• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Conversas e celulares no cinema

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
Um tópico para discutir sobre essa prática que ocorre frequentemente.
As conversas paralelas e os malditos celulares em cinemas e teatros.

Já vi nos tópicos daqui que muitos concordam comigo que essas pessoas dá vontade de esganar até o ultimo suspiro.
Contudo também já ouvi pessoas dizendo o famoso bordão que tem direito porque pagou e os incomodados que se mudem.

Dado que na prática o que acontece é o segundo caso, eu costumo me mudar e assistir filmes no cinema apenas em shoppings escondidos e nos horários menos movimentados. Já entrei algumas vezes em salas onde só tava eu.
Pena que não dá pra fazer isso pra todos os filmes, principalmente agora que muitos investem no 3D e HD. E salas desse porte só tem em shoppings grandes e só abrem horários nos momentos de rush.

Muitos também curtem assistir as pré-estréias e estréias, em grupo, fantasiados, coreografados, etc. Pra essas pessoas realmente gritar no cinema e se esgoelar quando surge o personagem que queriam ver é a coisa correta a se fazer.
Também evito isso. E nesse caso eu até concordo que eles tem preferência. Eu, que sou menos fã, assisto 2 ou 3 semanas depois quando a poeira baixar.



Eu me empolguei em escrever esse tópico porque me mandaram 2 comerciais pelo youtube de uma cadeia de cinemas nos EUA que tem tolerância ZERO para celulares e conversas, chamada Alamo. E eu achei GENIAL. Nem sei se é fake ou verdadeiro, essa franquia não tem por aqui no Brasil.
Mas se bobear, eu junto grana e abro uma filial dessas por aqui só pra ter o prazer de meter o pé na bunda dos texters e faladores de cinema.




O primeiro é o melhor.
"Thanks for not coming back to the Alamo, texter!"
 
Última edição por um moderador:

Ana Lovejoy

Administrador
Contudo também já ouvi pessoas dizendo o famoso bordão que tem direito porque pagou e os incomodados que se mudem.
acho esse último argumento o cúmulo da falta de educação. quer dizer, o fato de eu pagar pelo ingresso significa que eu posso entrar lá e atirar em todo mundo então, certo? afinal, to pagando e faço o que quiser dentro da sala. wtf.

eu já disse isso mais de uma vez, mas eu acho que falta mesmo é a figura do lanterninha dentro das salas de cinema. aquele cara que fazia XIIIIU para os chatos, mandava tirar os pés da poltrona da frente e, hoje em dia, provavelmente mandaria o pessoal desligar celular.
 

Vëon

Do you know what time it is?
Também evito os horários de pico perto do lançamento, mas ultimamente tenho ido pouco ao cinema e quando vou é na Reserva Cultural então esse tipo de coisa não acontece, os próprios frequentadores decidiram banir a pipoca do cinema.
 

Pim

God, I love how sexy I am!
Falar pelo celular dentro de cinema é, junto com comentar o filme em voz alta com o cara do lado, uma das coisas mais chatas EVER. Dá vontade de fazer isso:

OBS: esse cara foi meu professor de Biologia do cursinho \o/


Ouvir as teenagers irem ao delírio pelo beijo da Bella e do Edward é só vergonha alheia, e derrubar a pipoca... É... Bem... Uma coisa bem minha mesmo. :dente:
 
Última edição por um moderador:

Siker

Artista Comercial / Projetista Gráfico
Situações como essa do celular não ocorreram muito comigo, mas algum grupinho de amigos que só quer saber de zoar e não tem respeito pelo filme sempre acontece, não calam a boca e agem como crianças retardadas, dá muita raiva!

Lembrei até dessa cena de Scary Movie:
as vezes uma reação assim é necessária.. :mrgreen:
 
Última edição por um moderador:

Décimo

The Swanson Code
"Ahah, eu paguei bilhete, posso fazer o que quiser. Olha, vou mijar na cara desses aí na fila da frente. Pronto, ahah. Tá protestando o quê, EU PAGUEI BILHETE PORRA! SEU FASCISTA!"
 

Elendil

Equipe Valinor
Também tento evitar esse tipo de coisa como o Fusa falou no primeiro post. Como ultimamente anda difícil mesmo evitar as grandes salas, pelo menos a galera fantasiada e efusiva eu procuro evitar. Eu não estou acostumado com certos rompantes de euforia dentro da sala de cinema. Sindar e eu fomos ver o último Harry Potter e apesar de não ter ninguém fantasiado por lá, a galera batia palmas em cada cena mais empolgante, vibrava e gritava. Achei tremendamente esquisito, pra não dizer chato.
 

Lew Morias

Luck is highly overrated
Sindar e eu fomos ver o último Harry Potter e apesar de não ter ninguém fantasiado por lá, a galera batia palmas em cada cena mais empolgante, vibrava e gritava. Achei tremendamente esquisito, pra não dizer chato.
Aconteceu a mesma coisa comigo, Elendil. Estávamos eu e minha namorada assistindo HP e o povo fazendo algazarra em determinadas cenas.

