1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

D&D 3.5 (chega a dar raiva...)

Tópico em 'RPG' iniciado por Skywalker, 4 Mar 2003.

  1. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Durante a feira de jogos Winter Fantasy nos Estados Unidos surgiram novas informações sobre a edição revisada de D&D. Um detalhe interessante foi dado por Anthony Valterra, da Wizards of the Coast, que revelou que tão logo os primeiros livros básicos foram lançados, o processo de playtest da edição revisada foi iniciado, tanto internamente quanto com grupos de jogadores afiliados oficialmente. Os focos iniciais eram pequenos erros e idéia de jogadores, que se transformaram aos poucos numa verdadeira enxurrada de informações e dicas quando os livros atingiram as lojas.

    As falhas que ficaram mais evidentes foram as de regras confusas ou mal explicadas, como os famigerados ataques de oportunidade; regras pouco desenvolvidas, como nas classes de prestígio, que atingiram um sucesso e atenção bem maior do que o esperado; e, finalmente, regras que eram simplesmente "quebradas", apelativas, como as magias Doença Plena, Velocidade e Cura Completa, que serão revisadas.

    Andy Collins (um dos autores do Epic Level Handbook) comentou, para alívio dos fãs, que as regras básicas e que dão cor ao D&D continuarão as mesmas. Nesse grupo estão incluídas as classes de personagens, testes e mecânica básica do d20 ("quanto maior o resultado melhor"), pontos de vida, classe de armadura, talentos, perícias, o sistema de magia (ironicamente, essa noticia não agrada todos os fãs) etc. A idéia é que todas as regras que dão o clima característico do D&D sejam mantidas. O foco das modificações será o de unificar e dar consistência às demais mecânicas do jogo que giram em torno das regras centrais.

    Em especial foram comentadas as regras de Redução de Dano. Ao invés de termos regras individuais de Redução de Dano para certas criaturas, todas agora passaram a usar um único sistema. Por exemplo: esqueletos sofrem apenas metade do dano por armas de corte e perfuração de acordo as regras atuais. Não importa o tamanho do atacante ou sua força, o dano sempre vai ser reduzido à metade caso a arma seja perfurante ou cortante. De acordo a edição revisada, os esqueletos passam a ter "Redução de Dano 5/Contusão". Sim, agora um esqueleto ignora os primeiros cinco pontos de dano do ataque a não ser que a arma usada seja de contusão. Isso dá muito mais verossimilhança.

    Outra modificação na regra de Redução de Dano veio devido às críticas de que armas de prata e outros materiais se tornavam rapidamente inúteis tão logo o grupo conseguia mesmo uma arma mágica +1. As novas regras acabaram com a hierarquia de materiais e armas mágicas como visto no Livro do Mestre. Por exemplo, um licantropo será ferido por armas de prata, mas armas mágicas não passarão por sua Redução de Dano a não ser que sejam também de prata. O novo Pit Fiend (Lorde das Profundezas), por exemplo, terá Redução de Dano 15/prata-sagrada. Isso quer dizer que um paladino precisará no mínimo de uma arma mágica +1 sagrada de prata para ferir o diabo. Toda essas mudanças vão mudar bastante a aparência de um grupo no sentido que guerreiros agora terão que usar mais armas secundárias feitas de materiais especiais e talentos como Saque Rápido serão bem mais importantes no meio do combate. Andy Collins ainda prometeu que novos materiais serão adicionados à lista básica. Teremos, por exemplo, criaturas que precisarão de ferro frio para serem afetadas.

    Indo para o tópico das classes, foi informado que quatro em especial receberão mudanças maiores. O Bardo, Druida, Monge e Ranger receberão as maiores modificações. Nada mais justo, visto que são as classes mais alteradas por fãs insatisfeitos. Druidas ganharam mais magias na sua lista. Bardos ganharam mais habilidades musicais, mais perícias e uma melhor descrição das suas magias. Monges não serão na verdade muito alterados, mas sim tornados mais fáceis de se jogar (provavelmente sem exigir tantos atributos altos). Rangers serão os que irão sofrer as maiores mudanças. No quesito de magias, a maior parte das modificações servirá para tornar as regras mais legíveis e claras. Algumas magias desequilibradas serão alteradas, como Velocidade, que inutiliza talentos como Acelerar Magia e torna conjuradores extremamente poderosos. A mudança provavelmente envolverá a limitação de que a ação parcial extra ganha com a magia terá que ser usada para ações físicas como combate, não magia. Falando em ações parciais, elas serão removidas do jogo. Teremos somente ação de movimento, ação equivalente a movimento, ação padrão e ação de rodada completa. A idéia é simplificar. No caso em que exceções sejam necessárias, como com os zumbis (que só realizam ações parciais), haverá regras específicas na descrição da criatura ou situação. Outros jogos como Wheel of Time, Star Wars e d20 Modern já não usam a regra de ação parcial. Os talentos serão simplesmente simplificados e sua leitura se tornara mais fácil.

    Muitas das alterações ficarão na mudança de nomes que antes confundiam os jogadores. Alguns apenas na edição em inglês. Por exemplo, a perícia Sobrevivência, conhecida em inglês como Wilderness Lore (literalmente Conhecimento sobre Natureza), passará a se chamar Survival (Sobrevivência) para evitar problemas com perícia Knowledge: Nature (Conhecimento: Natureza). Neste caso nós já estamos um passo a frente dos gringos.

    Entre outras adições, que vão desde novos dons para familiares a novas habilidades para classes como o ladino, temos a introdução de regras para "armas familiares". A idéia é que certas armas exóticas serão consideradas comuns para membros da raça com a qual tem ligação, o que aumentaria a individualização e clima de cada raça. Por exemplo: o machado de combate anão passa agora a ser uma arma comum para anões.

    Em termos de combate a edição atualizada vai abraçar de vez o uso de miniaturas e movimento tático. D&D irá pegar emprestado conceitos do jogo de miniaturas Chainmail lançado até pouco tempo atrás pela Wizards of the Coast. Antes que os roleplayers e fãs de interpretação reclamem, foi garantido que, assim como nos livros atuais, as miniaturas não serão necessárias para se jogar, apenas terão maior ênfase.

    No geral o Livro de Jogador será o que conterá maiores mudanças. O Livro do Mestre terá mudanças de ordem mais organizacional, mas também trará a descrição de novas classes de prestígio, novas habilidades especiais, novos ambientes e clarificações na criação de itens mágicos e nos famosos Níveis de Desafio. O Livro dos Monstros terá mudanças de natureza mais cosmética, com regras mais clarificadas para se jogar com monstros, um novo índice, além de agora conter apenas uma criatura por página (para o alívio de vários mestres).

    Quando D&D 3º Edição fora lançado, o autor Monte Cook disse que a intenção da nova edição era "deixar o D&D mais D&D". Numa alusão à famosa citação, Skip Williams disse que a intenção da edição revisada é "deixar a 3º Edição mais 3º Edição". Só nos resta aguardar.
     
  2. Stein

    Stein Usuário

    Hehe, mas capitalismo é assim mesmo :lol:

    O Ranger realmente está desbalanceado na minha opinião e as ações parciais eram um pé no saco...

    Mas não precisamos nos desanimar, tudo revisto será publicado em .pdf e disponibilizado pelo site da WoTC.
     
  3. Vinci

    Vinci Usuário

    Realmente. Acho que tiveram saco só pra colocar talentos de monge na lista... O monge ganha 2 talentos por nível!!! E 1D20 por um soco? :evil:

    Quanto ao ranger...
    Rastrear inimigo não tá com nada! :twisted:
     
  4. Melko

    Melko Usuário

    eu espero q esse pdf realmente saia... vou ficar furioso se não...
     
  5. Dårk_Fëanor

    Dårk_Fëanor Usuário

    Espero mto q esse pdf saia tbm ... Mas se nao sair saira algo soh com as mudancas ou simplesmebnte sera os 3 livros basicos revisados por aquele preco camarada de 70 reais?
     
  6. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    Sempre sai o PDF, para nossa sorte :D

    Acho normal que eles queiram revisar algumas regras que não ficaram muito bem explicadas no livro original, e ganhar um dinheiro extra encima disso :mrgreen:
     
  7. Green Arrow

    Green Arrow Usuário

    demoram o maior tempo, e mudam tudo!
    falta de respeito! :x
     
  8. Deriel

    Deriel Administrador

    Bobagem. Não é nem falta de respeito nem capitalismo (embora logicamente seja um produto e logicamente com destino à venda).

    É impossível criar alguma coisa perfeita ou próxima da perfeição no primeiro chute, não dá. Mesmo testes restritos (e são feitos muitos testes) não conseguem pegar todos os possíveis problemas. Só depois do grande público entrar em contato (e no caso do D&D o público foi grande MESMO) pode-se ter uma visão mais clara do balanço e problemas do jogo. Ainda bem que eles não deixaram como está e foram atrás na tentativa de aperfeiçoar!

    Peguem Warcfrat 3, por exemplo, um joguinho de PC. Apesar de anos de desenvolvimento e meses de beta teste, saíram n patches com balanceamentos e alterações, após o jogo lançado. Sim, os patches são gratuitos, mas mudanças são pequenas.

    Se as mudanças foram extensas, não tem jeito de lançar "erratas" (patches de livros) e sim deve-se lançar o livro de novo. E logicamente o livro tem um custo e tudo mais.

    Mas claro que ninguém será onbrigado a comprar o livro nem usar as regras e nomenclaturas alteradas, é só ficar jogando no atual e pronto ;)
     
  9. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Eu tb nao esquento com isso, depois é só pegar a lista de alterações(de verdade) que fizeram e usar aquilo que vc acha conveniente.
     
  10. Melko

    Melko Usuário

    mas tipo.. as mudanças não são extensas... as principais são as mudanças na RD, magias e nas classes...
    e eles disseram q iam lançar esse pdf...
    o q eu to preocupado q seja é se eles lançarem só no SRD do site...
    nuss a qualidade é pessima...
     
  11. inominavell

    inominavell Usuário

    nem to preocupado.
    alias, até to interessado pra ler a tal atualização.
     
  12. Kenobi

    Kenobi Usuário

    Eu vou comprar o livro novo, já vendi o meu antigo. 8-)
    Antes que um certo alguém venha me criticar, eu digo que sou adepto de passar o conhecimento adiante ao invés de trancá-lo no meu armário e inutilizando-o :wink:
     
  13. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Nada contra cara, jah fiz isso algumas vezes mas dessa vez to juntanto grana pra comprar outros livros que ainda nao tenho(Forgoten e livro dos monstros). Além do mais vender livro de RPG aki nao é muito facil, um fdp de um cebo teve a audacia de me oferecer 6 reais no livro do jogador de Ad&d quando eu tava tentando vendo-lo a muito tempo atras...(vender livro de RPG em cebo nao da, os caras nao conhecem e colocam o preço lah em baixo)
     
  14. Kenobi

    Kenobi Usuário

    Eu estava me referindo ao meu amigo e acumulador de livros Skywalker.
    Nem lembrei de vc cadu... :o?:
     
  15. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    hehe, falha critica no teste de Interpretação de Texto.
     
  16. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Eu não ia te criticar. Melhor ainda, pego o teu e tiro xerox. QUe bom q tu vai comprar. :mrgreen:
     
  17. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    É e não é... Seria uma prova de boa fé permitir aos que gastaram dinheiro comprando os livros que possam trocá-los pelas versões revisadas com abono... eheheh De fato era inevitável que surgissem problemas e ocorressem mudanças. Mas acho que tudo acontece rápido demais para que ignoremos o carater capitalista das empresas. Vários suplementos sendo lançados enquanto já sabiam q os mesmos estariam fadados a obsolescencia indicam isso...
     
  18. Deriel

    Deriel Administrador

    Isso pe utopia, um livro tem custos altíssimos, ainda mais um da qualidade do D&D terceira, que só pôde ser vendi do àquele preço pelas tiragens absurdas. Coloque-se no lugar: você faz um livro, e percebe que pode ser melhor, arruma e dá de presente outro livro no lugar? Você ficaria falido antes de começar.
     
  19. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Claro, e agir diferente disso, ponderando custos, mão de obra e margem de lucro é agir com uma visão empreendedora capitalista... :lol: :lol: :lol:
     
  20. Fala sério!!!!
    Não acredito!!! Logo agora que eu me rendi e comprei O Livro do Jogador!!!
    Ainda bem q ainda não comprei os outros! E nem vou comprar por enquanto. Vou aguardar pra ver como q fica...
     

Compartilhar