1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Cosmos (Witold Gombrowicz)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 10 Jun 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Um jovem aproveita as férias de verão para escapar das tensões cotidianas, que o colocavam em atrito direto com seus pais. Encontra no meio do caminho um outro jovem, seu conhecido, que também aproveita as férias, mas para escapar do chefe, a quem causa uma profunda irritação.

    É com essa premissa inicialmente simples que o polonês- que viveu mais de 20 anos na Argentina e outros mais na França- Witold Gombrowicz constrói sua novela Cosmos. O livro, porém, não seria digno de Gombrowicz se essa história não sofresse reviravoltas inesperadas e não acabasse sendo totalmente distorcida por conta de fatos bizarros e não totalmente explicáveis, e nem totalmente entendíveis.

    Os dois jovens- um protagonista sem nome e seu escudeiro indesejado, o irritador Fuks- partiram de Varsóvia e, em Zakopane- uma cidade nas montanhas no sul da Polônia, perto da fronteira com a República Tcheca- acabam tendo um encontro um tanto quanto insólito: um pardal enforcado, em uma altura impossível para uma criança, o que os leva a crer que deve ter sido obra de algum adulto, mas quem? Por quê?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar