• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Creed II (Idem, 2019)

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium


Data de lançamento 24 de janeiro de 2019
Direção: Steven Caple Jr.
Elenco: Michael B. Jordan, Sylvester Stallone, Dolph Lundgren mais
Gêneros Drama, Ação
Nacionalidade EUA

Sinopse e detalhes

Adonis Creed (Michael B. Jordan) saiu mais forte do que nunca de sua luta contra 'Pretty' Ricky Conlan (Tony Bellew), e segue sua trajetória rumo ao campeonato mundial de boxe, contra toda a desconfiança que acompanha a sombra de seu pai e com o apoio de Rocky (Sylvester Stallone). Sua próxima luta não será tão simples, ele precisa enfrentar um adversário que possui uma forte ligação com o passado de sua família, o que torna tudo ainda mais complexo.

Para os fãs de Rocky e derivados como o @Bruce Torres , enquanto o novo Creed não chega, vamos acompanhando as notícias que chegam.
Dolph Lundgren, o Ivan Drago, duvida que "Creed 2" será despedida de Rocky



O sueco Dolph Lundgren, 61 anos, que reprisa o papel de Ivan Drago em "Creed 2" Imagem: Reprodução

O novo "Creed 2", que chega aos cinemas brasileios no próximo mês de janeiro, deve ser o último capítulo da longa história do personagem Rocky Balboa, segundo indicou o próprio Sylverster Stallone, mas muitos não estão levando lá muita fé na aposentadoria da franquia.

O ator Dolph Lundgren, intérprete do boxeador soviético Ivan Drago, rival histórico do "Garanhão Italiano", afirmou nesta quinta (29), no programa "Good Morning Britain", que o discurso de Stallone é um filme repetido. "Eu já ouvi isso antes", ressalvou Lundgren. "Eu realmente não acredito, mas vamos ver."

A afirmação tem a ver com o vídeo publicado por Sly no Instagram nesta quarta. O ator gravou uma mensagem agradecendos aos fãs e à equipe de "Creed 2", sinalizando um provável adeus do personagem. O filme estreou nos Estados Unidos neste mês de novembro.

"Eu apenas queria agradecer a todos ao redor do mundo por levar a família Rocky a seus corações nos últimos 40 anos. Tem sido meu grande privilégio ser capaz de criar e interpretar esse personagem tão significativo. Triste que todas as coisas passam e chegam a um fim. Mantenham o punho erguido, amo vocês, pessoas generosas e adoráveis --e Rocky ama vocês também. O melhor de tudo é que Rocky nunca morrerá, porque ele vive em vocês".

"Bom, este provavelmente é meu último rodeio, porque o que eu pensei que ia acontecer --e aconteceu-- eu nunca imaginei. Pensei que Rocky iria terminar em 2006 [com o filme Rocky Balboa]. E eu estava muito feliz com isso. Então, este jovem [Michael B. Jordan] se apresentou e toda a história mudou. Chegou a uma nova geração. Novos problemas. Novas aventuras", ressalta Stallone no vídeo.


Sylvester Stallone interpreta Rocky Balboa e Michael B. Jordan é Adonis Creed, em cena do filme "Creed 2" Imagem: Divulgação

"E eu não poderia estar mais feliz ao olhar para trás, porque minha história foi contada, há um novo mundo que irá se abrir com a audiência, com essa geração", diz ao ator, antes de se dirigir a Michael B Jordan, protagonista de "Creed" e "Creed 2": "Agora, você tem de carregar o manto".

Em "Creed 2", Rocky retorna como técnico de Adonis Creed (B. Jordan), que agora tem que enfrentar o boxeador Viktor Drago (Florian Munteanu) no ringue. Viktor é filho de um velho rival de Rocky, Ivan Drago (Dolph Lundgren).
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
"Creed 2": Como é o encontro entre Rocky e Drago quase 35 anos depois



Rocky Balboa (Sylvester Stallone) e Ivan Drago (Dolph Lundgren) em cena de "Creed 2" Imagem: Reprodução


O foco de "Creed 2", que estreia no Brasil em 24 de janeiro, é a luta de Adonis Johnson (Michael B. Jordan) dentro e fora dos ringues, mas há outro momento importante no filme: o aguardado encontro, 35 anos depois, entre Rocky Balboa (Sylvester Stallone) e Ivan Drago (Dolph Lundgren).
A dupla se encontrou em 1985 em "Rocky 4", quando Drago matou Apollo Creed -- soltando a icônica frase "se morrer, morreu". A última vez que Rocky se encontrou com Drago foi na luta entre os dois, na Rússia.


Adonis Creed (Michael B. Jordan) em cena de "Creed 2" Imagem: Divulgação

Desta vez, ambos estão treinando seus pupilos para o embate. Ivan treina o filho Viktor, um brutamontes de quase 2 metros de altura vivido por Florian Munteanu, que desafia Adonis, filho de Apollo e orientado por Rocky.

Sem dar muitos spoilers, o primeiro encontro depois de tantos anos se dá de maneira simples, mas impactante. Ivan vai até o restaurante do rival, na Filadélfia, e explica sobre a nova luta, uma revanche entre as famílias Creed e Drago.

Drago surge grisalho e barbudo, e revela a Rocky que a derrota para ele na década de 1980 acabou com sua carreira. O ex-atleta perdeu "o respeito, a mulher e sua pátria". Stallone encara o adversário de longe e o clima de nostalgia paira sobre a cena.

Eles voltam a se encarar na luta final, dentro do ringue, uma versão atualizada de "Rocky 4". Agora velhos e como treinadores, os inimigos trocam ofensas antes de os lutadores se enfrentarem.

Marca dos soviéticos, Drago é rígido e um pai nada amoroso com seu filho. Como o lutador perdeu o prestígio ao longo dos anos, ele encontra em Viktor a chave para voltar ao estrelato e não tem medo se jogar sujo, justamente o que Rocky odeia.

Já o norte-americano tem uma relação boa com Adonis, e não prega a violência gratuita por trauma do que aconteceu com Apollo. Porém, ele divide uma marca com o adversário: eles não são heróis e estão longe daquela imagem que muitos cultuam. Rocky não fala com o filho e nem conheceu o neto, vivendo de forma solitária há décadas e pensando sempre no passado.

Os reencontros são importantes principalmente por ser a despedida de Stallone como Rocky. O astro de 72 anos anunciou recentemente que "Creed 2" será a última participação do boxeador mais famoso dos cinemas, após 43 anos nas telonas.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$100,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo