1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Criador do Orgulho Hétero tem seu site e Twitter invadidos

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 4 Ago 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Além da página oficial, o vereador Carlos Apolinário também teve sua conta no Twitter invadida.

    Nesta quinta-feira, 4, o vereador Carlos Apolinário (DEM), autor do projeto de lei que cria o Dia do Orgulho Hétero na cidade de São Paulo, teve sua página pessoal na internet e sua conta no Twitter invadidas.

    As imagens do site foram substituídas por textos sobre a violência contra homossexuais no Brasil e também contra o projeto de lei do vereador. O grupo Red Hack Brasil assumiu a autoria da invasão na própria página do vereador.

    diz o texto que aparece na página principal do site.

    E o texto continua: O vereador Carlos Apolinário insiste em propor leis que contribuem para a propagação de ódio e discriminação. Desde o genocídio da segunda guerra até os massacres de Oslo e Utoya, aqueles que pregam a superioridade de uns sobre outros são responsáveis pelas ações mais condenáveis da história da humanidade. A luta continua!!"

    A mesma mensagem foi enviada para os 3 mil contatos que estavam na lista de email de Carlos Apolinário.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Só eu que acho que tudo é ridículo?
    Os dois lados quero dizer.

    Nada contra homossexuais, pelo contrário. Apoio que todo mundo tem direitos iguais e aquilo tudo. Amigos bi, homo e tudo mais. A famosa coisa do "toda maneira de amar vale a pena".

    Mas acho que tudo que passa dos limites cansa. Tipo... esses dias um casal (hetero) estava trocando um beijo (selinho) no ponto de ônibus e um babaca gritou "leva pra comer em casa". Ok... piadinha comum entre tantas. Aí, dias após, no mesmíssimo ponto de ônibus um cara passou e viu um casal homo trocar um selinho e falou "façam isso em casa gente!" e riu.
    Eis que um dos caras que beijava começa a dar PITI que aquilo foi preconceito. Tá... pode até ter sido, como num pode... mas as situações foram identicas! Agora pq foi com gays toda e qquer coisa é preconceito?

    Na parada gay colocaram santos ou apóstolos, sei lá, vestidos semi nus como se homos fossem... ok, não sou o ser mais católico do mundo, mas e se eu tomasse aquilo como ofensa?! Se um hetero ofende o outro é ofensa, se um hétero ofende um gay é preconceito, mas se um gay ofende um hétero é o que? "auto defesa prévia", apenas "liberdade de expressão"?

    Orgulho Hétero como resposta a Orgulho gay é ridículo, mas se o cara ta se sentindo afetado e ofendido, deixa o infeliz lá fazer o orgulho do que ele quiser oras. Temos orgulho nerd, temos passeatas zumbi... uma a mais ou a menos num vai matar nem ofender ngm desde que feita com respeito... Num precisa agora qquer atitude ser tomada como preconceito. Se gay tem liberdade de expressão, deixa o hétero ali ter oras...

    Acho que todo mundo devia entender que por mais pra frente que o mundo anda sempre tem os que andam pra trás e os que ficam estagnados esperando pra ver se alguém o empurra. Os mais idosos não entendem tão bem a coisa toda de "homoafetividade", os mais machistas não aceitam e se enojam... depende da criação. Entretanto vale lembrar, que certo ou errado, é assim que antigamente se era tratado "homem e mulher" e só. E tudo que se opusesse a isso era errado, heresia e pecado.

    Infelizmente ou a paciência aparece também nos homo's e pessoas de mente mais aberta, ou conflitos IMBECIS sempre vão existir, pois ninguém muda a mentalidade de uma maioria de pessoas criadas a vida inteira de uma forma, em alguns meses... pelo contrário... ainda vemos o preconceito com negros ai pra provar.

    Tem que se impor sim, mas respeito não faz mal pra ngm...
     
    • Gostei! Gostei! x 7
    • Ótimo Ótimo x 5
  3. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Não creio que precise de orgulho hétero, pois não somos minoria nem sofremos preconceito por parte da sociedade.
     
    Última edição: 4 Ago 2011
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    O fato de existirem leis pra uns e não pra outros é um preconceito velado.

    Eu não vou ficar colocando minhas opiniões de novo sobre esses assuntos sobre preconceitos.
    Continuo achando errado essa forma de tratar as coisas na base de criar novos erros para anularem outros erros. Introduzir novas diferenciações para anular diferenciações. É a famosa regra da compensação.
    Isso só faz aumentar rixas e manter o preconceito existente.

    Pode não concordar que o cara crie o movimento. Mas ele tem todo o direito de fazê-lo.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  5. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Yeap, como foi dito neste vídeo.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Eu acho que cada um tem direito de gostar do que quiser, sem radicalismos e sem prejudicar ninguém. Acho valido o orgulho gay e o de cor, mas acho que não pode ser usado como desculpa para levantar uma bandeira de que o oposto está errado pois seria muita generalização, nem todas as pessoas de uma opção sexual ou cor ou o que quer que seja pensam da mesma forma. Devemos lembrar que todos nós fomos gerados por um pai e uma mãe e que todos somos seres humanos, independente de nossas opções, etnia, etc... E concordo com a idéia geral do vídeo de mostrar o porque da falta de necessidade destes orgulhos mas discordo da maneira um pouco ofensiva como foi colocado.

    E eu protejo o OrgulhoMimimi.

    By Raphael S
    200% S
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Acho que o orgulho hetero é algo eminentemente homofóbico, ainda que possa existir uma mera tentativa de defesa de alguns por causa de uns poucos gays que tentam impor um respeito que não é respeito, mas imposição ideológica.

    Ainda assim é minoria. O respeito exigido pelos homossexuais é merecidíssimo, assim como creio que esse 'orgulho hetero' é homofóbico. Essa ideia desse orgulho ser em defesa da família e dos bons costumes não cola, existem outras formas menos sensacionalistas de afirmar isso.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  7. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pois é agora sai de baixo porque que pelo visto vão encher o nosso calendário de um monte de "orgulhos" (como se o mundo estivesse muito pior se eles não existissem) e aí chegará uma hora que na verdade não teremos orgulho nenhum de viver nesse país!
     
    Última edição: 5 Ago 2011
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Orgulho hetero é homofóbico sim. Alguém aqui já sofreu algum preconceito por ser hetero?

    A idéia do "Orgulho Homossexual" é mais para que essa minoria tão odiada por algumas parcelas da sociedade possa se manifestar, mostrar de alguma forma que são pessoas como qualquer outras, que apenas se sentem atraídas por pessoas do mesmo sexo. Não existe mais diferença entre um homo e um hetero do que existe entre um nerd e um pagodeiro, por exemplo.

    Por mais que pessoas, em sua maioria movidos por idéias religiosas reprovam o homossexualismo (Apolinário é pastor/bispo/whatever evangélico), dizendo que gays desmoralizam uma família, isso não é verdade. Gays inclusive são mais discretos que heteros na questão de se beijarem em público. Fazem isso mais em lugares apropriados (bares/baladas GLS, ou em lugares privados).

    Pode-se achar que é uma depravação duas mulheres ou dois caras se beijando, mas você acha isso porque? Porque seus pais lhe disseram que era algo "anormal". Porque seus avôs ensinaram isso aos seus pais, e assim vai. Questão de cultura. Algo que vem mudando nos últimos anos, e justamente por causa dessa mudança que vemos tanto esse assunto em pauta. Temos dois lados: um povo abrindo a mente, e outro voltando ao medievalismo cristão.

    Ter o homossexualismo como algo normal vai contra princípios religiosos, e então pessoas e políticos babacas como Apolinário, Malafaia, começam a falar merda. E por serem "homens ungidos por deus", têm poder em Brasília, e muitas pessoas ignorantes a influenciarem :roll: e eu sei o que estou dizendo. Fui cristão, e conheço muita gente que segue os conselhos de pastores de TV e etc, que acham que são homens enviados e ungidos por deus, e que essa luta contra o homossexualismo é uma luta contra satanás! :lol: esse cristianismo fundamentalista que cresce nas periferias é coisa séria. Levam a bíblia ao pé da letra. Algo que não cabe mais com os dias atuais, uma religião que ao invés de promover o tal "amor de Cristo", promove o ódio contra tudo/todos que não partilham das mesmas visões. Algo que, no meu entendimento, fere até mesmo o próprio livro "sagrado" cristão. Não acho que agem não como o seu Jesus faria.

