1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Cotidiano

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Urubu Rei, 1 Mar 2010.

  1. Urubu Rei

    Urubu Rei Visitante

    Caminhando nas ruas da grande cidade. Pra onde vão todas essas pessoas preocupadas? Pressa em seus olhos assustados. Vagam vagamente, vagos zumbis. Há pouco tempo, pouco tempo. O tempo derrete feito tablete de chocolate no calor do verão. Tempo pra que? Não param mais para olhar uma flor. O tempo os engole, a boca voraz. Mundos estranhos, pessoas estranhas, pensamentos em fuga. Sempre para frente, à frente. Passos rápidos, olhar perdido, mundos a parte. Esbarram-se, chocam-se, mas não se olham nos olhos. Um olhar torto, um sorriso alienado. O que se perdeu, o que ficou para traz? Metrópole, atarefada colméia. Abelhas em desarmonia. Procurando entender o que se passa. Escutando vozes soltar no ar, mãos que não sabem onde tocar. Escutando vozes em suas cabeças. Quem falou o que eu ouvi? Aonde vai a formiga em sua pressa? A velha senhora me pergunta as horas e tenta encontrar a cidade que se perdeu num tempo a muito esquecido. Onde ela se perdeu? Em que esquina, em que rua serena? Nenhum bonde mais vai para lá. Onde está o som arrastado de passos tranquilos na rua esquecida? Vasos de flores na janela. O primeiro beijo trocado no banco da praça. O mendigo se lembra do tempo onde a esmola era farta. Lojistas mal humorados esperam o fim do expediente. Vitrines em liquidação, pensamentos em liquidação. Duas almas pelo preço de uma. Quem vai levar? Rostos cansados e perdidos no calor do fim da tarde. Querem ir para casa. Tomar banho, jantar, assistir o telejornal, fazer sexo, dormir. Amanhã tudo começa de novo. Qual o sentido? Filas intermináveis nos pontos de ônibus, esperando veículos que estão atrasados. A velha senhora que me perguntou as horas espera seu ônibus. Lembra minha avó. Cadeira de balanço e conselhos para qualquer ocasião. Boa hora para começar uma conversa, mas quem vai puxar o assunto? Cachorros vadios enxotados pelos moleques de rua. A velha puta com maquiagem carregada e falso olhar de desejo. Olho com desejo sincero a linda garota que passa. Ela também me vê, me olha ligeiramente nos olhos. Eu esboço um sorriso. De repente ela desvia os olhos, baixa a cabeça e segue em seu passo apressado. E se eu fosse quem ela espera? Penso em ir atrás, puxar conversa, colocar-lhe um sorriso no rosto. Mas ela já se perdeu na multidão apressada. Oportunidade perdida. Mas quem sabe tento de novo amanhã? Esperança na cidade desesperançada. A noite se aproxima, é preciso chegar logo em casa, fechar as portas. Tentar conversar com as crianças antes que elas se percam na web, no mundo de seus amigos virtuais. Saudades da pracinha da infância, cidadezinha do interior. Eu tinha que comprar algo que não me lembro... É claro, um coração. Onde se acham corações com estilo retrô? Em um brechó? Será essa a solução? Substituir todos os relógios por velhos corações de avós? Fazer isso enquanto ainda há tempo. Tempo para que mesmo? O tempo passa e eu ainda não cheguei. Pego o dinheiro da passagem e entro no ônibus. Amanhã tudo começa de novo.
     
  2. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    Tu mudou um pouco a forma de escrever? Ou foram os temas? Eu não sei, mas estou achando diferente. Me parece melhor que antes. :pipoca:
     
  3. Urubu Rei

    Urubu Rei Visitante

    Estou numa onda mais introspectiva realmente. Deve ser isso
     
  4. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    Bom, eu dou o maior apoio! :timido:
    Gostei muito desses três ultimos contos que tu escreveu. O Sereia, com certeza, levaria o meu voto se ainda fosse possível votar. :sim:
     
  5. Anne

    Anne Visitante

    Faço minhas as palavras da Lana, tá muito bom mesmo!

    "Duas almas pelo preço de uma. Quem vai levar?" >> amei!
     
  6. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    :clap: Urubu, tá bem afiado na escrita heim!!! Parabéns,Rei!
     

Compartilhar