1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Crônicas Birmanesas (Guy Delisle)

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por -Jorge-, 18 Fev 2011.

  1. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Nesta obra, Guy Delisle, autor de Pyongyang e Shenzhen, narra os 14 meses que passou em Myanmar, país sob uma ditadura, para onde vai acompanhando a mulher Nadège, que trabalha na Médicos Sem Fronteiras, e com o filho.

    Capítulos sobre fatos cotidianos se alternam com capítulos sobre a situação do país. Dá para ter uma ideia da história recente do país: colonização britânica e a invasão japonesa durante a Segunda Guerra; e da contemporânea sob a ditadura: blecautes, censura, disputas políticas no exército, interesses comerciais estrangeiros (como o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    citado por ele, mas não nomeado), a desconsideração pelo povo, enfim, sempre o que se vê em ditaduras.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O texto da contra-capa diz que ele: "traça um retrato atemporal, incisivo e sensível de Myanmar" o que eu acho um grande exagero. Para mim, se parece mais com o que ele diz no final: "tenho a impressão de ter visto o que tinha para ver", ou seja, a obra traz só alguns pontos sobre Myanmar, não chega a ser algo muito amplo, nem muito profundo. Não há denúncia. Falta o sentimento de revolta de uma denuncia. Daí que fiquei sem entender o endeusamento do Guy Delisle pelo Eduardo Medeiros do Mondourbano. Acho que vou ter que ler os outros livros para entender.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Pessoalmente, acho que os capítulos sobre situações cotidianas de Guy Delisle são bem melhores que os capítulos em que ele fala sobre a condição do país. Ele é muito tranquilão. Demais até. E meio bobo. Não dá para gargalhar, mas dá para achar graça.

    Uma outra coisa é que depois de ler as Crônicas Birmanesas, fiquei com muita vontade de ler os
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    do Orwell para descobrir porque é que ele saiu de lá.

    Recentemente, o Guy Delisle estava em Jerusalém e criou um blog com
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    bem legais de lá.

    No final, acho que vale a pena ler.

    [attachment=3345]
     

Compartilhar