1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Como Melkor Traiu Sauron.

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Tar-Mairon, 29 Mar 2016.

Tags:
  1. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Ok, ele era o cara, um deus entre os deuses, pleno de conhecimentos que você ambicionava, mas isto era o de menos, o que realmente importava é que o dito cujo era o tipo de gente com quem você gosta de trabalhar, ou seja, objetivo, determinado e competente. E, além disto, justo. Afinal, percebendo do que você é capaz, ele o nomeia o seu chefe de estado-maior, o seu grão-vizir, o seu primeiro-ministro, o seu segundo em comando.

    Tudo corre bem de início, porém para proteger os tais de elfos, os Valar lhes declaram guerra. Vocês são derrotados, seu chefe é preso e cumpre pena. Ok novamente, ninguém é perfeito, isto acontece.

    Você escapa, e, para fazer jus à confiança que recebeu, você se dedica a reparar o quartel-general, bota a linha de produção de orcs para funcionar, mantém os vidas loucas dos Balrogs em férrea disciplina etc. Em suma, faz, com honras, a sua parte.

    O seu comandante retorna, fuginda da condicional e após impor dura humilhação aos seus inimigos e de semear a discórdia em suas fileiras (ele quase acabou devorado por conta destas façanhas, mas não dá para fazer omelete sem quebrar ovos).

    The good old days are back!

    Outra guerra mas, apesar de um revés ou outro e de um vexame ou outro, tudo corre bem para o seu lado.

    Porém os seus inimigos, já quase completamente esmagados, recebem reforços, muitos e poderosos reforços.

    Ok mais uma vez, ''que venham'', você diz em tom de resoluto desafio.

    Porém...

    O seu chefe prossegue com o péssimo hábito de dissipar a sua força vital por tudo o que existe, justamente quando aqueles que o seguem mais precisam do pateta em plena forma.

    Você dá tudo de si, o repouso torna-se uma lembrança remota, e assim você consegue impedir o avanço inimigo. O infeliz do comandante supremo até tenta disfarçar a pasmaceira à qual sucumbiu (tornando-se uma cópia piorada do seu letárgico irmão gêmeo) criando os dragões alados, mas, apesar de alguns sucessos iniciais, estes foram de pouca serventia.

    Mas você prossegue na luta inglória, cada metro quadrado de terreno cedido por suas tropas custa, ao inimigo, muito do seu sangue (e o imbecil do seu chefe lá contaminando as sementes de árvores que brotarão em continentes que sequer ainda existem).

    Todavia a derrota finalmente chega e ela é total.

    O palerma metido a dark lord é feito prisioneiro, julgado e executado.

    Você mais uma vez escapa.

    Próximo passo?

    Carreira solo.

    .
     
    Última edição: 29 Mar 2016
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar