natureza principalmente para ataques. Ao mesmo tempo em que estudou parte da cura para tratar das feridas do seu povo e tornou-se o dono de Aracna, uma aranha gigante que passou a surgir como parte de seu espírito. Ela era como uma aranha comum, de um negro absoluto seus olhos eram diferentes, vermelhos como sangue, além disso viaa-se uma espécie de aura avermelhada que a envolvia, afinal Aracana era uma parte do Espírito de dasdingo que se manifestava ou desaparecia quando ele desejasse.
    Desdingo era conhecido por sua personalidade séria e severa para com seus inimigos, porém piedosa para seus aliados, ele era um grande líder de seu povo, chamado por eles de "Dasdingo o Grande Senhor dos Gotricks" mas preferia não tentar liderar algum outro povo diferente do seu, como muitas vezes fez quando lutou ao lado dos gregos em batalha. Desdingo obedecia a seus aliados caso estivesse com suas tropas, mas se estivesse no comando de seu grupo ele não hesitava e os liderava para a vitória.
    Desdingo costumava ser o diplomata de sua tribo para com os gregos, porém resolvia questões de todos os tipos, desde comercio até guerras contra inimigos em comum. Ele preferia ficar em sua tribo, mas sempre apostos para qualquer pedido de auxilio dos gregos.

    Residência:

    Dadingo morava no Palácio de Gotrisckania a capital do reino dos Gotricks, era um grande palácio encravado no topo do morro de Gargia feito de pedras e madeira, decorado com folhas verdes de todos os tipos de árvores que eram encontrados, no centro do palácio além do trono existe um grande lago, o qual todos julgavam que tinha poderes curativos e que alí o mundo real e o espiritual se encontravam. Na torre mais alta do castelo de dasdingo que era uma grande árvore encravada dentro do palácio com escadas em seu interior que levavam a seu cume e de lá muito do reino e da grécia se via. Ali Dasdingo costumava observar e passar o tempo com seu filho Dasdon e sua mulher Dadria.

    Passei meu BG pra cá
     
  6. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    É, mas Lyvio, você vai ter que escolher que cidade-estado grego é seu aliado, pq a grécia nao esta unificada
     
  7. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    o.o fui ler agora o BG do lívio, tá eskisito =O não leve a mal plz
     
  8. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Poque criei um reino que não existia na grécia antiga e ele é um senhor supremo de seu povo?

    Eu não achei, não costume perder muito tempo tentando montar um BG extraordinário...
     
    Última edição: 1 Set 2009
  9. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    Pelo ponto de vista imaginário não, mais tipo, do ponto de vista mais realista é esquisito, por isso pedi pra não levar a mal entende?
     
  10. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Eu entendi esse ponto da realidade, mas eu sou um Xamã, convoco as forças espirituais, não vejo lógica em por um Xamã, em uma familia tradicional e rica da grecia entende?, para mim xamã é de tribo e como não conhecia tribo nas redondezas da grecia criei ela.
     
  11. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    Não fi, ce não entendeu xD, o que quero dizer é que não da pra você ser aliado da grécia inteira, pq a grécia não é um país unificado, você teria que escolher uma das cidade-estados como sua aliada
     
  12. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    Biorn, vc podia botar o nome da aventura de acordo com oque você tem em mente, qualquer coisa que tenha haver com a história.
     
  13. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    Eu to meio que pensando basicamente isso xD, Grécia e além, vocês viajando pela grécia e pelos mares "além do mundo"(grego). Não consegui pensar em um nome melhor :X
     
  14. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    No prob então..
     
  15. Melroc

    Melroc Usuário

    Cara, não esqueçam de mim.

    Ta aí o meu BG:


    Nome: Heracles.
    Origem: Grécia, Atenas.
    Idade: 22.
    Conceito: Guerreiro Hoplita.

    O jubilo da batalha

    "Uma batalha não é bonita de se ver, menestréis e contadores de histórias clamam pela sua glória, mas onde eles enxergam heroísmo e honra, eu vejo apenas desespero, sangue e morte. E mesmo assim não desejaria estar em outro lugar.
    Aqui estou eu, em posição na linha de frente na batalha que está prestes a ocorrer. Alguns dos homens estão lutando sua primeira batalha, outros já mandavam pessoas para Hades antes mesmo de eu nascer, mas aqui somos todos irmãos, irmãos de armas. O medo e a ansiedade tomam nossos corações, alguns tremem de medo, outros tremem de fúria, alguém vomita logo atrás, outros rezam a seus deuses, mas nos mantemos firmes dando força um para o outro.
    O inimigo está do outro lado da campina, a uma distância de três vezes o arremessar de uma lança. Os bárbaros estão lá berrando e gritando como se fossem uma horda insana de animais sedentos, querendo tomar nossas terras, nossas riquezas e nossas famílias, nós não vamos deixar. As trombetas do inimigo soam e a horda bárbara explode em um grande urro, nós fazemos o mesmo para mostrar que não nos intimidamos facilmente.
    A trombeta inimiga toca outra vez, e eles irrompem em fúria, correndo em nossa direção, nos preparamos para recebê-los, corpos levemente abaixados, escudos levantados e lanças projetadas para frente, formando a grande parede de escudos. O chão treme, meu coração acelera, eles se aproximam e seus gritos ficam ensurdecedores e quando se encontram com nossos escudos, batem com força para tentar romper nossa linha, sou empurrado para trás com o impacto, mas tento me manter firme.
    O caos toma conta de tudo, o cheiro de cerveja e terra dos nossos inimigos se mistura com o cheiro de sangue e suor empreguinando o ar, gritos de dor e desespero por toda a parte, ouço o som de ossos esmagados e de sangue sendo jorradas, gargantas são cortadas, tripas espalhadas pelo chão e membros são decepados. Então um silêncio toma conta de mim e tudo parece andar devagar, entro em um estado transe e percebo agora que as coisas ficam mais fáceis. Defendo-me com maestria, e ataco com força quando tenho oportunidade, o jubilo da batalha toma conta de mim, o estado em que todo o soldado gostaria de estar, o medo e a dúvida se vão ficando apenas a fúria, a força e a vontade de vencer, a música do guerreiro.
    Como disse anteriormente, uma batalha não é bonita de se ver, mas é o único lugar que eu gostaria de estar."


    História

    Nascido em uma família de patrícios atenienses, seu pai, Melquíades, era um famoso general que lutou e venceu muitas batalhas, seus dois irmãos mais velhos eram grandes soldados e comandantes assim como seus antepassados que lutaram e morreram pela amada cidade de Atenas. Heracles sabia que também teria que derramar seu sangue pela mesma causa e até desejava seu destino e honrar seus antepassados.
    Heracles começou muito cedo a desenvolver suas habilidades, aos sete anos iniciou seu treinamento, seu tutor foi seu irmão mais velho, Evandro, pessoa a quem aprendeu a respeitar e que um dia se tornará seu senhor. Foram anos duros e penosos, onde Heracles aprendeu a não temer o inimigo, manter-se firme nas maiores adversidades e atacar com fúria e precisão quando preciso, adquirindo habilidade no uso da lança e do escudo.
    Oito invernos tinham-se passado quando ocorreu seu batismo de sangue, logo depois de sua entrada para as forças bélicas atenienses, fora mandado para o Oeste, ao sul da península itálica do outro lado do mar báltico sob o comando de Belisário, seu segundo irmão, para ajudar aliados de Atenas em uma guerra contra invasores da região, foi lá que ele lutou e matou pela primeira vez. Muitas batalhas se seguiram e Heracles era destemido e habilidoso, ganhando a admiração de seus colegas e o respeito de seus superiores. Mostrando que não era um soldado comum e que poderia se tornar um verdadeiro herói no futuro.
    Cinco anos se passaram antes de seu retornar para casa, e nesse tempo Heracles tornou-se um homem duro e disciplinado, aprendendo com extrema habilidade sua profissão de guerreiro. Lutou muitas batalhas e adquiriu alguma experiência com isso, conheceu outros povos e culturas diferentes que o farinaram e talvez por isso, quando retornou para casa, pediu para Evandro dispensá-lo de seu serviço, pois queria viajar e conhecer o mundo.
    Hoje Heracles tem 22 anos, é uma pessoa calma e agradável, mas sério e mortal em batalha. É honrando, corajoso e de uma confiança inabalável. Está em constante movimento pelo mundo grego, vendendo seus serviços como soldado profissional e guarda-costas, sempre à procura de novos desafios e aventuras, conhecendo novos povos e culturas diferentes.

    Desculpe a demora galera.:mrgreen:

    Hoje de noite eu mando minha ficha e imagem, blz?
     
  16. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Bior quais as cidades que estão em guerra para eu me posicionar?
     
  17. Melroc

    Melroc Usuário

    Ta aê minha imagem e minha ficha.

    Eu sei que a aventura já começou, mas se puder me colocar no meio, eu agradeço.:obiggraz:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Código:
    HERACLES
    Humano,  Guerreiro Guardião (Fonte de Poder Marcial)
    Nível 1, Leal e bom
    XP: 0
    Linguagem: grego, latim
    
    FOR 18 (+4)	+16 (inicial), +2 (Humano)
    CON 15 (+2)	+15 (inicial)
    DES 12 (+1)	+12 (inicial)
    INT 10 (0)	+10 (inicial)
    SAB 12 (+1)	+12 (inicial)
    CAR 10 (0)	+10 (inicial)
    
    Pontos de vida
    PV max:		35 	+15 (Guerreiro), +15 (CON), +5(talento) 
    Sangramento:	15
    Pulso de Cura:	7
    Pulsos/Dia:	11	+9 (Guerreiro), +2 (mod CON)
    
    Defenses and Senses
    	AC:   		19	+10(Normal), +0(1/2 Nível), +7(Brunea), +7(Escudo Pesado)
    		
    	Fortitude:	17 	+10(Normal), +0(1/2 Nível), +2(Guerreiro), +1(Humano), +4(mod FOR)
    	Reflexos:	14	+10(Normal), +0(1/2 Nível), +0(Classe), +1(Humano), +1(mod DES), +2(Escudo)
    	vontade:	12 	+10(Normal), +0(1/2 Nível), +0(Classe), +1(Humano), +1(mod SAB)
    
    	Percepção Passiva: 10 +0(Percepção), +10(Normal)
    	Intuição Passiva:  10 +0(Intuição), +10(Normal)
    
    	Inicitiva:	+1 +0(1/2 Nível), +1(mod DES)
    	Speed:       	5 +6(Humano), -1(Brunea)
    	Visão:		Normal
    
    Proezas:
    	Ataque Corpo a Corpo
    		Lança
    			Attack: 7 vs. AC +4(mod FOR), +0(1/2 Nível), +2(prof), +1(Guerreiro)
    			Damage: 1d8+5 +4(mod FOR), +1(talento)
    		Azagaia
    			Attack: 7 vs. AC +4(mod FOR), +0(1/2 Nível), +2(prof), +1(Guerreiro)
    			Damage: 1d6+5 +4(mod FOR), +1(talento)
    		
    		Espada Curta
     			Attack: 8 vs. AC +4(mod FOR), +0(1/2 Nível), +3(prof), +1(Guerreiro)
    			Damage: 1d6+4 +4(mod FOR)
    	    	Desarmado
    			Attack: 6 vs. AC +4(mod FOR), +0(1/2 Nível), +2(prof)
    			Damage: 1d4+4 +4(mod FOR)
    
    
    	Ataque a Distancia
    		Azagaia
    			Attack: 7 vs. AC +4(mod FOR), +0(1/2 Nível), +2(prof), +1(Guerreiro)
    			Damage: 1d6+5 +4(mod FOR), +1(talento)
    	
    	Sem limite:
    		1 - Golpe Fulminate	
    		2 - Maré de Ferro	
    		3 - Trespassar
    
    	Por Encontro
    		1 - Ataque de Cobertura
    
    	Diario
    		1 - Ameaçar o Vilão
    
    Características de Classe e de Raça
    	Raça
    		Poder Sem Limite adicional
    		Talento adicional
    		Períca de Classe adicional
    		Bônus na defesa dos Humanos (+1 em fortitude, reflexos e vontade)
    	Guerreiro
    		Aptidão com armas do guerreiro (uma mão)
    			+1 no ataque quando usa arma do mesmo estilo do escolhido
    		Desafio de Combate
    			Inimigo marcado ganha -2 no ataque em alvos diferentes do guerreiro
    		Superioridade em Combate
    			Dano de ataque +(mod SAB) em ataques de oportunidade.
    
    Talentos
    	Foco em armas (Lança)
    		+1 no dano com o tipo de arma escolhida
    	Vitalidade
    		+5PV adicionais por estágios
    
    Perícias
    	Nome		Valor	Mod	Hab	nível	treinado
    	----------------------------------------------------------
    	Acrobacia	1	+1 	DES	+0
    	Arcanismo	0	+0 	INT	+0
    	Atletismo	9	+4 	FOR	+0	+5
    	Blefe		0	+0 	CAR	+0
    	Diplomacia	0	+0 	CAR	+0
    	Exploração	1	+1 	SAB	+0
    	Furtividade	1	+1 	DES	+0
    	História	1	+0 	INT	+0
    	Intimidação	5	+0 	CAR	+0	+5
    	Intuição	1	+1  	SAB	+0
    	Ladinagem	1	+1 	DES	+0
    	Manha		5	+0 	CAR	+0	+5
    	Natureza	1	+1 	SAB	+0
    	Percepção	1	+1 	SAB	+0
    	Religião	1	+0	INT	+0
    	Socorro		1	+1	SAB	+0
    	Tolerância	7	+2	CON	+0	+5
    
    Inventario
    	Armas
    		Nome		Prof	DANO	Alcance	Preço	Peso	Grupo		Prop
    		-------------------------------------------------------------------------------------------
    		Lança		+2	1D8	-	5PO	3kg	Lança		Versátil
    		Espada Curta	+3	1D6	-	10PO	1kg	Lâmina Leve	Mão Inábil
    		Azagaia		+2	1D6	10/20	5PO	1kg	Lança		Pesada de Arremesso
    		--------------------------------------------------------------------------------------------
    		TOTAL					20PO	5kg
    
    	Armaduras
    		Nome		BA	BMM	Penal	Desloc	Preço	Peso
    		---------------------------------------------------------------
    		Brunea		+7	-	-	-1	45PO	22,5kg
    		Escudo Pesado	+2	-	-2	-	10PO	7,5kg
    		---------------------------------------------------------------
    		TOTAL						55PO	30kg
    
    	Outros
    		Nome		Preço	Peso
    		------------------------------
    		Algibeira	1PO	0,25g
    		Cantil		1PO	2kg
    		Corda (15m)	1PO	15kg
    		Mochila		2PO	1kg
    		Pederneira e
    		isqueiro	1PO	-
    		Ração p/viagem	5PO	5kg
    		Saco de dormir	1PP	2,5kg
    		------------------------------
    		TOTAL		11PO	25,75kg
    				1PP	
    	
    	Moedas
    		13PO	9PP = (1390PC)
    
    Descrição
    	
    	Cabelo= Castanho Médio, Olhos= Verdes, Sexo= Mascuino
    	Altura= 1,89m, Peso= 85Kg, Idade= 22
    	Deus= Atena
    	Origem= Atenas, Grécia
    
     
  18. PhantomLancer

    PhantomLancer Tauren dançante assusta um

    Vo fazer minha ficha com outro programa ou em algum site pra facilitar, com character builder não dá pra ver tudo =X
     
  19. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    Olha Lyvio, ainda tenho que ver isso, porem assim que saber te conto. Pode ser Atenas e Esparta, elas sempre foram meio inimigas, como tambem Ítaco e Troia.

    Melroc, começamos agora e ainda ninguem se conheceu, relaxa, está mais que bem vindo^^.

    EDIT: Se quiser pode começar a fazer seu post e começar sua história, porem tambem, se preferir, pode deixar que eu faça isso.
     
    Última edição: 3 Set 2009
  20. evincarzed

    evincarzed Usuário

    Tem espaço pra mais um? Não achei o post de convocação, então não sei se é aberto ou quais as classes permitidas. Prometo que posso criar um background rápido. :)
    [edit. Num falei que era rápido?]
    Pretendo fazer um bruxo, chamado Mnemon, descendente longínquo da casa atlante de Autócton (descrito no dálogo entre Timeu e Crítias no relato de Platão). Ao longo do jogo, Mnemon revelará detalhes da cultura e filosofia atlante (é o material do livro que escrevi. Tou pensando em publicar).

    Mnemon
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Atualmente chegando à arcádia vindo de navio da núbia (ou líbia) em um navio mercante persa, Mnemon tem um desprezo claro pelos árcades, que considera inferiores (tal crença é cultural, já que pela lenda, os beligerantes atlantes não conseguiram dominar a arcádia. Há rumores de que esparta adotou seu modo "espartano" em resposta à lendária invasão, mas acabou se tornando igual ao invasor. Quando dominaram os Hilotas e os tornaram seus escravos, Os espartanos consolidaram sua má fama entre os povos helênicos).
    Mnemon está buscando vestígios do poder de Atlan e dos outros titâs (ou primordiais, como eram também conhecidos), sendo esse seu pacto arcano.
    Tem 1,80m de altura (um gigante para a época, mas os atlantes eram considerados gigantes de verdade, com altura suposta em 2,5 m), pele escuro-avermelhada (como um mestiço de índio e negro, ou cafuso) e cabelo comprido negro e liso (deu sorte, herdou o traço da etnia amarela mais legal que é o cabelo bom). Fruto de um grupo étnico fechado que tenta preservar o pouco que sobrou da atlântida, deixou a fronteira entre o egito e a líbia rumo à europa pelo mar mediterrâneo em busca dos presságios que observou nas constelações.



    (Segue abaixo a crença da cultura atlante praticada pelo grupo de Mnemon, apenas como mostra cultural e não como uma tentativa de influenciar o narrador ou a estória. Eu gostei do ponto de vista atlante que inventei e o considero original. No entanto, ninguém garante que Mnemon - e seu povo - não é simplesmente maluco).

    Os atlantes eram humanos, sem dúvida, mas com certos traços genéticos particulares. Eram enormes, tinham duas fileiras de dentes sobrepostas e tinham seis dedos, parecendo índios de dois a dois metros e meio. Excelentes marinheiros, viviam em sua enorme ilha-vulcão-fortaleza (chamada de Atlan, onde hoje sería o arquipélgo dos açores) e guerreavam outros povos. Criavam elefantes como gado e bestas de guerra, assim como bois e ovelhas. Por sua superioridade física, eram considerados pelos outros povos "filhos dos deuses", mas eles consideravam tal afirmação uma ofensa.
    Diferente dos árcades, os atlantes não veneravam deuses, mas sim usufruiam dos titâs. Acreditavam que quem venera um deus é obcecado em tornar o deus poderoso, na esperança de que o deus devolva uma migalha desse poder ao devoto. Um deus não precisaria de devoção para sobreviver, mas teria bom uso para o poder que a fé de seus devotos lhe conferiria. Uma escolha idiota e covarde por parte de um devoto, Mnemon diria. Os titâs, diferentemente dos deuses, teríam um contato mais frequente com os humanos, como Atlan (chamado de Atlas pelos árcades) que sustentava o firmamento mantendo uma coluna que se erguia até o céu, impedindo que o céu caísse; Protomem (chamado de Prometeu pelos árcades) que ensinou ao homem como fazer o fogo e se civilizar.
    Nenhum Titâ pediu nada em troca pelo fato de sustentarem o firmamento ou espalharem o conhecimento. Simplesmente o fizeram porque era sua natureza, e ainda foram perseguidos pelos deuses. Sob o ponto de vista atlante, os deuses eram inimigos da humanidade e os titâs, benfeitores desinteressados. Como os titâs não tinham pontos de vista claros e pareciam pouco se importar com as consequências de seus atos, os atlantes concordaram que não davam a mínima e fizeram conforme acharam melhor: conquistaram o que puderam. Do norte da áfrica, groenlândia e américa do norte vestígios de sua cultura se espalharam. Aspectos de sua cultura, como construções e edifícios em forma de pirâmide (á imagem de sua ilha com o vulcão que representava seu titâ patrono, Atlan, que ficava em frente ao estreito de gibraltar, ná época conhecido como as colunas de héracles e para eles era a própria ilha) e ornamentos sobre a cabeça foram absorvidos pela cultura dos povos dominados pela sua enorme marinha. Sua escrita em ideogramas (como as runas nórdicas ou os ideogramas japoneses) permanecia secreta, mas sua língua semearia regiões longínquas (o idioma nahuatl dos astecas é absurdamente parecido com o japonês. O embaixador japonês conversou com índios mexicanos numa boa na ocasião da copa do mundo de 1986 e ficou surpreso com a semalhança das línguas. Na minha imaginação, é atlante antigo ;)).
    Aí veio a montanha flamejante do céu e o terremoto que afundaram o chão sob Atlan e o aprisionaram no fundo do oceano.
    Daí em diante, foi só desgraça. Desabrigados e sem pátria, os atlantes que não morreram miscigenaram e diluiram sua herança genética ao longo dos séculos, tornando-se mito.

    Imagem de um "gigante" conforme descrito pelos índios Pawnee (norte-americanos, no século 18, que deram a bufalo bill um osso de gigante). Gigantes são retratados em várias culturas no mundo (do pólo norte à austrália) e fazem parte até da bíblia.
    Supostamente tinham seis dedos e fileiras duplas de dentes. Polidactilia e dupla arcada são sintomas genéticos associados. Gigantismo também. Provavelmente os Atlantes estavam com problemas de reserva genética e precisando de "sangue novo".
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Depois eu posto a planilha.
     
    Última edição: 4 Set 2009

Compartilhar