    Esse Orgulho hetero é apenas uma forma de incitar o ódio (na minha visão) contra uma minoria que luta para ser considerada igual perante a lei e perante a sociedade.
     
    • Ótimo Ótimo x 5
    • Gostei! Gostei! x 5
    • LOL LOL x 1
  9. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Concordo em parte com o Neithan. Homossexuais não desmoralizam a família por se beijarem em público, desmoralizam a família porquea família humana é naturalmente composta de homem e mulher, conforme Deus os criou e a natureza os mantém. Não se trata de fundamentalismo nem de 'Bíblia ao pé-da-letra' mas de fidelidade ao que ensinam as religiões abraâmicas em geral sobre o ato homossexual, as tendências homossexuais serem consideradas antinaturais e desordenadas.

    E também não é medievalismo. A Igreja sempre ensinou isso e sempre ensinará, não confundamos amor cristão com sentimentalismo e relativismo. Tíbio e conivente com o pecado é coisa que Jesus jamais foi.

    Mas no geral concordo que o cristianismo brasileiro tem enxergado a questão de forma errada, e agido de forma sensacionalista e pouco cristã.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Então, mas essa é uma visão meramente cristã, ou pelo menos monoteísta. Outras culturas tinham o homossexualismo como algo normal, casual.

    Sobre família, eu vejo: é resultado de algo que existe desde muito antes do cristianismo (ou judaismo) surgir, como forma que nossos ancestrais tinham de se protegerem, vivendo em bandos, normalmente com seus descendentes, parentes de sangue e uma parceira sexual. Com o tempo, esse "costume" de viver com os familiares continuou, e assim foi (e é) até hoje. Cristãos precisam aprender que não foram eles que criaram o conceito de família. :roll:

    E não entendo uma coisa de teístas. Dizem vocês que deus nos criou. Deus criou como somos. deus então criou os homossexuais também, ou não?

    Amar uns aos outros difere de chamar gays de obras de Satanás. Pelo menos eu vejo diferença nisso.
     
    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Bem, a Igreja católica nunca chamou homossexuais de obras de Satanás, mesmo porque obra de Satanás é o pecado e o ser humano é obra de Deus. Mesmo quando era mais dura com os 'sodomitas' essa crítica se referia mais aos atos.

    reitero:


    E respondendo à sua pergunta: a ideia das pessoas 'nascerem gays' não é uma visão comprovada cientificamente, quer dizer, existem buracos nessa teoria. E mesmo se isso for comprovado, não significa muita coisa: TODO tipo de amor não é um arrebatamento, como muitos creem, mas implicam escolha, e escolha racional. Todos os relacionamentos são assim, não?

    Considerando a visão da Igreja do sexo para procriação, depois do casamento, fica ainda mais difícil. Os fieis tem de estar conscientes disso, tudo implica escolha, mesmo quem nasce com tais tendências.
     
  12. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Bullshit. Estamos falando do amor romântico, o de "formar casais", que inclui beijo na boca e relação sexual. E relação sexual não existe sem atração. E atração não é algo racional. Não tem um botãozinho em você que te faça gostar de mulher gorda e sebosa, assim como não há um botãozinho num homossexual que o faça gostar de alguém do sexo oposto.
     
    • Gostei! Gostei! x 4
    • Ótimo Ótimo x 1
  13. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Isso é pra quem fundamenta relacionamentos em mera atração. Quando falo de racionalidade não excluo atração física e espiritual, elas se complementam.

    Agora basear o amor SÓ na atração é imoral do ponto de vista cristão. Além de ser uma burrice, IMO.

    Amor romântico, como você disse, que não se presta a formar família, além de ser uma ideologia, é algo fora de cogitação para quem tem justas ideias contra a homossexualidade.
     
    Última edição: 5 Ago 2011
  14. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Não falei em ser fundamentado, e nem que é SÓ isso. Mas você dificilmente vai ter uma relação de marido e mulher com uma pessoa que só acha legal. A pessoa que você só acha legal será sua amiga. Aquela que vc acha legal e sente tesão será sua esposa ou seu marido.

    E burrice na minha opinião é deixar uma figura que sequer existe ditar com quem você pode ser feliz. Mas eu fui educada e elegante e não disse isso para você como argumento no meu post anterior, porque sei que você acredita em um deus. Então por favor, me respeite e tente manter seus argumentos em um nível superior ao "isso é burrice", sim?
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  15. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Não, eu disse que é burrice se fundamentar SÓ na atração, não que a atracão não seja uma parte importante. Se falta atração, o resto não se sustenta. Da mesma forma, se só a atração sustenta, fica difícil ter um relacionamento por toda a vida, como é o ideal cristão.

    E desculpe se te interpretei mal, mas é como eu digo: Deus não te obriga a nada, você O segue se quiser. Mas se seguí-Lo tem de adaptar sua vida ao Evangelho, à sua fé, viver o que você diz ser a verdade.
     
  16. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Você compreende que foi isso que quis dizer anteriormente, certo? Ok.
    Podemos voltar ao ponto em que digo que atração é algo irracional, não é opcional? Ótimo.
    Então I rest my case, não vou continuar com mais do mesmo, já falamos bastante disso em tópicos de homofobia e afins.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu concordo com tudo no vídeo, inclusive como foi colocado, eu colocaria do mesmo jeito.

    Talvez um grego ou romano há uns 2000 e tantos anos.

    Duas mulheres não!

    Como disse Nietzsche: "o último cristão morreu na cruz."

    Qual a diferença entre tratar a Bíblia ao pé da letra e ser fiel ao que a Bíblia diz? Não vejo nenhuma diferença, me ajude a entender.

    Se a Igreja Católica sempre foi assim e ela começou há uns 2000 anos, então é medieval sim.

    E aquele negócio de quem não tiver pecado que atire a primeira pedra era o quê? Conivência com o pecado ou piedade?

    Peraí, como assim? Como a ciência não provou (e precisa?) então está errado, mas se ela provasse a prova não valia nada? Amor implica escolha? Desde quando?

    Você escolheu ser hétero? Eu duvido.

    Deus não é o problema, mas quem acredita nele (mesmo sem provas) e quer impô-lo a quem não acredita é o problema.
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  18. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Esse o ponto que eu me pego.
    A luta é justamente ficar em vantagem na lei para compensar a desvantagem social.

    Isso pra mim é errado. É corrigir um erro cometendo outro.
    Que se brigue pela queda da desvantagem social, não pela criação de novas diferenciações compensatórias.

    Daqui 100 anos num mundo ideal quando heteros, homos, homens, mulheres, loiras, portugueses, etc, viverem inteiramente como iguais na sociedade, o que faremos com as diferenciações nas leis? Mudamos? Pro politico que propor essa retirada ser chamado de retrogrado, remanescente da idade média, que quer voltar com os preconceitos?

    Vira uma gangorra de ódio eterna.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  19. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 3
    • LOL LOL x 2
  20. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Infelizmente a intolerância está acontecendo dos dois lados, tanto dos heteros quanto de algumas pessoas homosexuais que não podem nem sequer ouvir alguém dizer que não concorda com o homosexualismo. Como disse num outro tópico, meu pai foi vítima por manifestar sua opinião e quase levou porrada e foi xingado de todos os palavrões.


    Com certeza esse lance ridículo do orgulho hetero é preconceituoso.

    Mas anota aí! Não demora muito pessoas que não são homosexuais vão começar a sofrer preconceitos de grupos ou pessoas homosexuais, de forma pontual com certeza, mas vai ter.

    A violência é tão grande hoje em dia que atingiu todas as categorias da sociedade mundial.
     
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar