1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Contos da Mais-Valia & Outras Taxas (Paulo Tedesco)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Izze., 13 Dez 2010.

  1. Izze.

    Izze. What? o.O

    Não existe tarefa mais comum que o ser humano faz do que trabalhar. É algo necessário pra conseguir dinheiro para conseguir “sobreviver”. Esse mundo do trabalho é o tema do livro Contos da Mais-Valia & Outras Taxas, de Paulo Tedesco, publicado pela editora Dublinense. O leitor encontra nele personagens com que cruza todos os dias pela rua, ou então retratos de si mesmos. Dos cargos de altos escalões aos pequenos promotores de venda, os contos de Tedesco englobam as mais comuns intrigas profissionais e frustrações pelas quais passam todos os que enfrentam a vida no mercado de trabalho.

    O autor divide o livro em três partes que abordam os tipos de empregados: comissionados, pró-laboreados e assalariados. Cada parte é formada por determinado número de textos que trazem personagens de diferentes ramos profissionais e seus dramas que ou envolvem problemas no trabalho ou pessoais, mas que influem em suas tarefas. O primeiro conto já abre o livro com as disputas pelo sucesso em uma empresa. Enquanto se encaminham para o trabalho, dois corretores de imóveis reclamam de um colega que fecha seus negócios, roubando suas comissões. Tedesco aponta a hipocrisia dos funcionários, mostrando que aquele que reclama da falta de ética do colega não deixa de fazer diferente, fechando o texto de forma pitoresca, mas que acentua a prática de “passar a perna” para se dar bem nos negócio.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar