1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Conquistador (idem, 2006)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Gondorian Blade, 21 Dez 2005.

  1. Gondorian Blade

    Gondorian Blade Usuário

    Mais um cineasta brasileiro está trilhando sua carreira internacional: Andrucha Waddington (Eu Tu Eles, Casa de Areia - foto) está ligado à direção de Conquistador, produção norte-americana sobre o explorador espanhol Hernán Cortés.

    O longa será um épico sobre as viagens de Cortés pela América do Sul, começando por sua saída de Cuba, em 1514, quando procurava expandir a colonização espanhola, o que levou à destruição do império Asteca.


    O roteiro original de Nicholas Kazan (O Reverso da Fortuna) recebeu tradução para o espanhol pelo roteirista e historiador Carlos Bardem (irmão do ator Javier Bardem).



    Orçado em US$ 40 milhões, Conquistador será o filme falado em espanhol mais caro de todos os tempos. As produtoras por trás do projeto são a Hollywood Gang Prods. (Alexandre) e a Relativity Media (Terra dos Mortos).



    As filmagens estão programadas para começarem em setembro de 2006, usando locações no Brasil e outros países sul-americanos.



    Waddington disse a Variety que o filme é sobre “a história da aterrissagem na Lua e o descobrimento de que há uma civilização já estabelecida lá, quando o desconhecido encontra o desconhecido”

    ----

    Em entrevista concedida ao jornal O Globo, Andrucha Waddington adiantou alguns detalhes sobre a produção de Conquistador. Segundo o cineasta, cerca de 60% do filme será rodado no Brasil. Serão utilizados estúdios em São Paulo, mas também locações no litoral paulista e carioca. Também está prevista a construção de uma cidade cenográfica, mas o local onde ela será erguida ainda não está definido. O restante do longa será filmado no Chile ou na Argentina. Pode ser que locações no México sejam utilizadas também, mas os produtores estão dando preferência à América do Sul para baratear o projeto.



    Sobre o elenco, sabe-se que a base será formada por atores de língua espanhola. O detalhe é que a fidelidade à época será mantida, com a utilização do espanhol do século 16, além de dialetos maia e asteca para os personagens desses povos.



    O produtor Gianni Nunnari contou que Conquistador será um filme intimista baseado no jogo de poder entre Hernán Cortés e imperador asteca Montezuma. Ele compara a história a Apocalypse Now e Meu Ódio Será Sua Herança, e ainda acredita que o novo épico de Mel Gibson,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , abrirá espaço para o longa no mercado.


    Fonte: Cinema Em Cena

    É simplesmente espetacular ver um dos mais fascinantes períodos da história (as civilizações pré-colombianas) ganharem destaque na tela grande. Entretanto, é bom sempre ficar com os dois pés atrás, pois Hollywood tem a infame reputação d destruir os mais variados momentos históricos, e eu não quero d jeito nenhum apenas uma embalagem (aka Tróia, Alexandre, etc). Além disso, espero q esse produtor tenha aprendido com seus erros, pois entre um épico "intimista" como Alexandre ou um pipocão como Gladiador, sou bem mais esse segundo, embora nenhum dos dois seja o modelo a ser seguido.
     

Compartilhar