1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Como escrever

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_Aprendiz, 19 Dez 2008.

  1. Olá !!

    Eu estou escrevendo uma histórinha . Ainda tô fazendo o 1º capítulo ( talvez já tenha terminado do jeito que esta ) . Mas eu decidi colocar aqui , só pra vocês terem alguma coisa diferente pra ler . E me desulpa todos os erros , ou falta de imaginação ¬¬ .

    --------------------------------------------------------------------------

    Capítulo 1





    Tudo começou em um dia sombrio . As três da tarde virara noite e eu ficava cada vez mais assustado já que
    estava sozinho em casa .

    Minha mãe tinha saído com meus irmãos , ela me dissera que os levaria para comprar roupas novas e que eu
    deveria ficar em casa , para tomar conta de nosso cachorro doente .

    Me lembro que morávamos em uma casa simples , afastada do centro urbano , mas nada que atrapalhasse
    nossas vidas , pois tinhamos tudo que precisavamos ali mesmo .

    Enquanto estive sozinho , não pude deixar de pensar em coisas tristes , como a morte de meu pai . Provavel -
    mente essa má lembrança me veio a cabeça devido as circunstâncias que me rodeavam naquele momento . Tentei
    me distrair com outras coisas para não pensar no assunto , mas nada adiantava . O que me vinha na cabeça princi -
    palmente foi a última história que ele havia me contado .

    Lógico , não acreditava mais em nada . Sabia que eram só histórias para me fazer dormir , e que mesmo que acredi -
    tasse , não faria diferença . Era tudo mentira .

    Mas não sei porque tinha tanta raiva . Deve ser porque ele me abandonou muito cedo , claro que não era culpa dele ,
    ele não fez de propósito , e mesmo assim não conseguia deixar de ficar bravo com tudo que acontecera depois que ele
    partiu .

    Levei um susto ao ouvir uma porta bater na parede . Ventava muito , e parecia que o mundo iria acabar .

    Minha mãe e meus irmãos deveriam estar de volta logo , antes que o temporal começasse , antes que o mundo caisse .
    Depois do susto , tomei fôlego e fui até a cozinha pegar um copo de água com açúcar , já que isso sempre me acalma quan -
    do fico nervoso .

    Decidi que dormiria um pouco , estava cansado da semana .

    Quando deitei - me no sofá , fiquei imaginando por um tempo como seria bom desaparecer por um tempo . Não estava afim
    de continuar a vida do jeito que estava . Não mesmo . Tinha vontade de algo que me fizesse sentir vivo novamente . Tinha a sensação
    de estar aprisionado , vendo a vida passar , mas sem poder participar .
     

Compartilhar