1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Continuem

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Chava Tinuviel, 25 Set 2011.

  1. Chava Tinuviel

    Chava Tinuviel Usuário

    Resolvi abrir um novo tópico me inspirando no continuem a história.
    Então eu vou começar uma e vocês vão completando.

    ___________________________________________________________________________________________

    Tudo estava escuro,ouvia-se apenas som do vento a sussurrar por entre as folhas.E no ar havia um doce aroma dizendo que tudo poderia mudar.
    De traz de uma moita um homem levantou,fez um sinal com as mãos,mas,não se via ninguém.Então ouviu-se o som de cascos.Correndo bem rápido apareceu um belo corcel,negro como uma noite que jamais havia visto o luar.
    Continuem...
     
  2. EduAC

    EduAC Usuário

    Esse corcel correu rapido como o vento, parecia que tinha uma especie de missão. Talvez fosse um aviso, uma mensagem desesperada que devesse entregar.
     
  3. Envy

    Envy Usuário

    Não muito distante, por dentre densas copas e árvores que, em conjunto, formavam um mosaico de emaranhada beleza, jazia um corpo esguio, corpo esse intacto, a não ser, pela estranha forma do qual o desafortunado corpo sem vida segurava algum tipo de bainha desprovida de qualquer lâmina.

    Continua...
     
  4. Talira

    Talira Usuário

    O homem afagou a cavalo negro, ainda ofegante da batalha.
    Na escuridão não sei via muita coisa, mas ele sabia que o perigo não exista mais. Pelo menos por enquanto.
    Olhou ao redor, procurando no chão sua espada. Ele tinha certeza que estaria por perto, pois se lembra que ela caiu antes dele pular para se esconder nas moitas.

    ............
     
  5. EduAC

    EduAC Usuário

    Foi andando pelo meio das moitas a procura do brilho metalico familiar da sua espada, mas até o momento nada via.
     
  6. CamiLa

    CamiLa Usuário

    Ouviu vozes e sons de cavalarias ao longe, será que eram amigos? Ou não? Ele não sabia dizer, qual era mesmo seu nome? O desespero pela procura de sua tão preciosa espada foi aumentando...
     
  7. Envy

    Envy Usuário

    Entretanto, percebera que as vozes que antes ouvia, não eram meros sussurros conduzidos aleatoriamente pelo ar.

    Essas vozes ecoavam contundentemente dentro de sua cabeça. Mas o que significara isso? E sua espada? E principalmente, quem era ele?

    Pela primeira vez depois desse turbilhão de acontecimentos, percebeu que possuía um grande corte na mão em que usava para empunhar sua espada, mas que ligação isso teria com o desaparecimento da mesma?


    Continua...
     
  8. Talira

    Talira Usuário

    Foi seguindo pelas moitas, procurando a espada.
    Pelo corte, pela situação, ele esteve lutando..ótimo. Mas contra quem? Não havia mais ninguém onde ele estava..
    Foi quando tropeçou em alguma coisa no chão. Na escuridão foi difícil ver o que era.

    A lua iluminava pouco a noite, mas deu para ver.
    Um corpo de mulher, sem vida, jazia no chão e, em suas mãos, uma espada...
     
  9. CamiLa

    CamiLa Usuário

    E agora, quem seria aquela mulher? ela sem duvidas significava algo, e algo certamente importante em sua vida, pois, um aperto em seu peito não deixava duvidas. Estava feliz em reconhecer o objeto em suas mãos, era sua preciosa espada, companheira de andanças (só não sabia quais). Oh espere! A Dama não está morta! Está a abrir olhos... e os sons da cavalaria já estavam nitidos,era isso, eles clamavam por um nome. Quem seria essa pessoa que eles estão a procura?.
     
  10. Chava Tinuviel

    Chava Tinuviel Usuário

    A mulher se levantou e pediu a ele que a seguisse.Andaram durante horas até chegarem perto de um grande lago.
    Então como um sussurro a mulher disse....

    continuem
     
  11. Lissa

    Lissa Chocolatier Honoris Causa

    ''Esqueceu-se de quem é? Não se lembra de mim... Não faz ideia do que está por vir. Ótimo!''
    Na margem oposta do lago de águas escuras e enregelantes, uma caverna sombria com rochas escarpadas e cortantes na entrada aparecia em meio à névoa. Ele sentiu um arrepio. Quando voltou-se para ela, nada mais havia. Nem sinal dela. E agora? Com certeza ela queria indicar algo, mas ele deveria confiar nela?

    Continua...
     
  12. Chava Tinuviel

    Chava Tinuviel Usuário

    Em sua cabeça algo o dizia que tinha de confiar na mulher.Afinal ela era a única que tinha as respostas para suas perguntas.
    Lentamente ele se levantou e foi na direção da caverna.Ao chegar em sua entrada.....

    Continuem
     
  13. Clown or Minstrel

    Clown or Minstrel desenvolvedor

    Via rastros de luz. Finas linhas cintilantes, a princípio, pareciam serem mera ilusão. Continuando a entrar na caverna, percebeu que as listras era reais, cada vez mais perto chegava, cada vez mais os rastros luminosos aumentavam, linhas espelhadas na parede, refletindo a pouca luz que vinha de uma vela no chão da caverna.

    Eram outras espadas.
     
  14. Chava Tinuviel

    Chava Tinuviel Usuário

    O homem adentrou mais na caverna,tomando cuidado com as espadas que haviam ao chão.Adentrou mais e então percebeu que tudo o que o cercava era escuridão.Tentou se acostumar com o escuro e olhando ao longe viu um pequeno ponto de luz.
    Então correu as espadas ao chão não o importavam mais,porem este foi seu grande erro pois antes de ter avançado 15 metros um buraco apereceu a sua frente e como que num relampago lembrou-se de quem era.

    Continuem
     
  15. rochvellon

    rochvellon Usuário

    Agora não tinha mais dúvidas, as lembraças vinham desde sua infâcia até aquele momento. Porém desejava não ter lembrado de nada pois coisas horríveis e tristes haviam acontecido em sua vida, mas a mais infeliz de todas era que sua familia fora morta misteriosamente enquanto estava fora caçando. Tudo que ele queria agora era descobrir quem ou o que fizera aquilo e então se vingar.
    Por isso chegara até ali e agora estava cada vez mais perto de descobrir a verdade.
     
  16. Chava Tinuviel

    Chava Tinuviel Usuário

    Seguiu até o fim da caverna e ao chegar próximo do fim,percebeu que se encontrava numa clareira muito parecida com aquela na qual encontrara a mulher.
    Sentiu então um calafrio percorrer sua nuca e como se não tivesse percebido que tinha a espada nas mãos,virou-se,mas algo estranho acontecera a lamina estava vermelha.
    Parou então e percebeu que ao chão jazia a estranha mulher que o guiara até ali ...
    continuem
     
  17. Lissa

    Lissa Chocolatier Honoris Causa

    Aproximou-se dela, verificou o pulso. As belas feições estavam geladas. Mas ela se mexeu e falou, num fiapo de voz: ''você pode mudar o passado, mas para isso precisou conhecer o futuro.'' Ele não entendeu. O que acontecera naquela caverna? Era uma visão do futuro? Mas como isso era possível? ''Quem é você?'' perguntou ele, mas ela apenas sorriu e não se mexeu mais. Em nenhum momento abriu os olhos. Um vento levantou os cabelos da nuca dele, que se arrepiou. As lembranças eram claras agora, mas ela não estava lá. Seria ela do futuro?
    continua..
     
  18. rochvellon

    rochvellon Usuário

    Ficou um momento ali parado sem saber o que fazer, tentando organizar os pensamentos que tentavam enterder tudo o que acontecera ali. Perto dali entre alguns arbustos uma figura estranha observava Osufel enquanto este continuava pensativo, os olhos fitando a espada manchada que estava segurando.







    Ta huinë i con firi...
     
  19. Lissa

    Lissa Chocolatier Honoris Causa

    Mas ele escutou algo vindo dos arbustos e empunhou rapidamente a espada. A figura, no entanto, calmamente se aproximou, sem sinal de medo, ainda observando a espada apontada para ele ameaçadoramente. Osufel, então, já farto de figuras estranhas aparecerem sem aviso e explicação, simplesmente partiu para cima do estranho.
     
  20. rochvellon

    rochvellon Usuário

    O outro então com um rápido movimento não só desarmou Osufel como também o derrubou. Caído sob os pés daquele desconhecido ele sentiu que tudo estava perdido. Mas depois de algum tempo Osufel começou a pensar diferente pois o outro não parecia querer lhe atacar. 'Quem é você?' perguntou, ainda no chão. Tentava ver o rosto do estranho sem sucesso, pois este usava um capuz e estava muito escuro. 'Quem é você?' perguntou novamente já se levantando."Você pode me chamar como quiser pois meu nome pouco importa ", saiu uma voz masculina por debaixo do capuz "eu estou aqui para lhe ajudar Osufel" continuou. 'me ajudar? como assim ajudar? você sabe ao menos o que quero e como sabe meu nome?'Osufel parecia se enfurecer. "Você faz muitas perguntas e elas serão respondidas, mas não agora pois temos que sair deste que já não é mais seguro."
    continua...




    Ai! Laurië lantar lassi surinen...
     

Compartilhar