1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Como sua religião encara o amor?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Ana Lovejoy, 11 Jun 2003.

  1. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    É um tópico semelhante ao da morte, só que para saber como as diversas religiões tratam a idéia de amor.

    O que é pecado, o que não é... O conceito de monogamia e bigamia, etc.

    Vai que é com vocês :dance: :grinlove:
     
  2. Vela- o Rousoku

    Vela- o Rousoku Sirius Black

    Eu não sigo uma religião específica. Eu sigo uma compilação de valores religiosos. Sou bem eclético e, portanto, falarei por tal.

    Amor é visto como a fonte de tudo. Se o mundo que conhecemos fosse um aparelho eletrônico, amor seria a bateria.

    Curiosamente, aí entra a vida de Jesus. Muitas pessoas utilizam, como argumento para criticar a religião cristã, seus livros e sua história, apontando a contradição do sacrifício de animais. Bem, há muito, muito tempo, experimentos místicos eram feitos nos templos. Todo templo tinha uma sala de sacrifício. Um animal (geralmente porco) era sacrificado, e no templo logo do lado usava-se a energia da vida do porco, recém-liberada, para alimentar os experimentos místicos.
    Jesus veio então para mostrar que os mesmos experimentos e práticas podiam ser feitas usando uma outra forma de energia: amor. Usava o amor para seus experimentos e práticas místicas, hoje chamados "milagres", e assim não precisava sacrificar vidas.

    Claro, dizer "morreu para salvar a humanidade" é muito mais romântico e bonitinho (e mais importante: menos polêmico) para ser dito numa igreja. A verdade é que a denominação "filho de Deus" para Jesus era apelido. Significava que ele era mais evoluído e estava mais próximo de Deus que os outros. Se todos somos irmãos, então Jesus foi um irmão mais velho. Jesus passou a ser considerado como Deus há mais ou menos 500 anos, por causa do paganismo. Os pagãos usam a expressão "Deus menino" para se referir ao Deus cornudo quando este nasce da Deusa Mãe, e, na época, a estratégia da igreja para erradicar o paganismo era importá-lo para dentro da religião cristã. A única forma de importar o termo "Deus menino" foi transformar Jesus em Deus.

    (A evidência de que Jesus não era Deus - e nem nenhum Neo - é que todos os apóstolos de Jesus - seus aprendizes - faziam também os mesmos milagres. Quase os mesmos, já que Jesus era mais sábio e experiente. Inclusive, houve um caso - que assíduos leitores da Bíblia podem me ajudar citando - em que os apóstolos tentaram fazer um milagre mais elaborado, e não conseguiram. Jesus foi lá, e fez. Os apóstolos lhe perguntaram: "Por que você consegue, e nós não ?". Jesus poderia ter dito "Porque eu sou Deus. 8-) " ou então "Eu sou o Filho de Deus, sou o Cordeiro, e falo e ajo em nome do Senhor meu Pai. :lily: ". Mas ao invés disso, ele preferiu aproveitar a ocasião e dar mais uma aula pros apóstolos: "Porque este milagre só é possível com jejum e muita meditação.")

    Religio-misticamente falando, para minha orientação religiosa, o amor é a fonte de tudo isso. É a fonte do bem. É a fonte dos milagres de Jesus. É a fonte de cada sentimento. É a fonte de cada experimento místico que realizamos todos os dias sem perceber. É a fonte de estarmos vivos.

    Amor, meus caros, é o alimento do Universo, e constitui a essência de seu Criador.
     
  3. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    A minha religião encara o amor entre homem e mulher tipicamente conservador: o homem e a mulher devem ter relacionamentos quando já forem maduros o suficiente (ou seja, nada de namoriquinhos de adolescente), e seriamente, com intenção de casar (ou seja, nada de ficar). O sexo antes do casamento é estritamente proibido (se vc fizer, vai sair de lá obrigado). E é apenas aconselhável que vc namore/se case com alguem de lá, pois os de fora não costumam ter esse tipo de mentalidade e vão acabar por não aguentar ficar tanto tempo sem sexo (no geral).
    Adultério é proibido tbm, a punição é a mesda da do sexo pré-marital.
    Ou seja: façam sexo apenas com seu cônjuge, e só qdo vcs forem casados literalmente.
    Homossexualismo tbm não é permitido.
    Poligamia nem pensar.
     
  4. Vela- o Rousoku

    Vela- o Rousoku Sirius Black

    Só uma pergunta, Saranel: Qual é a sua religião ?

    Respeito a visão das várias religiões, mas só nunca consegui entender porque elas condenam o homossexualismo...
     
  5. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Porque é estranho, incomum. Isso gera a rejeição. Além disso as religiões cristãs (e judia e muçulmana) consideravam a prática homossexual antinatural, por não seguir o caminho normal que as relações sexuais tomam. E também temos que lembrar que a visão do sexo dessas religiões é que ele só deve ser praticado para fins reprodutivos, como a relação homossexual não esse fim...
     
  6. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    A Saranel me parece uma cristã bem conservadora. :wink:

    Eu não entendi na mensagem dela onde é o "lá" que tanto se refere.
     
  7. Balbo

    Balbo Usuário

    Com aquela mensagem, pareceu só conservadora
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Maglor, acho que da primeira vez quer dizer que a pessoa fica obrigada a casar, e na segunda se refere às pessoas da religião dela.

    Mas se não existe relação antes do casamento, como é adquirida a experiência necessária pra se tornar maduro nesse ponto?
     
  8. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Mas pra que ficar maduro neste ponto se o objetivo é a reprodução somente? Esse negócio de sexo recreativo não é aceito pelas religiões cristãs tradicionais.
     
  9. Balbo

    Balbo Usuário

    Talvez seja isso. Mas, nesse caso, não seria necessária maturidade nenhuma.
     
  10. Vela- o Rousoku

    Vela- o Rousoku Sirius Black

    *sigh*

    infelizmente... :cry: ...

    *sigh*

    :osigh:

    (Droga... o Balbo postou junto e perdi o timing...)
     
  11. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Maturidade psicológica, maturidade para escolher o parceiro certo, alguém que você tenha certeza de que ama e se identifica, é isso que ela quis dizer. Eu acho.
     
  12. Vela- o Rousoku

    Vela- o Rousoku Sirius Black

    Eu acho isso também.

    E acrescento: acho que a idéia seria "maturidade para escolher alguém em quem você confia".

    É mais fácil se esse alguém for da mesma religião que voc6e, pois ele conhecerá os valores. Mas infelizmente existem pessoas que acreditam que é necessário que a pessoa seja da mesma religião. O que pode levar a um relacionamento com menos confiança do que um de fora. Falta bom senso em certos casos...
     
  13. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Minha religião é a seita de Eru, o Ilúvatar. E ela apóia o amor livre e responsável, e sem as pessoas usarem umas as outras pensando apenas na própria satisfação.

    E amor não é paixão nem sexo, por favor não confundir. Amar amamos os pais, irmãos, amigos, as pessoas a quem queremos bem. A situação ideal em relacionamentos é o amor mútuo, sejam elas sexuais ou não. Qualquer caso diferente disso está fadado ao fracasso. E nos relacionamentos homem-mulher, como faz supor o tópico enquanto o tema é o dia dos namorados, bom, só tenho a dizer uma coisa: Que sejam sinceros, que digam o que pensam, e que aproveitem cada minuto como se fosse o último!

    Amém Ilúvatar! :pray:
     
  14. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Curti esse tópico.

    Bom, sou espirita desde que nasci. O espiritismo não prega o que você deve fazer ou não com o seu amor, se você quizer pegar todas em uma noite faça isso, se quizer ficar virgem pela sua vida inteira faça isso. O negocio é que você ira pagar pelos seus atos. Logico que se eles forem com uma boa intenção você será retribuido. Bom, de resto ele condena a poligamia (condena não... só aconselha para que não faça).
     
  15. Ivan

    Ivan Vai passar do joelho

    Por que que o espiritismo não aconselha a poligamia? Considera errado?
     
  16. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Pke eles seguem estritamente a Bíblia. E ela é contra os homossexuais.
    Baum eu não sou contra, mas tbm não acharia legal eu ser...
    Eu coloquei a visão da minha religião, e não a minha.
    Apesar de a minha ser bem parecida.
    Pra ter maturidade psicológica no sexo vc precisa transar antes?
    Quer dizer, vc tem que saber "fazer" a coisa pra saber que ama alguém?
    O sexo é irrelevante! O que importa é a maturidade da pessoa e não se ele é bom da cama ou não.
    Na minha é sim. Não precisa ser soh pra ter filhos, mas só pode ser depois de casar...
    Casou, beleza. Se vc quiser transar soh por prazer com o seu cônjuge, tudo bem!
     
  17. Ponto 1: Os evangelhos narra a vida de Jesus e o que ele disse, são históricos. Existem mais versões do Evangelho não aceites pela Igreja por que narram acontecimentos da vide de Jesus da qual não se tem certeza
    Ponto 2: Jesus diz varias vezes que era Deus, citando livremente "Eu e o Pai somos um só", "Quem me vês a mim vê o pai", "Eu sou o caminho a verdade e a vida", para além de disser que era filho de Deus (não foi ivenção da Igreja).
    Ponto 3: A Igreja Católica condena a homosexualidade porque considera contranatura, condena a homosexualidade mas não os homosexuais, considera-os pecadores (assim como os adulteros, ou os ladrões) e por isso não podem comungar a não ser que se arrependam e se confessem.
    Ponto 4: A Igreja Católica não vê o sexo apenas como meio de reprodução mas tambem como forma de amor, é contra o sexo antes do casamento porque acha que antes de entregar totalmente o corpo a alguem deve entrega tambem o seu amor. A Igreja é contra a banalização do sexo.
    Ponto 5: O amor é considerado pela Igreja como peça importante na salvação. Quem segue e ama Cristo não o segue nem o ama realmente se não amar o proximo (e o proximo é aquele que tá ao nosso lado e não aquele que nós vemos a morrer na televisão e de quem é tão facil ter pena)

    Escrevi este tópico tão longo para dar a conhecer a opinião da Igreja Católica sobre os vários temas debatidos neste tópico. Só Católico praticante, catequista, ajudo à missa e pertenço a um movimento católico chamado Comunhão e Libertação, por isso sei do que estou a falar (Não querendo ser agressivo ou presunçoso).
     
  18. Ilyriä

    Ilyriä Usuário

    "O Sexo sem função específica de reprodução, ou seja, só para o prazer, é condenado pelas religiões fundamentalistas monoteístas (judaismo, cristianismo - seja qual a versão - e o islamismo) são apolíneas, e não dionisíacas. Ou seja, são de negação do prazer, o prazer significa culpa - prazer não só no sentido sexual, mas de satisfação física, comer demais é gula, dormir demais é preguiça, sexo demais é luxúria... - e não de exaltação."
    Achei bem interessante esse comentário do meu professor. Se for analisar tem fundamento, porque a maioria das religiões animistas não prega satisfação do corpo = culpa.

    Agora a gente tem que ter a clara noção de que o assunto do tópico - AMOR - pode ser encarado de diversas maneiras. Não só o amor homem - mulher, mas temos que ter noção de que podemos amar nossos amigos, parentes, etc. Tanto é que uma das máximas do cristianismo é "ama teu próximo como a ti mesmo." :wink:
     
  19. #_Slash_#

    #_Slash_# Philip Marlowe Follower

    Eu naum tenhu religião !!! 8-)
     
  20. Eu volto a repetir. A Igreja Católica diz que o sexo tem duas funções, a rerodução e a expressão do amor. Se alguem quisser eu posso tentar ir procurar no Catecismo da Igreja Catolica que la ta escrito sobre sexo, mas acho que não é preciso. Por isso agradecia que não voltassem a dizer uma estupidez do genero "A Igreja Catolica so aceita o sexo para reprodução". Se assim fosse tambem condenava o sexo com metidas anticoncepcionais naturais ou entre casais estereis.
     

Compartilhar