Eu me pergunto: pra quê isso, meu Deus? Você vai um cinema pra ver o filme, não pra interagir com ele. É só escolher uma cadeirinha, olhar pra tela e ficar sussa no seu cantinho. É difícil fazer isso? :think:

Mas se bobear, eu junto grana e abro uma filial dessas por aqui só pra ter o prazer de meter o pé na bunda dos texters e faladores de cinema.
Totalmente apoiado, Fusa. :g:
 
Última edição:

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Contudo também já ouvi pessoas dizendo o famoso bordão que tem direito porque pagou e os incomodados que se mudem.
Quem usa essa frase está dando o maior exemplo de não saber viver em sociedade. Nada disso devem respeitar todo mundo.

E nesse caso eu até concordo que eles tem preferência. Eu, que sou menos fã, assisto 2 ou 3 semanas depois quando a poeira baixar.
Não, todo mundo ali pagou ingresso, ninguém tem preferência, só por não ser maduro o suficiente não é carta branca para fazer o que quiser não.

Situações como essa do celular não ocorreram muito comigo, mas algum grupinho de amigos que só quer saber de zoar e não tem respeito pelo filme sempre acontece, não calam a boca e agem como crianças retardadas, dá muita raiva!

Lembrei até dessa cena de Scary Movie:
as vezes uma reação assim é necessária.. :mrgreen:
Eu concordo, a menina desse filme é retardada, né? E as pessoas assim acham que têm a razão.

Em algum dos filmes ela não morre?
 
Última edição por um moderador:

Nihal

Ventinha xD
Ontem na seção de Capitão América aconteceu a coisa mais chata que poderia ter acontecido. Eu aguento o grupinho de amigos chato no fundão conversando sem parar, o menininho perguntando pra mãe toda hora se fulano tinha morrido, mas o cúmulo foi um grupinho que sentou na primeira fileira, ligaram as lanterninhas do celular (lanterninhas incrivelmente fortes) e ficaram jogando na cara das pessoas de trás ou direto na tela. Cara, não quer ver o filme, fica em casa, economiza uma grana e deixa quem quer ver, ver em paz.
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
Os trolls são os piores mesmo.

Já sofri em uma sessão que eu fui ver Panico 3.
Cheguei meio atrasado e tive que sentar lá na primeira fileira.
Uns muleques da fileira de trás ficaram 3 ou 4 vezes colocando a máscara do assassino do meu lado com objetivo de me assustar.
Mas tipo assim. Se não me assustou na primeira vez, não vai me assustar nas outras 3 ou 4 vezes, po!
Era espirito de troll mesmo. Só queria ficar me atrapalhando e distraindo.

Só não reclamei muito porque ele era muito maior do que eu e provavelmente eu iria apanhar muito. :-P
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Em teatros até hoje nunca tive um grande aborrecimento. Talvez pelo fato de saber escolher bem a dedo as peças e encontrar um público que tem o senso mínimo de educação.

Já em cinemas se o filme é de grande apelo de bilheteria não fico como os harrypottermaníacos desesperados que ficam se matando pra ver na estréia. Espero o tempo que for e vou no cinema com horário mais vazio e pronto, minimizo ao máximo a incoveniência.
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Eu evito isso tudo não indo em cinema,a última ez que fui foi em 2004, para ver Tróia, e claro os retardados ficavam gritando que Brad Pitt era bonito, reclamavam quando alguma coisa não saia do jeito que eles achavm que deveria sair etc. Não tenho pressa, espero sair em DVD, em casa eu controlo até onde eu vejo, volto, vejo 20 vezes se necessário, mas não perco nada por causa de retardados ou maníacos (redundância).
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
Outra coisa que me incomoda, mas já não é muito culpa dos espectadores, são os barulhos de poltrona.
Nesse caso é mais culpa do estabelecimento que deveria ter colocado poltronas menos barulhentas.
Apesar que tem muita gente que parece estar com formiga no rabo e ficam se mexendo na poltrona o tempo todo.
 

Alia Atreides

Active Member
In Memoriam
Que povo estressado. :roll:

Eu concordo que falar no celular e ficar conversando alto no cinema é chato, mas exigir silêncio absoluto também é demais.
Também acho chato pessoas que querem abrir pacotes de salgadinhos fazendo o maior barulho possível, porém não me importei quando fui na pré-estreia de HP7.2 com as pessoas aplaudindo e vibrando nas cenas. Uma coisa é rir em cenas de drama, conversar sobre outros assuntos ou ficar falando alto, outra é mostrar que você gostou de alguma cena.
E não, eu não faço isso, fui uma das únicas a ficar quieta na pré estreia, mas não ligo quando façam. Eu gosto de cinema cheio, principalmente em filmes de comédia, onde todos dão risada juntos (e acho até que o filme se torna mais engraçado) do que ficar forever alone em uma sala dando uma risadinha sem graça.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Se ainda fosse moderadora, eu te daria uma infração, Cacá, só pra você largar mão de incentivar a BADERNA no cinema. :lol:
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo