1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Croqui do Perfil Topográfico de Harondor - Ithilien do Sul e Mordor

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Lord Khamûl, 2 Abr 2008.

  1. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Para os amantes da geografia e cartografia tolkieniana, segue anexo o croqui que produzi do perfil topográfico de Harondor, Ithilien do Sul e Mordor.

    De acordo com a literatura tolkieniana, segue minhas seguintes análises:

    Verifica-se que o perfil topográfico desta porção da Terra Média é bastante diferenciado devido vários eventos vinculados aos processos de erosão e tectonismo. Os processos de erosão são permanentes e constantes ao contrário dos tectônicos, movidos pelos falhamentos geológicos e movimentos de placas tectônicas.

    Desta forma, verifica-se uma ampla região de planícies nos domínios de Harondor, com uma vegetação litorânea em seu litoral tendendo para esparsa ao londo do território. Assim que se adentra para o interior do continente, mais precisamento nos domínios de Ithilien tem-se a presença de depressões devidos os falhamentos geológicos e ao mesmo tempo o acúmulo de sedimentos provenientes da cordilheira das Ephel Dúath. Tais sedimentos são formados pelos processos externos como agentes de intemperismo sejam eles químicos ou mecânicos, como a ação das chuvas, ventos, agentes microbioloógicos e a própria interferencia antropológica no local. Desta forma, após a presença de depressões, tem-se o inícios de amplas florestas no sopé ocidental, ou à barlavento das Ephel Dúath que são consideradas um grande maçico rochoso, uma prova viva dos eventos geológicos provenientes de eras passadas. Tais eras surgidas pela ação dos Valar e do próprio Ilúvatar.
    A grande cordilheira é uma espécie de barreira natural contra o território de Mordor, se levar em consideração os aspectos naturais e ambientais. Os ventos quentes e úmidos advindos do mar quando chegam e se encontram com a barreira montanhosa tem uma grande presença de chuvas na porção ocidental, e quando se passa a sotavento as massas de ar já estão secas, pois perdeu umidade bem como continua quente. Esse é um dos fatores que explica a grande desolação de Mordor, com suas terras deserticas ao longo de seus domímios sombrios. Assim, fatores naturais e ambientais explicam e vão de acordo com as interferências orcnianas da região.

    Após passar as Ephel Dùath tem-se a presença do grande e desolado planalto de Gorgoroth. Logo em seguida a presença da grande Montanha da Perdição. Esta que é um resultado ativo dos processos geotectônicos no território de Mordor. Uma grande fenda em atividade constantes devido os falhamentos na região.

    Passando a Montanha da Perdição verifica-se as regiões de depressões e planaltos com menores altitudes mas com maiores acidentes, até chegarmos nas grandes serras que fazem perte dos domínios do Vale Escondido.

    No mais, espero que gostem e um grande abraço!!!
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição: 2 Abr 2008
  2. Asca

    Asca Usuário

    Muito legal, Belfalas. É muito bom saber que você ainda nos enche com artigos interessantíssimos e que nos ajudam a interpretar de uma forma melhor as obras.

    Eu fico me perguntando, qual seria o perfil topográfico de Moria, avaliando as montanhas sombrias?
     
  3. Gabriel Souza

    Gabriel Souza Usuário

    Muito legal, Alberto!
    Antes de mais nada, uma observação: vc deve ser uma das pessoas do fórum que tem mais fascinação pelo Harad e por Mordor, né? Sempre vc busca informações sobre essa região. Eu tb gostaria que o Tolkien tivesse deixado mais escritos sobre a cultura e modo de vida de povos distantes dos dúnedain e elfos. Pena que sabemos muito pouco sobre o Harad, ou Khand. Mas não dá pra agradar gregos e troianos sempre.

    Agora, sobre o tópico:
    1) Faz tempo que não leio as obras e gostaria de saber se há mais informações sobre processos tectônicos naquela área. Como a Montanha da Perdição é um vulcão, é de se pensar que por aquela região passasse um limite entre placas tectônicas (será que Tolkien pensaria nisso?). Só que a gente só ouviu falar de um vulcão na região.
    2) Eu já ouvi falar (nem lembro aonde) que a lava expelida por um vulcão pode fazer com que o solo fique bem mais fértil. Isso tá certo? Se estiver, então poderíamos esperar que alguma região perto da Montanha da Perdição fosse utilizável economicamente pra fins agrícolas? Se bem que eu tenho quase certeza que é dito em algum lugar da obra que a Montanha não "descansava nunca" ou algo do tipo.
    3) O formato que as cordilheiras das Ephel Dúath e Ered Lithui fazem é bem peculiar. Em algum lugar da obra é dito que Sauron ou (mais provável) Melkor levantaram essas cordilheiras afim de construir um território de defesa? Tipo, é que em termos geográficos, uma série de cordilheiras fazendo um formato de U seria bastante improvável, não é?
    4) Tecnicamente, está certo falar que a região de Ithilien seria uma bacia sedimentar?
    5) Por último e talvez a observação mais importante. As medidas das altitudes vc só supôs, não foî? Tipo, isso não tem explicitado em nenhum lugar e também não tem como ser inferido não é mesmo?? Claro, que é bastante óbvio que as cordilheiras seriam muito altas e as terras perto do litoral seriam baixas e tem a Montanha e tal, mas não temos muito mais informações que isto não é verdade??
    Obviamente isso não torna o trabalho mais chato ou pior, está legal do mesmo jeito, mas particularmente acho importante mostrar quais podem ser os pontos de partida pra falar sobre geografia na obra de Tolkien, quais características podem ser inferidas e quais características só podem ser imaginadas e especuladas, entende?


