• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cotas Raciais

Você é a favor de Cotas "Raciais"?


  • Total de votantes
    47
É o seguinte: Pega o gasto total no ensino fundamental e ensino superior. Divide cada um pelo total de alunos do respectivo nível de ensino. Agora você tem o gasto por aluno no ensino fundamental e superior.

Agora veja qual é renda per capita no Brasil. No caso do gasto por aluno do ensino fundamental, esse valor é 20% da renda per capita. Isso quer dizer que o governo está devolvendo para cada aluno que estuda no ensino fundamental o equivalente à 20% da renda média da população. No caso do ensino superior, essa devolução é igual à renda média.
 
Colocando em números, parece que ele usou os dados de 2010, e neste ano de acordo com o G1 baseado em dados do IBGE, o PIB per capita era de R$19.766, sendo assim, esse mesmo valor era investido "em cada aluno" do ensino superior, enquanto no ensino fundamental investia-se apenas R$3953.
 
Só uma outra observação, @Lew Morias: A medida usada é % da renda per capita para que seja possível fazer algum tipo de comparação com outros países.
 
Loucura mesmo é falar na frente da Melian. Especialmente se houverem objetos pontiagudos por perto.

Na minha humilde opinião, cotas são a mais pura forma de racismo, chamando negros e indígenas de incapazes e que eles precisam de ajuda para entrar na faculdade. A de escola pública eu concordo, mas não em quantidade. Se não me engano, são 25% das vagas para cotas de escolas públicas. Acho que é exagerado. Quer deixar cotas? 10% para os dois dividirem. Facilita a entrada deles? Sim, mas não dificulta ainda mais as dos outros. Sem contar que, já que inclui negros e indígenas, inclua também descendentes de: italianos, japoneses, alemães, chineses e etc. que também são minoria
 
Última edição:
Num país onde a escola pública é uma instituição falida (com raras exceções), acho que deveria ter Cota de acordo com a renda... Mas o que eu acho correto mesmo (no caso das universidades), é o aumento das vagas oferecidas.
Semana passada eu ri na cara das chapas p/ DCE que falavam no fim do vestibular! Ok, hoje então o vestibular deixa de existir. Vai colocar todo esse povo pra estudar onde?!!! Num tem nem prédio pros alunos da USP Leste, coitados... =/

Edit:

Foi mal, Olórin, não queria causar a discórdia...
 
Na minha humilde opinião, cotas são a mais pura forma de racismo, chamando negros e indígenas de incapazes e que eles precisam de ajuda para entrar na faculdade. A de escola pública eu concordo, mas não em quantidade. Se não me engano, são 25% das vagas para cotas de escolas públicas. Acho que é exagerado. Quer deixar cotas? 10% para os dois dividirem. Facilita a entrada deles? Sim, mas não dificulta ainda mais as dos outros. Sem contar que, já que inclui negros e indígenas, inclua também descendentes de: italianos, japoneses, alemães, chineses e etc. que também são minoria

Calando os dedos violentamente...

Olha, eu sou a favor das cotas raciais... mas isso não vem ao caso. Acho mesmo que há boas críticas que podem ser feitas às ações afirmativas - mas essa de "chamando negros de incapazes", pra mim, é de cair o cú do Batman.
E minoria é um conceito sociológico que vai muito além da representação populacional.
 
Na minha humilde opinião, cotas são a mais pura forma de racismo, chamando negros e indígenas de incapazes e que eles precisam de ajuda para entrar na faculdade. A de escola pública eu concordo, mas não em quantidade. Se não me engano, são 25% das vagas para cotas de escolas públicas. Acho que é exagerado.

Quer deixar cotas? 10% para os dois dividirem. Facilita a entrada deles? Sim, mas não dificulta ainda mais as dos outros. Sem contar que, já que inclui negros e indígenas, inclua também descendentes de: italianos, japoneses, alemães, chineses e etc. que também são minoria
Eu sou contra as cotas e acho que você falou besteira.

Semana passada eu ri na cara das chapas p/ DCE que falavam no fim do vestibular! Ok, hoje então o vestibular deixa de existir. Vai colocar todo esse povo pra estudar onde?!!! Num tem nem prédio pros alunos da USP Leste, coitados... =/
Mas a proposta não é eliminar vestibular e deixar entrada livre pra faculdade, mas alterar a forma de ingresso.
 
Melhor eu ficar quieto porque entrei por Prouni.

EDIT: Como levaram pra o tópico de cotas raciais, já adianto que no meu caso foi cota socioeconômica.
 
Última edição:
Mas a proposta não é eliminar vestibular e deixar entrada livre pra faculdade, mas alterar a forma de ingresso.

Bom... Se é essa a proposta, eu não sei, afinal, em nenhum lugar se fala exatamente qual seria o outro método.
Nem eles quando passam na sala falam qual seria, só falam que o vestibular discrimina e segrega, e que deve ser eliminado. Isso, pra mim é chover no molhado!
Aliás, qual seria o outro método?

Edit:
@-Failivrin- , acho que são coisas bem diferentes... Mas isso sou eu... =/
 
Última edição:
Bom... Se é essa a proposta, eu não sei, afinal, em nenhum lugar se fala exatamente qual seria o outro método.
Nem eles quando passam na sala falam qual seria, só falam que o vestibular discrimina e segrega, e que deve ser eliminado. Isso, pra mim é chover no molhado!
Aliás, qual seria o outro método?

É que alguns sentem que o método está defasado por ter como prioridade mais a "decoreba" que a aplicação prática dos conhecimentos. Há certa verdade nisso, mas não consigo pensar em um método amplo que possa auxiliar na seleção para o ensino superior.
 
É que alguns sentem que o método está defasado por ter como prioridade mais a "decoreba" que a aplicação prática dos conhecimentos. Há certa verdade nisso, mas não consigo pensar em um método amplo que possa auxiliar na seleção para o ensino superior.

Tem alguns vestibulares, tipo o da Uerj, que aplicam provas de conhecimento específico. Tipo, se você quer Engenharia, a sua segunda fase não vai ter história nem geografia, por exemplo. Eu acho esse método mais válido que obrigar um cara que quer cursar História da Arte a saber calcular comprimento de onda. Talvez como primeira fase, com peso 1, tudo bem. Mas eu acho que a maneira mais eficiente de seleção é verificar se o cara REALMENTE quer estudar o curso pro qual está concorrendo. Eu perdi colocação pra gente da minha turma que tinha tirado bem menos que eu na prova de língua estrangeira, história e geografia do Enem porque tinham tirado mais que eu em Matemática. Só que eu cursava Relações Internacionais. Eu poderia ter perdido a vaga pra gente que até mudou de curso depois.
 
Na minha humilde opinião, cotas são a mais pura forma de racismo, chamando negros e indígenas de incapazes e que eles precisam de ajuda para entrar na faculdade. A de escola pública eu concordo, mas não em quantidade. Se não me engano, são 25% das vagas para cotas de escolas públicas. Acho que é exagerado. Quer deixar cotas? 10% para os dois dividirem. Facilita a entrada deles? Sim, mas não dificulta ainda mais as dos outros. Sem contar que, já que inclui negros e indígenas, inclua também descendentes de: italianos, japoneses, alemães, chineses e etc. que também são minoria

@Mercúcio, eu entendo o que o @Sev. falou de outra forma: Por mais que negros sejam a maioria da classe pobre que é a maioria do corpo discente das escolas públicas (que tem desvantagens óbvias em relação às escolas privadas), isso não significa que as cotas devam ser focadas na raça. Se o argumento para as cotas é que as escolas públicas não garantem igualdade de oportunidade, então as cotas deveriam ser focadas nesse parâmetro.

Por outro lado, se o argumento é a dívida história de brancos com negros, bem aí é outro papo mais complicado.
 
Num país onde a escola pública é uma instituição falida (com raras exceções), acho que deveria ter Cota de acordo com a renda... Mas o que eu acho correto mesmo (no caso das universidades), é o aumento das vagas oferecidas.
Semana passada eu ri na cara das chapas p/ DCE que falavam no fim do vestibular! Ok, hoje então o vestibular deixa de existir. Vai colocar todo esse povo pra estudar onde?!!! Num tem nem prédio pros alunos da USP Leste, coitados... =/

Edit:

Foi mal, Olórin, não queria causar a discórdia...

Não sei por que fui citado, mas vamos lá. xD

Na discussão política, muita gente, tanto os que apresentam propostas quanto os que as ouvem, fazem uma tremenda salada entre reivindicação e bandeira.

Reivindicação é, basicamente, uma medida que é almejada imediatamente, ou o mais rápido possível, e geralmente quando é atendida gera um benefício que é facilmente percebido, ainda que seja uma transformação pontual.

Bandeira, por outro lado, é basicamente uma meta final a ser alcançada a longo prazo, depois de um longo processo de lutas e transformações sociais, e que serve para orientar as mesmas no sentido de buscar que a conjuntura se aproxime dela mais e mais.

Simplificando, cotas raciais/socioeconômicas, cursinhos comunitários, etc., são reivindicações, enquanto ensino superior público universal, a.k.a. fim do vestibular, é uma bandeira.
 
Não sei por que fui citado, mas vamos lá. xD

Na discussão política, muita gente, tanto os que apresentam propostas quanto os que as ouvem, fazem uma tremenda salada entre reivindicação e bandeira.

Reivindicação é, basicamente, uma medida que é almejada imediatamente, ou o mais rápido possível, e geralmente quando é atendida gera um benefício que é facilmente percebido, ainda que seja uma transformação pontual.

Bandeira, por outro lado, é basicamente uma meta final a ser alcançada a longo prazo, depois de um longo processo de lutas e transformações sociais, e que serve para orientar as mesmas no sentido de buscar que a conjuntura se aproxime dela mais e mais.

Simplificando, cotas raciais/socioeconômicas, cursinhos comunitários, etc., são reivindicações, enquanto ensino superior público universal, a.k.a. fim do vestibular, é uma bandeira.

Olórion, você foi citado pq essa conversa começou no Diário. Você comentou algo como "você vão começar a discutir esse assunto no diário?", e então pedi desculpas, pois tinha sido um post meu que levou a conversa por esse caminho.

Quanto às reivindicações e bandeiras, entendo o seu ponto de vista, mas eles abordam essas bandeiras (fim do vestibular, fim da reitoria, etc) como reivindicações. Não mostram planos de como a coisa pode acontecer a longo prazo, não há uma proposta concreta. Só querem que aconteça, tipo I want it all, and I want it now!

Especialmente essa última eleição do DCE foi ridícula! Ficaram tentando colocar medo nas pessoas com um discurso do tipo "se vocês não votarem na gente, a chapa de direita vai ganhar" Como se houvesse nesse mundo alguma chapa que concorre ao DCE que seja de direita... kkkkkk Mas bom, deixa pra lá, o assunto já está tomando outro rumo, e é capaz do meu post ser realocado novamente.
 
Aliás, até agora eu não entendo o motivo de tu ter pedido desculpas por aquele post. Desde quando não se pode comentar esse tipo de assunto no diário? o_O

Cara, é da minha natureza... Pedir desculpas por tudo é algo que eu faço com freqüência... difícil é não fazê-lo =P
Quanto a comentar esse tipo de assunto no diário... bem... já não estamos no diário, então acho que não podia mesmo :oops:
 
diário é livre, cada um fala o que quiser. nesse sentido, não tem pq pedir desculpas para ninguém. toda a mecânica do diário está justamente em alguém postar algo aleatório sobre a rotina e outras pessoas ficarem dando pitaco sobre isso. check.

problema é que temos um tópico sobre o assunto numa área apropriada para a discussão sobre o assunto - talvez disso a reclamação do olórin. eu de minha parte convidaria as pessoas que começaram a conversa para postarem nesse tópico com um smile sorridente no fim e buenas, mas cada um é cada um e olórin chegou primeiro, fazer o que. eu dei um gostei para o post dele porque como usuária o que eu vejo é: po, tem um tópico sobre cotas largado lá no generalidades, por que não trazer a conversa para cá se ela vai acabar se perdendo e/ou acabando rapidamente lá?

porém, minha postura como admin é deixá-los conversar livremente onde quiserem, e sentindo que a coisa vai render (ou que está completamente fora da proposta do tópico) eu movo as mensagens para o lugar apropriado ou dou um toque para alguém da moderação mover. fiz isso com essa conversa sobre cotas (o que foi ótimo, porque tenho certeza que lá no diário o assunto já teria morrido entre relatos sobre tirar virgindade de alguém e como tratar furúnculo), fiz isso sobre a conversa com adaptações literárias para o cinema no literatura (o que também rendeu uma boa conversa).

enfim, malkyn, não tinha motivo para pedir desculpas, você estava seguindo a mecânica natural lá do diário, só. e nenhum usuário tem que ter medo de postar, seja onde for. postou errado, tem como mover para o lugar certo. não é o fim do mundo. fim do mundo é parar de postar. seriously, já contei pra vcs da história do carinha que tinha um fórum sobre um assunto, acho que era buffy, e só ele postava lá? 'magina deriel sozinhão postando aqui. virge.
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.524,79
Termina em:
Back
Topo