1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Como iniciar-se no mundo dos quadrinhos?

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Haleth, 30 Out 2010.

  1. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Pois é, descobri que gosto de quadrinhos. =) Só que não sei NADA sobre eles.
    Vocês me sugerem algum roteiro para iniciação? (Haja paciência, né, veteranos? rs)

    Pra não deixar tão vago, gostaria de me iniciar principalmente em graphic novels (Persepolis e V de Vingança são graphic novels, não são?) e em quadrinhos com o espírito de Mafalda e Calvin & Hobbes. Especificando ainda mais, há algo como "clássicos" de graphic novel ou hqs como essas q citei? Deu pra entender a ideia?

    Se vcs não quiserem gastar tempo com tutoria virtual, eu bem aceitava links com orientações tb (folgada, né? hihihihi)...

    Obrigada!
     
  2. Anica

    Anica Usuário

    Manu, vai de Sandman (Neil Gaiman) que não tem erro. Aqui no meu blog eu comento sobre a ordem das hqs a serem lidas e tudo o mais >> http://www.anica.com.br/2006/03/15/qual-a-ordem-certa/
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Acredito que o mais importante de tudo é você estar com a mente aberta e não fique presas a qualquer pequeno conhecimento já existente sobre HQs. Ajuda muito fazer pesquisas e começar lendo resenhas por ai. No próprio blog do Meia Palavra tem várias bem legais.

    Uma ilegalidade que ajuda muito na hora de comprar uma HQ é baixa-la primeiro e ler pelo computador, caso haja disposição. Não é o melhor "conselho" que se possa dar, mas como pobre trabalhador, é meu dever ser sincero. Boa parte do que leio (até mesmo para as resenhas que faço) é baixado, ai quando gosto faço a compra.

    Escrevo uma coluna no site Artilharia Cultural sobre quadrinhos e já fiz umas resenhas aqui para o Meia. Caso você queira mesmo dicas do que ler e tals, pode me mandar uma MP e a gente conversa melhor.

    Espero ter ajudado =)
     
  4. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Alias, estranho você falar de Graphic Novels, porque eu to escrevendo um texto sobre esse tema agora mesmo.
     
  5. Haleth

    Haleth Call me Bolga #CdLXI

    Obrigada, Anica! Vou começar por aí, então!

    Ah, então vc vai me dar o link depois, né? :sim:
     
  6. Breno C.

    Breno C. Usuário

    é uma coluna que tenho num blog de amigos, mas acessa esse
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O texto sobre graphic novels só sai na terça.
     
  7. Tayana

    Tayana Usuário

    Pega um que vc já tenha ouvido falar e lê..kkkkkkkk
    brincadeira...^^
     
  8. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Sandman realmente é um bom começo...Do Calvin, eu sugiro " O Mundo é Mágico"... E, se eu fosse você, colocaria na lista Asterix tb...heheheh
     
  9. Zzeugma

    Zzeugma Usuário

    er... Posso ser sincero?

    Não sei se o Sandman é um bom "começo"

    Digo, Sandman é maravilhoso, mas é muito "longa", tem um milhão de referências ao universo de quadrinhos de super-heróis (nada contra, só que é um pouco complicado pra começar)... E... e... o início de Sandman (Os cinco primeiros números, pelo menos) não é "bom bom booooommm"...

    Se você começar Sandman pelo "meio", através das histórias curtas, fechadas (Espelhos Distantes, por exemplo), ou por um arco intermediário (Como Estação das Brumas) seria melhor.

    Como são muitos números, eu não recomendaria de cara para começar... Acho que histórias "fechadas" são mais baratas... À medida que vc vai se envolvendo aí sim pode correr atrás de outras coisas maiores... Mas... é minha opinião.

    * * *

    Se você procura histórias "reais", autobiográficas, elas praticamente viraram um subgênero de quadrinhos. Eu não sei porque. Fico imaginando se alguém já não criou uma tese a este respeito.

    Nesta linha, além da Persepolis que vc mesma já mencionou, temos (da mesma autora) Frango com Ameixas (na minha humilde opinião, funciona até melhor que Persépolis), os quadrinhos-reportagem de Joe Sacco (Palestina, Gorazde), o incontornável Maus de Art Spielgman, Crumb (Meus problemas com as Mulheres) e mais uma porção de gente que gosta desta linha... Como os eróticos "Esfinafre de Yukiko" e o quase-desconhecido "Morango com Chocolate", engraçado, simples e honesto (eu jamais imaginaria que desenhos simples fossem excitantes)

    Recomendo "O Fotógrafo" que saiu pela Conrad. São três números a respeito de um jornalista que acompanhou (na década de 80) uma equipe dos Médicos Sem Fronteiras nas montanhas do Afeganistão. Forte.

    * * *

    Às vezes é bom lembrar que boa arte não corresponde necessariamente a boas histórias. Algumas Graphic Novels antigas tentavam usar uma arte melhorzinha, mas fracassavam no conteúdo...

    * * *

    Quadrinhos no estilo Mafalda e Calvin são mais raros do que eu mesmo gostaria de admitir.

    Quino ainda produziu muita coisa... Muitos cartuns e histórias curtas sem personagens fixos, é verdade. Mas muito bom... Procure seus álbuns pela Martins Fontes.

    Eu não era um grande fã do Charlie Brown e sua turma... Mas estas histórias de início de carreira do Schultz são muito boas, mais infantis, mais leves...

    Na linha histórias reais adultas, temos ainda "Strangers in Paradise" e "Love and Rockets"... Eu gosto muito de Love and Rockets produzido pelos Irmãos Hernandez, mas pouca coisa saiu aqui no Brasil... Tente Heartbreak Soup (saiu há alguns anos pela Devir)...

    Achei bastante divertido o Scott Pilgrim.

    * * * *

    Sei lá, acho que é isto. Estou levando em conta meu gosto pessoal...
     
  10. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    [align=justify]Mais uma aula do grande Zzeugma, hehe, já anotei as dicas aqui cara.

    Estava vendo aqui esse tópico e lembrei que saiu anteontem um post do Breno C. (aqui do fórum mesmo) lá no Artilharia Cultural com 5 boas indicações de Graphic Novels (digo boas não porque li, mas porque o Breno manja disso, hehehe):

    http://www.artilhariacultural.com/2010/11/02/graphic-novels-ou-pagando-de-cult/

    Vale a pena dar uma olhada.[/align]
     
  11. Jacques Austerlitz

    Jacques Austerlitz (Rodrigo)

    Segunda-feira eu comprei "Jimmy Corrigan - o menino mais esperto do mundo" (algumas lojas online estão com o título errado, com "garoto" ao invés de "menino") na feira do livro aqui de Porto Alegre, estou lá pela metade das 380 páginas, e sinceramente acho que vai entrar na lista de livros preferidos (mesmo não sendo exatamente um livro). É lindo, lindo, lindo.

    R$ 39,60
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Um amigo meu me recomendou, ainda, Retalhos e Epilético.
     
  12. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Voltando ao Sandman...acho que depende de quem lê.... eu, por exemplo, só entrei de cabeça no mundo dos quadrinhos por causa de Sandman e da Vertigo, e comecei pelo Prelúdios & Noturnos (o primeiro arco), do qual tenho umas 4 versões em casa (a edição da Globo, em inglês, a edição da Conrad e uma edição em preto e branco - esta emprestada)... mas como vc pôde perceber, eu sou um pouco maníaca...

    eu leio blogs de quadrinhos, mas são todos em francês...se te interessar...
     
  13. Zzeugma

    Zzeugma Usuário

    Eu também sou doido por quadrinhos... (Dá pra notar)

    Sandman é bom pra caramba. Mas confesso que qdo o li pela primeira vez (qdo saía pela Globo) achei aquele começo bem chatinho. Mais tarde, reconheci/descobri as referências (Mr Crowley, Oliver Sacks, etc), mas o personagem ainda não me fisgara. Penso que achei o jeito de contar parecido demais com umas histórias do Moore na época do Monstro do Pântano... Depois que ele começou a se soltar e parou de "apresentar" o personagem a coisa fluiu bem melhor. Mas é minha opinião, gosto pessoal, etc.

    Mas um livro ótimo e curto com Neil Gaiman é o Mr Punch que saiu agora pela Conrad.

    Retalhos também é uma boa pedida. Me esqueci deste.

    Jimmy Corrigan é boa, mas é uma história lenta, pra ler sem pressa. Eu não sei o que vão achar dos "fluxogramas" narrativos... Importante ver com atenção, revelações importantes estarão escondidas ali.

    Epilético é bastante expressiva "graficamente" falando, mas fui menos fisgado emocionalmente pela história. Estes dois últimos são mais "experimentais" e acho que por isto menos "palatáveis" a quem está começando...
     
  14. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Eu me iniciei em Sandman pelo primeiro arco. Parei nele. Só depois de muito tempo que eu li os outros arcos e mudei de idéia. Watchmen também me parecia uma merda, até ver a crítica que ela usava usando gente disfarçada usando cuecas em cima das calças.

    Leio muito tirinhas on-line. Todo dia pra mim é dia de niquel náusea.

    http://www2.uol.com.br/niquel/

    Outras tirinhas em português:

    www.umsabadoqualquer.com
    www.malvados.com.br
    talktohimselfshow.zip.net

    Mas também leio outras tirinhas em inglês.

    http://www.viruscomix.com/subnormality.html
    www.smbc-comics.com

    Ok, eu sou nerd e fã de humor negro. Ainda assim, não tem como errar com Calvin e Haroldo, nem com o Hagar.
     
  15. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Não li muita coisa, mas recomendo V de Vingança, do Moore. Simplesmente genial.

    Aliás, não há dia mais apropriado que hoje para recomendá-la... "Remember, remember..." =P
     
  16. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    tem um tríptico (será que posso usar essa palavra para três quadrinhos?) chamados Bruxaria, que é lindo, desde as capas que se complementam, até a história.

    Orquídea Negra é outra arte linda e é uma mistura legal de DC e Vertigo... que más... uma arte maravilhosa (Chris Bachalo) também aparece no "Hora da Magia", que me marcou pra caramba, mas esse é mais difícil de achar novo
     
  17. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Depende do seu gosto. Pensando bem, o "mercado brasileiro" não é muito amigável para quem quer começar a ler quadrinhos. Não há muitas histórias boas, fechadas e baratas.

    Não recomendo Sandman por isso. Pode ser bom, mas as edições são muito, muito caras. Aliás, quadrinhos, por aqui, como livros, em geral são caros. Então, pode se preparar.

    Sugiro que você leia resenhas no site
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ou outro antes de comprar qualquer coisa (sugiro ele porque a seção de resenhas é bem grande).

    ----
    No mesmo estilo da Mafalda e do Calvin tem o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    que eu saiba. Mas, é caro (como a Mafalda e o Calvin, aliás =( ).
     

Compartilhar