1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Critérios para a escolha de um livro

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por M.A. Iora, 26 Mar 2015.

?

Quais são os critérios que você utiliza para comprar um livro?

  1. Arte da Capa

    45,0%
  2. Título

    50,0%
  3. Sinopse

    80,0%
  4. Indicação

    70,0%
  5. Propagandas

    10,0%
  6. Outros fatores?

    40,0%
São permitidos múltiplos votos.
  1. M.A. Iora

    M.A. Iora Escritor

    Estava aqui meditando sobre meu drama para conseguir fazer a "pré-venda" do meu primeiro livro e ponderando sobre o sucesso de meu projeto nas livrarias depois, e por isso resolvi fazer uma consulta através de um debate.

    Vou expor os meus, na ordem de importância, e gostaria que vocês fizessem comentários sobre as suas opções também!

    1) Indicação
    Como tenho pouco tempo e pouca disposição, eu acabo me interessando por obras mediante indicação. Mas não qualquer indicação, e sim a daqueles amigos que seguem o mesmo padrão que eu. Isso não é regra absoluta, tanto que muitas amiguinhas insistiram que eu lesse a saga Crepúsculo, e eu li para ver por que havia tanto feedback. "Conhecer para falar mal, que seja".

    2) Sinopse
    Só quem escreve e quer promover a própria obra sabe o drama que é "vender o peixe" de uma forma atraente e concisa em tão poucas palavras. Se o autor (ou editor) consegue criar uma sinopse realmente sedutora, eu acabo cedendo a ela.

    3) Arte de Capa
    O mundo é fútil e eu também tenho meu nível de futilidade. As gurias bonitinhas sempre chamam mais atenção, e com os livros não é diferente. Se você está numa livraria, livros com artes bem elaboradas atraem muito mais, convidam você a folhea-lo, a pelo menos ler a sinopse (e aí tudo pode ser decidido!). Por exemplo, as obras do Tolkien já foram publicadas com capas toscas que só quem sabe o que está procurando vai vê-los na livraria, mas capas como a do Contos Inacabados ou a capa do volume único de O Senhor dos Anéis com a arte do Gandalf por John Howe, esses sim seduzem o possível leitor.

    4) Título
    Uma única sentença (ou palavra!) para apresentar toda uma obra: o título pode ser extremamente sedutor e sugestivo... ou não. Ironicamente, há mais de quinze anos, vi uma menção a um livro que diziam ser maravilhoso, incrível, incomparável. Eu achei o título uma merda e bem desinteressante, e só li o livro por indicação e porque me emprestaram o mesmo. Seu título era O Senhor dos Anéis. :roll:

    5) Propaganda
    "Best-seller do The New York Times!". Grande merda. Às vezes caio nas ciladas da vida e compro livros por estarem popularizados e amplamente comentados e divulgados na mídia. Decepções do gênero ocorreram com a série Percy Jackson, Eragon, Jogos Vorazes. Mas acho que ainda continuarei caindo nas ciladas, eventualmente.
     
    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. fcm

    fcm Visitante

    Já comprei livros apenas pela capa e outros pelo título também.
    Então votei nessas duas opções e votei também na mais importante pra mim na hora de comprar um livro que é a indicação.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Lynoka

    Lynoka Like a lady, ya!

    Eu votei em todos :hihihi:
    Porque sinceramente o conjunto da obra é o que realmente me faz querer comprar um livro. É claro que tem uns fatores que pesam mais do que outros, tipo sinopse, capa e indicação (dependendo muito de quem indica :oops:), mas nos final das coisas, pelo menos pra mim, quase tudo conta.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    1. Autor: Se é alguém que conheço e gosto muito, o livro pula para frente na lista de leituras pendentes. Em alguns momentos quando sei que está para sair livro de autor favorito até dou um intervalo nas leituras para não ter que abandonar nada na hora do lançamento.
    2. Clients who bought this...: já comentei sobre isso em outro tópico, mas algo que faço constantemente é jogar o título de um livro que gostei muito lá na amazon, aí vejo o que aparece nesse "clients who bought this". O legal é que os livros que aparecem lá não são necessariamente de mesmo gênero, tema, etc.
    3. Buzz: Eu leio muito site literário, sigo muita gente que gosta de ler ou está envolvida com literatura e coisas do tipo. Aí se nesses meios um livro começa a ser muito comentado, eu acabo ficando curiosa para ver qualé.
    4. Prêmios: sim, eu fico curiosa quando um livro é premiado.
    5. Título: tenho uma queda por livros com títulos bizarros.
    6. Indicações: não é por mal, é que as pessoas raramente me indicam algo.

    ***

    Sobre capas, acho lindas, adoro, blablabla, mas no kindle não faz a menor diferença, então acho que é um item que pouco influencia minhas leituras. Mas isso hoje em dia. Já comprei livro por causa de capa nos tempos que só lia livro de papel.


    ***

    odeio blurbs. odeio. é o tipo de coisa que me faz desistir de comprar um livro.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
    • Ótimo Ótimo x 1
  5. M.A. Iora

    M.A. Iora Escritor

    Puxa, você ampliou meus horizontes, Ana! Como não sou um leitor muito regular e comprador menos ainda, eu não tinha visão destes aspectos. Muito bom poder tomar nota!
     
  6. Tilion

    Tilion Administrador

    Para livros de ficção, é essencialmente a sinopse que vai me deixar levemente interessado ou não. Então algum comentário/resenha sobre o livro e o estilo, tipo "mistura de Lovecraft com Kafka" ou algo assim. Comentário de autores/editores dos gêneros que eu gosto e que sei que sabem do que estão falando podem ajudar também. Isso basicamente para livros novos. Já tenho um "back catalogue" infinito de livros de autores mais antigos que já conheço ou ouvi falar e que estão desde sempre na minha lista de leitura.

    Para livros de não ficção costumam ser menções e indicações sobre determinado livro dentro de outro do mesmo assunto, seja no corpo do texto ou na bibliografia. Como isso tende a desencadear uma cadeia infinita de livros novos para se ler (no livro X descubro mais cinco livros que me interessam sobre o tema, em cada um desses cinco livros descubro mais um punhado, e assim vai), costumo focar nos que são de especialistas da área e os que são considerados a "referência definitiva" sobre determinado assunto (ocorre bastante com biografias, por exemplo).
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  7. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Eu votei em 4 itens, vou dar uma pequena explicação do porque, mesmo que alguns já tenham comentado coisas parecidas.

    Indicações: Como a maior parte do que eu leio é fantasia e ficção histórica, normalmente o que eu mais uso são indicações, principalmente de alguns grupos dos quais eu participo e que as pessoas curtem mais ou menos o mesmo tipo de leitura que eu e de pessoas que eu sei que tem um critério tão alto ou mais alto do que o meu pra esse tipo de livro. Quando quero ler algo diferente, pego indicação de pessoas que eu conheço, sei que leem bastante e que podem me indicar bons títulos, principalmente aqui no fórum, onde tem leitor de variados estilos. Indicações são a minha principal fonte.

    Sinopse: pode acontecer de eu ficar na dúvida depois de uma indicação, então procuro a sinopse pra dar uma olhada e ainda, se não for suficiente, eu procuro resenhas, algumas eu leio inteiras, algumas eu leio partes.

    Título e Arte da Capa: se eu estou olhando livros e um título ou arte de capa me chama a atenção, provável que eu procure saber mais sobre esse livro, se alguém que já leu me indicar ou se eu achar por meio da sinopse e das resenhas que pode ser bacana, eu procuro ler.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Pra mim foi: sinopse, indicação e como "outros fatores" o autor.

    Sem dúvida autor é importante, se gostei de um livro vou atrás de outros do mesmo autor.
    Indicações eu pego principalmente aqui no Valinor e em outros blogs.
    Por sinopse é geralmente quando compro em livrarias (online ou físicas) algum livro que me chamou a atenção pelo título ou pela capa.
    Nunca comprei algum livro apenas pelo título ou pela capa.
    Se algum deles ou ambos me chama a atenção primeiro vou em busca de indicações, resenhas ou pelo menos uma sinopse, pra então me decidir.

    Embora deva confessar que, quando era adolescente e frequentadora de biblioteca pública, sem conhecimento nem companhia de pessoas com quem pudesse discutir literatura, acabava escolhendo os livros pelo título mesmo.
    Foi assim que acabei lendo A Montanha Mágica, O Lobo da Estepe e Memórias do Cárcere (que não me valeram muito devido à pouca idade que tinha, mas acho que alguma coisa se salvou) foi assim também que li Demian, Beleza Negra, os contos de Allan Poe e coisas boas desse naipe (além de muita porcaria :dente: ) .
    Confesso também que às vezes tenho sim vontade de comprar um livro só pela capa, mas nunca caí nessa, sempre penso melhor e acabo desistindo. =]
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Marquei todas elas.

    Mas meu método não é uniforme nem homogêneo. Às vezes vou atrás de um livro porque vi uma frase ou texto dele e minha avaliação pode ser boa simplesmente porque encontrei aquele pedacinho que eu estava procurando.

    A bem da verdade não me importa tanto em como ele pode chegar a minha mão desde que chegue. XD
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Ultimamente tenho pego tudo que é porcaria só pra meter o malho depois. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

    Mas no geral vou pelo título e pela sinopse.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. M.A. Iora

    M.A. Iora Escritor

    Conhecer nem que seja pra falar mal, adoro! hauhahuahuauha
     
  12. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Nunca fui pela capa, talvez a capa me chamasse a atenção em meio de tantos livros, mas só pela capa não.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Nem sei qual é a história desse livro, talvez seja até boa, mas a capa sendo tão ruim eu me afasto em vez de me atrair.

    Sinopses em geral me convencem, o tema é o principal (isso vale mais pra não-ficção). o autor não necessariamente é um forte atrativo, indicações são um ponto sempre a favor, dependendo de quem indica, propaganda não me atinge muito, mas o título deve ser o que mais me impacta.

    Não consigo fazer uma lista muito certa, mas Título está no primeiro lugar (mas sempre lerei a sinopse antes de comprar) e Propaganda é sempre o menos importante.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  13. iago brum

    iago brum Até tu Sieg fried?

    Somente tome cuidado , para não fazer isso com o Alcorão , e ser vitima de homem bomba!
     
    • LOL LOL x 1
  14. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Arte da capa, título e sinopse. O livro tem que ser interessante e chamar a atenção do comprador/leitor. Lógico que indicações e outros ajudam, mas em termos de venda você tem que se focar primeiro nesses três itens.

    O meu livro mesmo, o conteúdo é bom e a história também é boa, mas o que chama a atenção mesmo é a capa, o título e a sinopse. Eu demorei meses tentando achar uma boa capa com a editora, mas quando eu achei fiquei feliz. A sinopse (na minha opinião), ficou bastante tentadora, ela chama o leitor, instiga ele a ler. Outra técnica que eu achei foi na formação dos capítulos. Eu coloquei um índice com todos os títulos dos capítulos, isso também chamou atenção. As pessoas viam e falavam: Caramba, esse livro deve ser bom, olha o título dos capítulos.
    (Exemplos de nomes de capítulos que tem em A.L. (Aperitivos líquidos, o livro): A internet e os relacionamentos; Quando os mortos decidem viver; Sexo é realmente tão importante?; Quanto vale o seu relacionamento?; Uma mansão de coquetéis.).
    Explicando, o livro é chick-lit.

    Existem ótimos livros no mercado, mas infelizmente certas pessoas não se ligam nesses detalhes e o livro acaba passando despercebido. Não digo que todos são assim, mas eu já vi isso acontecer bastante.

    Tem um livro chamado Aperitivos líquidos por aí, acho que tu vai gostar. :assobio:
     
    Última edição: 28 Mar 2015
    • Ótimo Ótimo x 1
  15. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    po, adriel, dá um toque na chiado para colocar teu livro na amazon como ebook. facilita o acesso, mais gente lê e mais gente pode recomendar. aumenta o buzz, pessoal fica curioso.

    (assim que vi seu post fui procurar lá na amazon para colocar no meu kindle :~~ )
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  16. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Eu vou dá um toque sim, eu me concentrei tanto no formato papel que esqueci da versão ebook. Valeu pelo toque. ;)
     
  17. TimoteoRP

    TimoteoRP Usuário

    Basicamente, eu vou pelo seguinte:

    1- Autor: Se o autor é alguém que eu conheço e gosto, eu vou ler. Simples assim. É o meu primeiro critério. Por exemplo, se Cornwell lançar amanhã uma coletanea de contos da carochinha, eu vou ler...

    2- Indicação (incluo aqui na categoria indicação o "Pessoas que compraram isso também compraram..." e "Livros similares" do Skoob): A indicação (de uma pessoa ou de um software que seja) vale bastante pra mim.

    3- Nota do Skoob: Isso conta pra cacete pra mim. Se eu vejo um livro com nota menor que 3.5 por exemplo, ja me dá um puta desânimo de ler. Óbvio que eu faço uma média de quantas pessoas leram pra falar tomar alguma decisão.

    4- Capa e Título: Compro livro pela capa e pelo título sim. Se eu ver um livro com uma capa e um titulo foda, eu fico muito tentado a comprar (sem ler sinopse nem nada, pq eu vou muito mais no que a capa passa do que a sinopse em si. Aliás, eu não confio muito em sinopses). Se eu ver um livro com uma capa escrota, já nem procuro ler a sinopse. Ja me dei bem com livros assim, ja me dei mal...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  18. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Nesses critérios sou igual a Ana...
    Acrescentaria indicações, que geralmente peço aos amigos, na verdade, e às vezes alguém indica um livro no face ou aqui, sem ser direcionado a mim...

    Uma capa (e todo o cuidado gráfico do livro em geral - alô, Cosac? <3 ) é o que mais me incita a pegar um livro da minha estante e começar a ler...

    ODEIO sinopses (não por medo de conterem spoilers ou que seja), tenha uma preguiça e indisposição imensa de ler aquele resumo por mais curto que seja. Procuro ler livros mais pelo que ouço falar das características estilísticas dele e tal... Ou de comentários pessoais emotivos, caso já conheça o autor...

    E quando quero escolher entre um dos daqui de casa e já tenho uma seleção do que quero ler, coloco o filtro do goodreads para so aparecer as resenhas de 5 estrelas, porque geralmente o povo que deu essa nota amou o livro e fala cheio de entusiasmo sobre - o que, por consequência, me anima tbm a ler o bendito...

    E procuro tbm resenhas no Youtube, pois, como falei em alguns itens, o que mais prezo é por uma indicação o mais pessoal possível, então ver a pessoa ali no vídeo recomendando a leitura me incentiva mais ainda a ler tal título :3
     
    Última edição: 29 Mar 2015
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Os meus e não necessariamente sempre nessa ordem:

    1- Sinopses e Resenhas: Eu costumo ler quantas forem necessárias apenas pra ter certeza, não por vontade de querer saber tudo, mas ter uma ideia geral do conteúdo do livro, o seu tema central e os secundários. Se estes me agradarem eu simplesmente não vou atrás de mais nenhum outros critérios para escolhê-lo e já saio lendo.

    2 - Indicações: Se a sinopse ou resenha me deixa alguma margem de dúvida aí eu parto pra esse critério.

    3 - Autor(a): Se eu não conheço esse é o meu terceiro critério e procuro sempre buscar referências de outras obras suas. Já se for alguém que conheço aí facilmente será o segundo ou primeiro critério de escolha.

    4 - Título: é extremamente raro o título ser o meu primeiro critério de escolha, mas já aconteceu e nas pouquíssimas vezes que rolou isso, felizmente não me decepcionei.

    5- Sites literários e premiações: As vezes é interessante saber e ver como o livro está sendo avaliado nesses sites e o quanto ele está sendo reconhecido em conquistas, embora pra mim até hoje nunca foi um critério que acabou sendo decisivo na escolha, mas eu listo aqui, porque pode ser que um dia eu venha utiliza-lo.

    Critérios que eu não me influenciam

    Arte de Capa: Já me decepcionei quando mais jovem desprezar livros que não tinham uma capa atraente, mas que tinham um conteúdo maravilhoso e também o inverso é verdadeiro (capa linda e conteúdo ruim). Então esse erro não cometo mais e aí a capa passou a ser algo irrelevante pra mim.

    Preço: Como a minha relação com livros há muito tempo não é absolutamente nada material (quando morrer não preciso me preocupar em levar nada pro túmulo), pois não compro, apenas leio de bibliotecas, emprestado de amigos e parentes e no Kindle, então esse item pra mim não tem a menor relevância.

    Propaganda: Também já me decepcionei muito com vários livros que tinham uma mídia fortíssima e viraram modinha. Então não nem de longe coloco como critério de influência.
     
    Última edição: 31 Mar 2015
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Comigo é somente indicação. Tenho muito pouco tempo e leio muito devagar, logo, tenho fobia de gastar meu tempo lendo um livro ruim.

    Por outro lado, durante a indicação, cada um que indica faz sua própria sinopse e própria propaganda né, então ficam meio misturadas essas três opções.

    Quando eu procuro um livro de presente, ou compro um que já li e gostei (indicação) ou leio as sinopses pra ver se o livro combinaria com o gosto da pessoa presenteada.

    Capa e título nunca!
     

Compartilhar