1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Conto policial] - Irresistivelmente fatal

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Marcio Scheibler, 8 Ago 2010.

  1. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Sinopse do meu segundo livro, IRRESISTIVELMENTE FATAL, com lançamento em breve.

    Uma festa. Uma linda mulher. Sexo. E por fim, sangue.

    O jovem Leandro Biavatti pertencia a uma família rica e sempre estava acompanhado de belas mulheres. Evitava envolvimento sério com qualquer uma delas, pois sempre achava que estavam com ele apenas por interesse financeiro.

    Mas uma noite de êxtase na vida dele torna-se macabra, pois sua vida terminaria ali, em sua própria cama. Um crime misterioso, depravado e assustador. Seu melhor amigo, Rodrigo, aciona seu tio detetive, Otávio Medeiros, para tentar resolver esse caso enigmático.

    Ao longo da trama, acontecimentos e informações incríveis surgem e uma história fantástica vem à tona. Aliando erotismo e mistério, IRRESISTIVELMENTE FATAL relata sentimentos e atitudes muito presentes em nosso cotidiano, de um ponto de vista trágico e racional.
     
  2. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Seguem abaixo as duas primeiras páginas...:sim:

    CAPÍTULO I

    - Olá, tudo bem?
    - Oi!
    O rapaz aproximou-se da linda jovem que estava sentada sozinha junto ao balcão bebendo uma dose de uísque. Ela era maravilhosa. Morena de olhos verdes, pele branca, corpo perfeito. A roupa justa realçava os contornos. A maquiagem estava impecável. Seu olhar era penetrante. Seu sorriso inigualável.
    - Posso sentar ao seu lado? – perguntou ele.
    - Claro – respondeu ela.
    - Qual o seu nome?
    - Prefiro não me identificar.
    - Mas que mistério é esse?
    - É o meu jeito. Também prefi ro não saber seu nome, por enquanto.
    - Tudo bem.
    Ele pediu ao garçom que lhe servisse uma dose de vodca. Olhava a garota de cima a baixo várias vezes. Era inevitável. Impossível não reparar. As pernas cruzadas, extremamente mà mostra. Ele perguntava de tudo, mas ela desviava o
    olhar sempre em direção à porta.
    - Está esperando alguém? – questionou ele.
    - Não.
    - Então por que olha tanto para a porta?
    - Apenas estou olhando o movimento.
    - Quer dançar?
    - Quero.
    Os dois foram até o centro da pista. Ela dançou timidamente no começo, mas depois se soltou. Ele parecia estar sonhando. As luzes jorravam em todas as direções e criavam um cenário irreal. Aquela mulher a sua frente ficou mais bonita ainda. As pessoas que ali dançavam praticamente pararam para vê-la. Dez minutos se passaram e os dois retornaram ao balcão. Ele pagou uma dose de vodca a ela.
    - Gostaria de me acompanhar a um lugar mais calmo? – arriscou ele.
    - Depende onde for – respondeu ela após uma breve pausa.
    - Eu conheço um lugar ótimo.
    - Então, vamos.
    Saíram da boate, atravessaram a rua e entraram no carro.
    - Onde fi ca esse lugar que pretende me levar? – quis saber ela.
    - Não é longe. Não irá se arrepender.
    O sorriso que ela lançou foi espetacular. Em menos de dez minutos o jovem estacionou o carro num ponto onde era possível enxergar toda a cidade.
    - Já conhecia esse lugar? – perguntou ele.
    - Não. Estou há apenas dois meses aqui. Conheço pouco a cidade.
    - E seu nome? Ainda prefere não falar?
    - Veio aqui pra saber meu nome?
    Ela perguntou isso voltando o corpo na direção dele e lançando um olhar provocante. Ele tirou as mãos do volante e a beijou. Enquanto ela o acariciava por cima da calça, ele baixava a alça direita da blusa dela.
     
  3. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Mais um trechinho...

    Medeiros ficou um pouco atônito com a pergunta.
    - Digamos que sim.
    - Adoro policiais. Principalmente se estiverem armados.
    A insinuação de Mariana foi logo entendida por Medeiros. Rodrigo demorou um pouco para entender a malícia da frase. A garota era de uma sensualidade fantástica.
    - Como soube da morte de Leandro? – indagou Medeiros.
    - Pela rádio local.
    - Como a rádio local informou a tragédia? Disseram o que causou a morte dele?
    - Parece que ele levou uma facada no pescoço. Você não sabia disso?
    - Claro que sabia – respondeu Medeiros elevando o tom de voz. E do braço mutilado não informaram nada?
    Os olhos de Mariana quase saltaram das órbitas. Essa informação não podia ser verdadeira.
    - Braço mutilado? Como assim? Você está me deixando apavorada.
    - Após cravar uma faca no pescoço de Leandro, o assassino, ou melhor, a assassina, decepou o braço esquerdo dele.
    Mariana ficou boquiaberta e logo depois perguntou:
    - Por que você diz “a assassina”?
    - Tudo leva a crer que o crime foi cometido por uma mulher. Ela teve relações sexuais com a vítima e logo depois cometeu o homicídio.
    - Nossa, que história absurda. Que tipo de mulher faria isso?
    - É o que estamos investigando. A propósito, o que houve com sua mão?
    Ela ficou pálida. Demorou a responder.
    - Cortei o pulso enquanto preparava uma salada ontem de manhã. O corte foi superficial. Esses pequenos acidentes sempre acontecem comigo.
    - Rodrigo e eu já estamos de saída. Agradecemos sua colaboração.
    - Não precisa agradecer.
    Mariana acompanhou os dois até a porta, mas tanto a expressão de seu rosto quanto a de seu corpo não eram mais as mesmas. O semblante estava fechado e o rebolado havia sumido. Apenas um leve sorriso estampava-se naquele belo rosto.
     
  4. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Hoje, dia 31/08, é a data do lançamento oficial do meu livro. Realizar-se-á na Feira do Livro de Santa Cruz do Sul/RS, minha cidade, a partir das 17:30h.

    :clap::clap::clap:
     
  5. Marcio Scheibler

    Marcio Scheibler Usuário

    Preços válidos para qualquer lugar do Brasil:

    CICATRIZES DE UM SEGREDO - R$ 18,00 (livro + postagem)
    IRRESISTIVELMENTE FATAL - R$ 19,00 (livro + postagem)


    Comprando ambos, o valor fica R$ 32,00 (livro + postagem)
     

Compartilhar