1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Comerciante permite roubos somente em dias úteis

Tópico em 'Planeta Bizarro? Estranhices? Bizonhices?' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 11 Abr 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Aviso colocado pelo comerciante na porta da joalheria (Reprodução/ TV Tem)​

    Cansado de ser assaltado, o comerciante José Valter Maestá, dono de uma joalheria em São Manuel (SP), baixou um "decreto" dirigido aos ladrões e fixou o papel na porta do estabelecimento.
    dispõe, no artigo primeiro, após justificar que, nesses dias, não tem "funcionários" para investigar os crimes. Já no segundo artigo, decreta:
    Dono da loja há mais de dez anos, ele explicou que o cartaz é uma forma bem humorada de protesto contra a falta de segurança.

    Maestá já perdeu a conta dos roubos e assaltos. Apenas neste ano ocorreram dois, o último durante o fim de semana. O assalto foi gravado pelas câmeras do circuito interno. Dois homens entraram, após cortar o cadeado com um alicate e quebrar a vitrine, e destruíram os mostruários para levar joias e relógios. Eles nem se preocuparam em esconder os rostos. Um deles olhou para a câmera e ainda arrancou o aparelho e levou o monitor do sistema de vigilância.
    De acordo com o comerciante, o prejuízo foi de R$ 40 mil. A Polícia só começou a investigar o crime 48 horas depois, segundo ele.
    Por isso, no decreto, ele estipulou uma quota para os ladrões:
    O decreto termina com uma advertência:
    O comerciante justificou os erros de grafia dizendo que facilitaria a leitura pelos criminosos.
    disse. O delegado do município, José Mário Toniato, afirmou que não houve demora nas investigações e que os suspeitos do crime foram identificados a partir das imagens do assalto.
    O delegado seccional de Botucatu, Antonio Soares da Costa, disse que São Manuel tem o maior índice de esclarecimento de crimes da região. A Polícia Militar informou que as rondas no final de semana foram intensificadas.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Assim como a decisão de um juiz colocando-os em liberdade para aprontarem de novo... :roll:
     

Compartilhar