• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Confessionário Musical

F

Focr_BR

Visitante
Confesso que estive em uma especie de encontro ao vivo de músicos de jazz e realmente gostei. Parece que a musica é como alguém conversando com você e isso realmente é legal. É um tipo de musica que conversa e que depois de ouvir muito ela conversar com você, você precisa de um tempo para descansar. Realmente uma experiencia diferente.

Gostei muito da parte improvisada, soou pra mim como algo bem diferente do que musica improvisada sempre me soou (como um blues extremamente virtuoso, apesar de ver um musico ser muito virtuoso tocando sanfona no jazz) e isso foi realmente muito legal. Não sei se a experiencia vai se repetir e não sei se vou gostar se repetir, mas já valeu como algo realmente interessante de se conhecer.
 
Última edição por um moderador:

Spartaco

250 anos do nascimento

Amanhã estarei indo assistir a 9ª sinfonia de Beethoven, conhecida como Sinfonia Coral. O evento ocorrerá no Teatro Bradesco, sendo que a interpretação é da Orquestra Acadêmica de São Paulo e do Coral da Cidade de São Paulo, sob regência de Luciano Camargo. Os solistas são Ana Beatriz Machado (soprano), Marcela Rahal (mezzo-soprano), Anibal Mancini (tenor) e Francisco Campos Neto (barítono).

Em 1824, surgia a Sinfonia nº 9 em Ré Menor, para muitos a obra-prima de Beethoven. Pela primeira vez na história da música foi inserida a voz humana num movimento de uma sinfonia. Os solistas e o coral exaltam a fraternidade universal, começando pela aliança entre duas artes irmãs: a poesia e a música. O texto é uma adaptação do poema de Friedrich Schiller, “Ode à Alegria”, feita pelo próprio compositor.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Confesso que não vejo absolutamente nada de excepcional nesse tão badalado Ed Sheeran.
Longe de acha-lo ruim, mas também a mesma distância de achar essa "Brastemp toda tão pintada na Mídia.
 

Spartaco

250 anos do nascimento
Confesso que não vejo absolutamente nada de excepcional nesse tão badalado Ed Sheeran.
Longe de acha-lo ruim, mas também a mesma distância de achar essa "Brastemp toda tão pintada na Mídia.
Enquanto isso, uma grande parte dos jovens deixam de apreciar bons espetáculos e concertos, como esse que eu mencionei acima, bem como aqueles apresentados na OSESP e no Teatro Municipal.

Além disso, a maior parte da mídia mostra apenas coisas de péssima qualidade. Por isso, as crianças e a juventude acaba só conhecendo música de gosto muito duvidoso.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Enquanto isso, uma grande parte dos jovens deixam de apreciar bons espetáculos e concertos, como esse que eu mencionei acima, bem como aqueles apresentados na OSESP e no Teatro Municipal.

Além disso, a maior parte da mídia mostra apenas coisas de péssima qualidade. Por isso, as crianças e a juventude acaba só conhecendo música de gosto muito duvidoso.
Ainda bem que graças a Internet temos acesso a divulgação de excelentes espetáculos que na maioria das vezes não são divulgados pela grande mídia. Música Erudita e também o teatro que é uma arte tão importante e nem sempre tão valorizada no Brasil, eu chego a assistir mais espetáculos teatrais mais vezes por ano que filmes no cinema. Então bons espetáculos em todos os setores das artes existem. Só não acessa e não vê quem não realmente quer.
 
F

Focr_BR

Visitante
Confesso que demorei demais pra conhecer o Marillion. Banda incrível!
Se gosta de progressivo com uma pegada mais pop recomendo o Genesis da era Phil Collins e se quer algo bem progressivo e não tão popular Rush sem dúvidas.
 
F

Focr_BR

Visitante
Confesso que tenho voltado a ouvir power metal e não está sendo tão ruim assim, as letras positivas do gênero são realmente boas. Pena que é difícil encontrar composições com letras positivas em gêneros que aprendi a apreciar mais como o rock progressivo.
 
Última edição por um moderador:

Giuseppe

Eternamente humano.
As letras do Yes e as do Supertramp são bem positivas e alegres e são excelentes bandas de progressivo, diferente das letras do Pink FLoyd, por exemplo, que é algo mais melancólico e tristonho (não estou criticando a banda, só estou comentando uma característica, pois não deixo de achá-los fantásticos).

Hoje em dia nem sou muito de power metal, mas já gostei mais do estilo no passado. Porém, continuo gostando de algumas bandas, principalmente o Angra (se é que é considerado power metal).
 
F

Focr_BR

Visitante
Hoje em dia nem sou muito de power metal, mas já gostei mais do estilo no passado. Porém, continuo gostando de algumas bandas, principalmente o Angra (se é que é considerado power metal).
Estou tentando ouvir as musicas menos melacolicas do Marillion.

Sobre Power Metal, tenho ouvido algumas do Stratovarius, Angra é considerado Power Metal apesar de algumas composições tenderem bastante para o Progressivo (mas eu não os considero Progressivo).

O Dream Theater vai lançar um album novo agora, ouvi uma das musicas e ela tem uma letra legal.
 
F

Focr_BR

Visitante
Sério? Ando por fora dos lançamentos. Mais tarde ou amanhã eu confiro. Valeu pela indicação!
Confesso que gostei demais de uma das musicas do novo album do Dream Theater que chama Barstool Warrior.

In a dark and lonely corner, all the time in Dark-side inn
Sits a local barstool warrior, talking to his gin
Treating past decisions, he motions for a shot
Is he doomed to be a man this world forgot?
Just a prisoner of the monster on his back
Call it bad luck, call it fate
Call it stuck here the rest of my days
Serves me right, what went wrong
And where do I belong?
In the glow of flashing lights, on the shoulder of the road
Clutching at the bruised and tired skin
She tries to signal danger with anguish in her eyes
Will he see the world of pain she's in?
Or is it too late?
Was it bad luck, was it fate
Or a past that she couldn't escape?
It's not right, something's wrong
Just where do I belong?
Promises made, crying in vain
All empty, never accepting the blame
And not letting go of the shame
A river of tears, as months turned to years
All wasted on someone not willing to change
Now only a shadow remains
No one can save you
And there's no one to see
It has been written
You will become all you think, all you feel, all you dream
Now I'm cutting the anchor away
And I won't look back
I'm starting a new life today
Now I see where I belong

 
Última edição por um moderador:

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Confesso que estou muito contente de saber que Carol Andrade fará turnê do novo álbum Canção pra Dois pelo Interior Paulista através do circuito SESC e com uma passagem prevista pra Jundiaí bem próximo aonde moro.

Já vou correr atrás de reservar meu ingresso antecipado o quanto antes, pois as apresentações dela, especialmente nos últimos dois anos tem tido excelente público e não a toa, dado ao fato que é uma das mais belas e lindas vozes da nossa MPB contemporânea, com músicos de apoio de altíssimo nível como o violinista Alex Maia, pra um dos cinco melhores do Brasil que já vi tocar.
 

Giuseppe

Eternamente humano.
Confesso que gostei demais de uma das musicas do novo album do Dream Theater que chama Barstool Warrior.

In a dark and lonely corner, all the time in Dark-side inn
Sits a local barstool warrior, talking to his gin
Treating past decisions, he motions for a shot
Is he doomed to be a man this world forgot?
Just a prisoner of the monster on his back
Call it bad luck, call it fate
Call it stuck here the rest of my days
Serves me right, what went wrong
And where do I belong?
In the glow of flashing lights, on the shoulder of the road
Clutching at the bruised and tired skin
She tries to signal danger with anguish in her eyes
Will he see the world of pain she's in?
Or is it too late?
Was it bad luck, was it fate
Or a past that she couldn't escape?
It's not right, something's wrong
Just where do I belong?
Promises made, crying in vain
All empty, never accepting the blame
And not letting go of the shame
A river of tears, as months turned to years
All wasted on someone not willing to change
Now only a shadow remains
No one can save you
And there's no one to see
It has been written
You will become all you think, all you feel, all you dream
Now I'm cutting the anchor away
And I won't look back
I'm starting a new life today
Now I see where I belong

06:43 de duração? Essa é curtinha para os padrões da banda! :mrgreen:
 
F

Focr_BR

Visitante
06:43 de duração? Essa é curtinha para os padrões da banda! :mrgreen:
Sim, o album novo possui poucas longas e nenhuma com mais de 10 minutos. Mas essa musica tem uma melodia que eu gostei muito e a letra é muito boa.
 

Giuseppe

Eternamente humano.
Estou vendo que a composição é do João Petrúquio (John Petrucci). As letras dele costumam mesmo ser algum tipo de história.
 

J. Hercules

Like a Rolling Stone
Se tratando de música acredito que minha lista seria extensa neste confessionário, irei resumir e espero encontrar seres com gostos similares. Ou ao menos seres que não cometam bullying com minha pessoa.

Secos e Molhados


Os Mutantes


Roberto Carlos


Prince

 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.470,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo