• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Como você imagina o Ainulindalë?

Como vocês imaginam os sons da Ainulindalë? Como uma grandiosa sinfonia? Com belos instrumentos tocando? Sons de corais dos anjos? Gostaria de saber suas opiniões, posteriormente eu postarei a minha...
 
Eu imagino como um coro angelical, como o canto gregoriano, sério. Acho até que a noção de coro de anjos seja o que Tolkien tinha em mente.
 

Elring

Depending on what you said, I might kick your ass!
Difícil! Eu gosto muito de Dvorak e seus concertos para Cello e por causa do Apocalyptica, também. Tem Vivaldi, Beethoven, Bach... são tantos! Acho que deveriam abrir uma enquete para escolher a música que melhor se encaixaria no Ainulindalië.
 
Pra eu explicar com eu imagino o Ainulindalë, preciso explicar um pouquinho de teoria músical que não faz mal pra ninguém:

Existem modos na música e um deles é o Jônio que, pra mim, é sublime, contemplativo, feliz.
As escalas menores harmônicas são caracterizadas pela tensão que ela gera, bandas como Megadeth, Ozzy, Metallica, Opeth, etc. Utilizam largamente essas escalas.
Fuga é um tipo de música que começa uma voz fazendo um tema e entram diversas vozes fazendo o mesmo tema só que diferente.

Portanto seria algo como Elendil disse, estavam todos lá felizes (modo Jônio) dai entra Melkor tocando metallica (Menor Harmônica),pra mim, seria basicamente isso só que em Fuga e tudo em cantos gregorianos ^^
 

abylos

Usuário
Usuário Premium
Eu sempre imaginei uma sinfonia, mas de forma vaga pois considero difícil conceber um som que seja tão belo como o relatado.


Porém, um vez, vendo um programa de musica na tv ouvi uma sinfonia que me lembrou a narração do livro. Até consegui encaixar onde entrava a dissonância de melkor e tal... só que não peguei o nome da musica, não sei repeti-la e nunca mais ouvi ela de novo :(
 

Glonduil

Quase uma forja de anão
Eu imagino, que na sinfonia do Ainulindalë, os sons eram como uma tempestade de gases coloridos, cada gás saindo de um ainur. Cada ainur produzindo o som de um instrumento e divididos entre aqueles que produziam os mesmos sons, assim como em uma orquestra. No centro Eru, ao redor os gases/sons fluindo e vibrando em um sinfonia/tempestade harmoniosa. Imagino a dissonância de Melkor, como um jato violento de gás negro. E imagino os ainur, como seres de luz, cantando no meio desta tempestade de gases, enquanto que Eru ficava sentado em uma espécie de pilar gigantesco, no meio dos ainur, observando tudo de cima
 
Última edição:

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Eu imagino, que na sinfonia do Ainulindalë, os sons eram como uma tempestade de gases coloridos, cada gás saindo de um ainur. Cada ainur produzindo o som de um instrumento e divididos entre aqueles que produziam os mesmos sons, assim como em uma orquestra. No centro Eru, ao redor os gases/sons fluindo e vibrando em um sinfonia/tempestade harmoniosa. Imagino a dissonância de Melkor, como um jato violento de gás negro. E imagino os ainur, como seres de luz, cantando no meio desta tempestade de gases, enquanto que Eru ficava sentado em uma espécie de pilar gigantesco, no meio dos ainur, observando tudo de cima
De cima porque não aguentava o cheiro, né? Que sinestesia! Onde você tava quando teve essa ideia?
 

Glonduil

Quase uma forja de anão
De cima porque não aguentava o cheiro, né? Que sinestesia! Onde você tava quando teve essa ideia?
Na verdade Morfs, eu também imagino que cada gás tinha um cheiro condizente com a sua cor. Por exemplo : Ulmo cantando, seria uma jato de gás azul marinho, com um aroma de brisa marinha e sabor salgado. Para mim, cada som era mais do que um simples onda vibrando, eles possuíam cheiro, sabor, cor, eram energia viva. E garanto que eu não estava fumando quando imaginei assim
 
Última edição:

Placebo

O Bonitão das Tapiocas
Seria algo assim (e se repetiria na canção final do fim do mundo)

Já na canção final de re-criação de arda, imagino os Elfos cantando isso, sobre suas batalhas na 1ª Era a Eru
(pelos deuses, essa é a melhor música que ja ouvi em um filme!)

Na boa, deve ser algo assim.
 
Última edição:

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo