1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Critica negativa sobre o livro.

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por -Feanor-, 5 Abr 2002.

  1. -Feanor-

    -Feanor- Usuário

    De um cara no fórum docinema em cena:

    Comentário: Me desculpe, mas filme deve se sustentar por si só e não ficar se apoiando em outras mídias. Se o filme "O senhor dos anéis" precisa do respaldo de ter sido baseado numa obra "legendária" blá blá para se sustentar como grande arte, então há algo errado com ele. Grandes filmes existem por si só, e os maiores chegam até a influenciar a literatura e não o contrário. Você quer comparar Shakespeare com Tolkien?! Perá lá. Não cometa sacrilégios. antes do tatataravô do Tolkien nascer, Shakespeare já escrevia peças excepcionais, com profundo painel psicológico, coisas que não vejo na obra de Tolkien. Que eu tenha errado o nome do vilão isso é o mínimo. O que conta é que ele não possui ambiguidades, é raso, é "malvadão" e pronto. Parece vilão de Scooby-Doo. Bem diferente de grandes personagens da literatura, como Don Quixote, em que fica a dúvida se ele é louco ou não, como Raskolnikov em "Crime e castigo", em que ningúem sabe dizer ao certo se ele é "mal" ou "bom". SDA pode até ser boa diversão descompromissada, mas está longe de ser grande literatura. Tolkien é mais maniqueísta que George Bush!! O passado de cristão ortodoxo deste escritor pode explicar muita coisa...

    Comentário: Que me perdôem os fãs de SDa, mas o filme/livro é maniqueísta sim. Não consegui ver nenhum atraço ambíguo em Sauron, nenhum atenuante. Ele é todo "malvadão". é caricatural demais, personagem perfeito para ser inserido em histórias infantis. E me desculpem se eu não ligo pro fato do livro ter bilhões de detalhes de relevo, vegetação, o escambau. Quero um livro e não um compêndio de Geografia :-). SDA é como um lago enorme com uma aréa de extensão vastíssima, mas com pouca profundidade. Como literatura não se equipara a um Dante, Shakespeare ou a um Cervantes, que podem até serem lagos de menor aréa mas muito profundos. E me descupem mais uma vez. Acho que grandes filmes devem se justificar por si só e não serem derivativos de outras mídias como teatro e literatura. Fazer decalque é muito fácil. A fantasia já está toda lá mastigadinha na cabeça dos espectadores. A tendência é o segundofilme da série ganhar menos oscars ainda. Apesar de tudo é uma boa historinha de faz-de-conta... e os efeitos são bem-feitos. Até a próxima!

    Não gostei não
     
  2. Sauron_Body

    Sauron_Body Usuário

    O QUÊ?????
    Sauron é como um vilao de SCOOBY DOO?????????
    Sem comentarios...
     
  3. Dagorlad

    Dagorlad Usuário

    eu aceito todas as criticas, desde que elas tenham fundamento.
    porque ele nao menciona tom bombadil/ feanor/barbarvore... personagens bem misteriosos e com grande grau de profundidade. ele deve ser mais um que soh viu o filme e critica o livro tambem. falar que tolkien nao tem profundidade eh afirmar nao ter lido os livros, quem nao se lembra com que beleza tolkien descreve lorien em A Sociedade Do Anel? o abismo de helm, fangorn, e a batalha em pellenor?
    ele no criticou o filme, ele fez suposicoes sobre a vida de tolkien.
    eu te garanto que ele nao leu os livros
     
  4. bombadil

    bombadil FATHERLESS

    que crítico ridículo. esse tem que queimar no mármore do inferno, ser lenha pro caldeirão de Sauron e ele provará o que é ser cozinhado pelo maior vilão da saga Scooby-Doo, nosso querido Sauron.
    Vai dizer que Tom Bombadil não é um personagem intrigante?
    Imagine o Gandalf e o tal Conselho Branco? Só fui aprender mesmo o que era o CB quando entrei na net e descobri pelo fórum os detalhes dos membros e qual seu objetivo na T-M. Que cara mais superficial... diz que os Hamlet da vida são personagens profundos porque outros críticos já falaram isso bilhões de vezes... agora esse aí é só um mané que não gosta de fantasia e acha que o SDA é tipo um HP e quer ganhar projeção internacional (quem sabe) por desafiar o mito das vendas, o SDA, feito por um ser de grande capacidade intelectual como o foi o nosso querido Tolkien.
     
  5. Sauron_Body

    Sauron_Body Usuário

    Mais uma pessoa que tem essa incrível habilidade de arrancar palavras da minha boca...
     
  6. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    "Comentário: Me desculpe, mas filme deve se sustentar por si só e não ficar se apoiando em outras mídias. Se o filme "O senhor dos anéis" precisa do respaldo de ter sido baseado numa obra "legendária" blá blá para se sustentar como grande arte, então há algo errado com ele."

    Até concordo com ele, mas como eu adoro SDA enquanto literatura naum posso responder se o filme sesustenta por si só sem ser influenciado.

    "Grandes filmes existem por si só, e os maiores chegam até a influenciar a literatura e não o contrário."

    cite um.

    "Você quer comparar Shakespeare com Tolkien?! Perá lá. Não cometa sacrilégios."

    naum da pra comparar, porque Shakespeare escrevia de acordo com sua epoca. tanto é assim que muitos poucos, mesmo ingleses, conseguem ler uma obra sua, no original. Mas no tocante a estoria tanto ele quanto Tolkien eram grandes escritores e qualquer discuçaum a mais sobre isto é questaum de gosto. Até porque a area de trabalho dos dois era diferente. Ninguem negua que em universo fantastico, Tolkien é o grande mestre.

    "antes do tatataravô do Tolkien nascer, Shakespeare já escrevia peças excepcionais, com profundo painel psicológico, coisas que não vejo na obra de Tolkien. Que eu tenha errado o nome do vilão isso é o mínimo. O que conta é que ele não possui ambiguidades, é raso, é "malvadão" e pronto. Parece vilão de Scooby-Doo."

    Se esse cara naum viu profundidade pisicologica em Tolkien, quem é ele pra falar sobre literatura? SdA é um dos livros que melhor trata a quastaum do mal, tanto do ponto de vista de mal na sua forma pura, quanto o mal da cobiça, do medo, da duvida, do egoismo, da desuniaum, efim, mal que pode estar presente em cada um de nos. Quem foi que disse que Sauron é o unico vilaum? Quantas vezes os propios herois naum lutam com um dilema propios deles? Sauron apenas figura como o grande mal, o mal na sua escencia( e eu desafio esse cara a fazer uma aventura fantastica sem a presensa de tal pessoa).

    "Bem diferente de grandes personagens da literatura, como Don Quixote, em que fica a dúvida se ele é louco ou não, como Raskolnikov em "Crime e castigo", em que ningúem sabe dizer ao certo se ele é "mal" ou "bom". SDA pode até ser boa diversão descompromissada, mas está longe de ser grande literatura. Tolkien é mais maniqueísta que George Bush!! O passado de cristão ortodoxo deste escritor pode explicar muita coisa..."

    sem comentarios, até porque muitos fans nem sabem que Tolkien era cristaum ortodox0, assim como provavelmente Shakespeare tambem era.

    "Comentário: Que me perdôem os fãs de SDa, mas o filme/livro é maniqueísta sim. Não consegui ver nenhum atraço ambíguo em Sauron, nenhum atenuante. Ele é todo "malvadão". é caricatural demais, personagem perfeito para ser inserido em histórias infantis."

    Mas acho que o grande segredo de uma obra de fantasia é o despertar desse lado infantil, onde tudo é possivel, onde a magia existe, e onde todo o alicerse das nossas crenças é formado. Eu ouvi SdA pela primeira vez aos oito anos de idade e simplesmente achei maravilhosa esta obra.

    "E me desculpem se eu não ligo pro fato do livro ter bilhões de detalhes de relevo, vegetação, o escambau. Quero um livro e não um compêndio de Geografia :-)."

    Naum, naum desculpo naum. Problema seu se vc naum quer toda as partes que servem, de um ponto de vista literario, brilhantemente para conduzir a estoria.

    "SDA é como um lago enorme com uma aréa de extensão vastíssima, mas com pouca profundidade. Como literatura não se equipara a um Dante, Shakespeare ou a um Cervantes, que podem até serem lagos de menor aréa mas muito profundos."

    analogia imbecil e sem sentido...

    "E me descupem mais uma vez. Acho que grandes filmes devem se justificar por si só e não serem derivativos de outras mídias como teatro e literatura. Fazer decalque é muito fácil. A fantasia já está toda lá mastigadinha na cabeça dos espectadores. A tendência é o segundofilme da série ganhar menos oscars ainda. Apesar de tudo é uma boa historinha de faz-de-conta... e os efeitos são bem-feitos. Até a próxima!"

    O que prova que esse cara é um tremendo idiota, por achar que é burrice tranpor uma obra literaria para as telas do cinema. Ainda bem que naum é todo mundo que pensa assim. E prova mais uma vez que naum passa de um americanizado idiota por achar que oscar é sinal de alguma coisa.
    E se deus quiser, Até nunca!

    E me desculpem vcs do forum pelo tamnho do post...
     
  7. Niniel Turambar

    Niniel Turambar Usuário

    lá vem.. lá vem mais um pseudo-intelectuoide... poxa, que mania de esculhambar Tolkien com base nos "verdadeiros classicos" da literatura. Eles vem com essa historia ... "ah, isso nao chega aos pés de Shakespeare ou Tolstoi... blah blah bha.." Pessoalmente, conheço todos esses autores e respectivos livros que esse individuo citou, e acho que Tolkien nao deve nada a eles, em materia de boa e classica leitura. Mas por que esse preconceito? Porque enquanto os outros autores escrevem "coisas serias", Tolkien está no genero literatura fantastica, tambem chamada de fantasia ou conto de fadas para crianças (sim, já ouvi gente falando isso sobre SdA)? Sinto esse preconceito toda vez que ouço uma critica negativa, como se o que Tolkien escrevesse nao fosse muito digno de ser levado a serio.
    Quanto ao maniqueismo, já discuti feio sobre isso em outro lugar, é um assunto delicado, mas há varias referencias no SDA que podem desmentir isso, como (bah, todo mundo sabe) a cobiça do anel, que afeta a todos, de simples e pacatos hobbits a sabios poderosos. Sauron vilao de historias infantis? Uau, esse cara tá precisando saber mais das coisas antes de escrever isso... Será que esse cara nao vê que estamos diante de grande viloes, no caso de SDA, Sauron e Saruman, porque eles nao eram mauzinhos desde o inicio? Eles se corromperam, quer maior complexidade q isso, um criatura q está "do lado certo" e de repente começa a enxergar as coisas de modo diferente... pensar coisas novas, a questionar o que ele é, o que está fazendo, de que lado está?
     
  8. Conan

    Conan Cavaleiro Pendragon

    Inclusive uma das grandes sacadas de tolkien é o fato de sauron ter optado pelo lado mau.
     
  9. Sercelda

    Sercelda Usuário

    Acho que ele foi infeliz ao citar Tolkien ao invéz de Senhor dos Anéis. Tolkien é muito mais que o Senhor dos Anéis. o LotR eh bem uma saga mesmo, um climax, mas e tudo que ocorreu antes?? E o Annatar??? E o fato de Sauron ter sido um Maia a serviço de Aule??? Por que será que ele não mencionou isto? A resposta é porque o digníssimo não conhece Tolkien. Se o dono da crítica estiver lendo isto, então eu sugiro que da próxima vez que se meter a fazer uma crítica, por favor, conheça o que está criticando, antes de sair falando besteiras por aí.

    Sobre o filme eu concordo com você em partes. Porém lembre-se que isto é uma adaptação, uma versão feita por um excelente diretor de uma obra épica, pelo menos assim a considero.

    Tenho dito
     
  10. Balbo

    Balbo Usuário

    Se realmente Shakespeare é o que ele diz, então deve ser muito bom. a qustão é que Shak. se aprofundava muito mais no lado psicológico, de um só indivíduo, enquanto Tolkien falva de um mundo completo, com todas as suas mitologias, ele se aprofundava de uma maneira muito mais abrangente.
     
  11. Omykron

    Omykron far above

    realmente, no q o bombadil disse eu concordo, se ele lesse pelo menos algo mais sobre o tolkien, começando pelo SDA, Silmarillion, hobbit, qual seja, ele vai ver q sauron não é soh um kra MALVADÃO, se ele ler nas entrelinhas do silma, percebe-se q ja na 2ª era, sauron só não é tão mal quanto o titio mormor(morgoth), pq ele era um maia bomzinho, se não, seria tão mal quanto ele.......
    se dizer q é sem profundidade..... a... me disculpa mas esse dai vai morrer afogado em uma poça de lama
     
  12. Prime Nazgûl

    Prime Nazgûl Usuário

    :x :x :x
    Aposto que esse cara ou não leu SdA, ou fala mal pra parece esperto, pq "SdA virou moda".


    Só li SdA e O Hobbit, mas pelo q eu sei, o Sauron foi basicamente "CRIADO" POR MORGOTH PRA SER TOTALMENTE CONTRA O MUNDO, OU SEJA, MAU.
     
  13. Mycow

    Mycow Andúril

    pra mim isso eh o cumulo!
    sem comentarios
    fala q sauron e todo malvadao, ridiculo, naum sei como conseguem falar isso, Scooby doo??
    faca-me o favor, se for escrever, nao escreve besteira
    sem comentarios!!!!!
     
  14. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Há dois problemas básicos que eu vejo nesse tipo de crítico: o primeiro, e principal, é que eles não consegum admitir a idéia de que um autor literário possa ter outras intenções que não o aprofundamento psicológico ou alguma metáfora alegórica que critique um momento histórico. Tolkien nunca quiz nada disso, nunca disse que queria. Seu desejo inicial era dar "pano de fundo 'histórico'" para as línguas que inventava. Então, passou a criar algo que abrangesse, como ele próprio dizia, "do cosmogônico ao nível do conto de fadas", do maior dos deuses à menor das criaturas. Esse tipo de crítico é o que não reconhece o valor e esforço nisso. Shakespeare e Machado de Assis não fizeram isso, e também não pode ser criticados, pois nunca foi sua intenção. É uma questão de objetivos e habilidades, totalmente relativa.
    O segundo, é o evidente desconhecimento da obra. E falar que Sauron é superficial agora, cinqüenta anos depois de escrita a obra é ainda outro descuido. Se Sauron se tornou um certo "estereótipo", é porque ELE foi a influência, não o contrário. Tolkien é a maior fonte de inspiração da fantasia moderna. Se alguém disser que SDA é uma história sem originalidade pois nada é mais comum que "um grupo de aventureiros com uma tarefa a cumprir", cai no mesmo erro. Isso se tornou comum(e uma origem do RPG) a partir de Tolkien,mesmo que já existisse relatos medievais e anteriores disso. Além do mais, o crítico parece ignorar as origens de Sauron(como já foi mencionado), seu breve arrependimento após a Guerra da Ira, seus disfarces. E talvez os maiores erros ao afirmar que o mal de Tolkien é maniqueísta(bem OU mal) são Boromir e Gollum( Denethor também se encaixa), pois o mal nestes personagens não é algo "visível" ou evidente,é sugestivo, conflitante(bem E mal). Ele é mais que uma ameaça, é uma tentação.
     
  15. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Eu concordo com vcs. Apesar de não ter nem lido SDA inteiro, achei a obra fantástica assim que comecei a ler. E não acho que tenha falta de maniqueísmo não, Gollum e Boromir são uma prova disso, como já foi falado. E uma coisa que eu acho bastante atípica é o fato de hobbits, que nem de longe se parecem com heróis (na aparência), conseguirem lutar e destruir o anel. Frodo por exemplo aparenta ser meio frágil no início. Ele mesmo diz que não era feito para buscas perigosas, no capítulo "sombras do passado". Mas depois se mostra bem diferente, mostra uma força interior mto grande e faz coisas que vc nem imaginava que ele iria fazer. Agora me diz uma coisa: o kra que fez a crítica não viu isso!! Só soube criticar a parte do Sauron parecer ser "todo malvadão" e tal...as coisas boas nem viu... :roll:
     
  16. Nienor Turambar

    Nienor Turambar Usuário

    Fantástica essa sua colocação, Sercelda!
    Era isso mesmo que eu estava pensando com meus botões ao ler os comentários do infeliz... Certamente o cara não conhecia o Silmarillion quando fez seus comentários. Espero sinceramente que o sujeito dê outra chance ao Tolkien e leia o Silma, daí quem sabe ele repensa seus "pré-conceitos"...

    Por outro lado, até entendo o raciocínio do cara em dois pontos e os rebato agora:
    1- estamos tão bombardeados por narrativas de fantasia (e eu acho isso ótimo) que se perdeu a noção de quem foi o cara que deu início a tudo isso, resgatando para esse século a narrativa épica. É preciso lembrar então que não se trata de mais uma história de fantasia, mas d'A História de Fantasia. Daquela que inspirou todas as obras do gênero escritas a partir de então, direta ou indiretamente, goste ou não.

    2- Adoro o SdA porque adoro narrativas de fantasia, mas só percebi realmente a profundidade das reflexões possíveis sobre o SdA depois que li o Silma, pois a raiz de tudo está lá! As complexidades todas estão lá.

    Nem no SdA nem no Hobbit fica claro o porque a diferença entre as raças, assim, à primeira vista, anões, hobbits, humanos, elfos, orcs, balrogs, Nazguls, Gollun, Sauron, todos parecem mesmo um monte de seres de fantasia e ponto. E Bombadil, os Ents, os magos e as águias... são todos mistérios que passam tranqüilamente por excentricidades interessantes para quem não quer (ou não é capaz por imaturidade) de ver profundidade nas obras...

    Mas há de convir que, mesmo para quem não quer se envolver e quer ver apenas superficialidade na trilogia, fica difícil de negar a profundidade dos magos e seus dilemas, assim como o desenvolvimento dos membros da Sociedade e de tantos outros tão fantasticamente bem trabalhados. O que pode se dizer de Éowyn? E Faramir? E Théoden? E Denethor? Caramba, se até Pimpim e Merry, que começam a história caracterizados como os "alívios cômicos" ganham participações fundamentais, enriquecendo grandemente suas personalidades, que dirá do próprio portador do anel? E de Sam? Cara, o Sam é fantástico!

    E esse é mais um ponto para a genialidade de Tolkien, pois seu Hobbit consegue ser fofo e atiçar a curiosidade, seu Senhor dos Anéis consegue ser empolgante e envolvente e atiçar mais ainda a curiosidade, mas ambos são leves, cada qual a seu modo, ambos reservam o melhor, as respostas realmente intrigantes para um momento mais oportuno. E só conseguimos ter um vislumbre da complexidade do universo criado por Tolkien depois de ler o Silma que, mesmo sendo um livro-gênese, também prima por atiçar ainda mais nossa curiosidade, por ser tão breve em suas descrições da primeira e segunda eras...

    É isso, certamente o cara disse aquelas coisas por ignorância. Por ter se contentado por ver a aparência externa, apenas o que era mais divulgado pela mídia (se marcar apenas o filme) e deixou passar a chance de encontrar o que havia no altar dentro do cofre, dentro da câmara proibida, além dos labirintos secretos...

    Se é para manter a metáfora das lagoas, para perceber qualquer profundidade, é preciso mergulhar ao menos um pouquinho... ou pelo menos ter uma visão aérea geral, procurar saber mais sobre a geografia que compõe o complexo aquático... Estou certa de que o cara se surpreenderia ao descobrir que a profundidade é tamanha que nenhum vivente sabe até onde vai! Só perguntando pro professor mesmo!
    :wink:

    Nienor Turambar, sempre sem stress porém triste com a intolerância
     
  17. Até, e saliento o ATÉ tem coisas que essa pessoa alfou tem total sentido, porém o fato de fazer comparações e pré-julgamentos sem embasamento HISTÓRICO, creio que perde um pouco de sua credibilidade.

    Sauron mal :?: :!: :?: :!: :?: Meu, esse é o personagem mais coitado do Tolkien, PORRA! O cara, desde o início dos tempos foi persuadidoa ser mal! Melkor era mal, Sauron era confuso, é bem diferente! Meu, e o fato de tratar de um tema tão profundo como: Comper algo ou alguém para o mal ou para o bem. Defenitivamente não é algo fácil e sim extremamente profundo e esse é um dos motes do "Senhor dos Anéis". O mal no destroi ninguém, o mal corrompe. E Sauron, nesse aspecto, pode ser encarado como: o cara malvado. Não é um louco assassino, é um ambicioso e calculista vilão. Nunca vi isso no Scooby-Doo e é difícil ver isso em qualquer expressão artistica, seja em um filme, pintura, música ou livro. Portanto Tolkien merece não só o respeito dos fãs (nós, que é inegável) mas tb dos artistas em geral e Principalmente dos críticos.
     
  18. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    A crítica é em cima do filme e não do livro. Então o título da crítica perde impacto.

    O filme em si se mantém, mesmo para quem não leu. Só é necessário um pouco de neurônios e o conhecimento prévio que é uma trilogia completa (e não com finais felizes em doses homeopáticas espalhadas pelos três filmes)

    Esta seria a minha réplica para o referido "crítico". Mas não é novidade que os críticos sejam tão volúveis. Quem foi mesmo que detonou "9 1/2 semanas de amor" na estréia e depois de um ano porque ganhou um prêmio qualquer virou "cult"
     
  19. -Feanor-

    -Feanor- Usuário

    A crítica é sobre o livro mesmo. O cara começou a falar mal dle depois de esculhambar o filme. E não confunda ele com o Pablo Vilhaça do Cinema em Cena, era apenas um cara do fórum.
     
  20. Ogden

    Ogden Usuário

    hahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Que cara trouxa!
    Sauron = Vilão do Scooby Doo! hahahahahahahaahahah

    quero ver o Sauron levantando o Scooby Doo pelo rabo e arrancando as tripas dele na frente do Salsicha! hahahahahahahahahaahaha

    sem comentários... agora vai uma votação:
    O que deve ser feito com um cara desses, que, além de tudo, é preconceituoso (pq parece que ele não sabe nem que existe um livro chamado "O Senhor dos Anéis"):

    1- Ser queimado vivo
    2- Ser submetido a uma lavagem cerebral pra ver se ele começa a respeitar um livro tão grandioso quanto SDA
    3- Que lavagem cerebral que nada, eu quero vê-lo gritando até virar carvão!

    p.s.: eu até que aceito críticas sobre SdA, desde que sejam inteligentes
    p.p.s.: calma, gente, eu não sou tão terrorista a ponto de queimar um cara vivo, mas eu fiquei com raiva.
     

Compartilhar