    P.S: esse tópico eu consegui ler, avaliar, parar pra pensar e fazer observações e perguntas, agora só falta eu fazer a mesma coisa com os outros trilhões, hehehe.
     
    Última edição: 2 Abr 2008
  4. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Pois é cara!

    Você sabia que tudo isso que discutimos sobre a geografia da Terra Média, dá um baita artigo?

    Você acertou! Eu sou fascinado pelos reinos de Harad, Khând, Rhûn, Mordor e toda aquela região que vai desde os Rauros até Harondor.
    Infelizmente, mas muito infelizmente Tolkien não deixou muitas informações sobre essas regiões da Terra Média, mas se ele deixasse, humm, acho que escreveria uma livro! :lol:

    Olha só Gabriel! Eu não vou te responder tudo agora, porque preciso sentar, refletir para responder, e neste momento estou sem tempo, pois tenho que planejar minhas aulas de hoje à tarde. Mas vou colocar alguns pontos:

    Todo solo proveniente de ações vulcânicas são férteis, super férteis, os mais férteis do mundo, solo de terra roxa, origem magmática além claro das terras da Ucrânia que possuem também uma das mais férteis os Chernozions, muito rico em matéria orgânica constante.
    Se levar por este lado, sim, a região de Mordor, sendo desolada e semi desértica, possuía solos férteis utilizados para os processos produtivos, Sauron era muito esperto de conhecedor disso também.
    Com relação as altitudes, este é um valor média das cordilheiras da região, até porque não é citado (pelo menos eu não vi) que nessas cordilheiras tinham neves eternas. E elas não eram as maiores da Terra Média, portanto elas apresentariam serras e cordilheiras com uma altitude variando entre 1.700 metros a 3.100 metros de altitudes. Mesmo assim, bastante altas.

    Na verdade, toda aquela fértil região de Ithilien do Sul era uma espécie de bacia sedimentar. Ela estava a todo tempo ao longo das eras recebendo os sedimentos provenientes dos processos de erosão das Ephel Dúath, processos esses relacionados a perda de material, e assim por dizer, processos denudacionais.

    Depois vou ampliar minhas respostas okay?
     
  5. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Com certeza! Vou te dizer uma coisa: Se alguém pudesse fazer isso esse algúem teria que ser ninja ou mágico. Mória internamento é impossível mesmo. Agora, as Montanhas Sombrias não é difícil não.:cool:
     
  6. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    grande alberto! :cerva:
    mais uma vez, meus parabéns, amigo!
    muito legal!

    agora, deixa eu te fazer uma pergunta: vc acha que tolkien conhecia bem ou razoavelmente bem de geografia para criar tantas regiões com características próprias? pq eu, na minha humilde opinião, creio que é impossível alguém fazer o que ele fez sem ter uma boa carga de conhecimento...
     
  7. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário


    Nossa! Tolkien conhecia pra caramba da geografia, pode crer nisso Ligia.
    Ainda mais ele um ser viajante que conhecia muitas regiões do mundo, isso ajudou bastante para produzir sua geografia.
     
  8. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Cara, tu ta te superando, vou te contratar pra desenhar um arquipelago pra uma idéia que eu ando botando no papel. Quais são os honorários?
     
  9. Gabriel Souza

    Gabriel Souza Usuário

    Tudo bem, esperarei e aí perguntarei sobre outras dúvidas que surgiram.
     
  10. Lyvio

    Lyvio Usuário

    realmente um parabés para o belfalas...é realmente impressionante, no más, eu tenho certeza que o mestre sabia tudo isso, até para detalhar as regiões. sem dúvida.
     
  11. Asca

    Asca Usuário

    Enfim, quanto fazer o topográfico de Moria, isso é barbada.
    Agora, quanto os conhecimentos geográficos de Tolkien, ah, isso garanto que eram vastos, uma vez que ele tentou da melhor forma, fazer a terra-média e seus povos, culturas e etnias aos moldes do nosso mundo. Não foi apenas colocando os orientais em khând por que eles combinavam com aquela terra. Ele analisou as características desse povo que ele inventou e o introduziu no se mundo da melhor forma, comparando com com a geografia do nosso planeta.
     
  12. zannah

    zannah The Red

    Vc se superou, mais uma vez.
    Parabéns.
     
  13. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Lew Morias e Eitaro:

    Há também este croqui esquemático de Harondor até regiões serranas pós Barad Dûr, quem gostar pode baixá-lo.

    Quem também quiser, fique à vontade para guardar...kkkkkkkkk
     
  14. Lórien Leaf

    Lórien Leaf Usuário

    Parabéns pelo brilhante croqui. Isso dá trabalho! E como sei...hehehehehe
     
  15. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Sim, além do vasto conhecimento geográfico e literário, Tolkien também era mestre e grande conhecedor de geopolítica, história, filosofia e sociologia.

    Ele analisou minusciosamente cada detalhe inserido na Terra média, detalhes estes que são muito afins com nossas realidades contemporâneas e do passado.
     

Compartilhar