1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[COLUNA] SOS MTV Brasil

Tópico em 'TV' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 2 Set 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Triste o desmanche da MTV Brasil. Nas últimas semanas, a emissora demitiu mais de 40 funcionários – o equivalente a 10% de sua folha de pagamento. “Top Mundi”, “Derrube o Clipe” e “Hora Extra” saíram do ar. As produções do “Comédia MTV” e do “Quinta Categoria” foram suspensas. As atrações continuarão na grade, alternando inéditos e reprises. Já o “Grampo MTV” e o “Mod MTV”, também em ritmo de espera, serão reexibidos até o final do ano, sem previsão de novidades.

    A emissora tenta minimizar a crise, afirmando que as demissões em massa chegaram ao fim e que novas atrações estréiam em setembro: “Luv MTV”, programa de namoro apresentado por Ellen Jabour; “Sangue B”, comandado pelo rapper Emicida; o novo “Acesso MTV”, com o dobro de tempo; e a faixa “Erótica MTV”, nas madrugadas.

    No entanto, o clima não é bom nos corredores da emissora. Desde que o Grupo Abril comprou a participação da Viacom (30%) e se tornou o único dono da MTV Brasil, em dezembro de 2009, funcionários e ex-funcionários relatam um ambiente tenso. As demissões em número elevado começaram no final de 2010.

    Lamentável destino para a MTV Brasil, que sobreviveu a turbulência de 2007, quando Zico Góes, diretor de programação na época, decidiu matar o formato que consagrou a emissora no mundo e no Brasil.
    afirmou. “Disk MTV”, “Chapa Coco” e “MTV Lab” foram cancelados.
    disse o executivo.

    Logo em 2008, a música retomou seu espaço na MTV Brasil e passou a ocupar 12 horas da grade diária. Zico Góes, diretor de programação desde 1995, deixou a emissora.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    De lá para cá, a MTV Brasil lançou atrações que conquistaram público e crítica pela criatividade. “15 Minutos”, “Adnet ao Vivo”, “Furfles”, “Descolados”, “Comédia MTV”, “Furo MTV”, “Quinta Categoria”, “Mod MTV”, “Notícias MTV”, “Grampo MTV” e “It MTV”, entre outros, adicionaram humor, jornalismo, cultura digital, moda, entrevistas e até teledramaturgia à grade. Sem abandonar a música, a emissora soube diversificar sua programação.

    Zico Góes, que voltou ao cargo de diretor de programação em 2011, definiu a reestruturação como uma “mexida forte nas entranhas” ao colunista Maurício Stycer, do “UOL”.
    declarou.
    disse, completando com algo curioso para quem matou o videoclipe:
    Entre incertezas, Marcelo Adnet, que negocia a renovação de seu contrato, anda chateado com os rumos da emissora. O mesmo acontece com Dani Calabresa.
    publicou a humorista Tatá Werneck em seu perfil no Twitter (@tatawerneck), na última terça-feira (30/8).

    Resta esperar que a programação da MTV Brasil não perca a qualidade e a diversidade conquistada. Nem que volte no tempo, recheando sua grade com atrações internacionais sem identificação com o público brasileiro.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    O que penso que realmente faz falta é uma atenção maior aos video-clipes e não que eles sejam desinteressantes hoje em dia.

    Tem programa na MTV que passa horas de Lady Gaga seguidas sendo que tem também outras coisas boas saindo por aí, talentos novos com música boa mas só passa rápido um clipezinho e nunca mais se ouve falar daquela banda no canal.

    Até mesmo as trilhas sonoras de filmes e séries que daria material suficiente para pelo menos um programa semanal fixo são completamente desprezadas! Acompanhar trilhas sonoras é um trabalho que precisa ser organizado com atualizações constantes e freqüentes porque TODO ANO TEM TEMPORADA E SÉRIE NOVA nos Eua, Europa e Ásia mas falta no quadro da emissora correspondentes internacionais pra assessorar melhor os programas. Nem todo sucesso é possível descobrir com a internet, tem coisa do mundo musical que só dá para conhecer se comprarmos as revistas impressas desses locais nativos...

    Os rankings de clipes asiáticos, europeus e do oriente-médio/àfrica/oceania-Nova-zelândia aparentam não ter nenhuma cobertura especializada fixa seguindo a tendência do mercado em que correspondentes internacionais se tornaram caros para as emissoras.

    Da forma como se encontra tem programas como o Alto-falante da TV Brasil que dão um baile de qualidade em alguns programs da MTV. Enquanto tem quadro na MTV que fica só na fofoca a concorrência como Vh1 e Alto falante realmente falam mais profundamente de música do que a farofada povão que virou a MTv.
     
    Última edição: 2 Set 2011
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pra quem como eu assistiu a emissora desde o dia exato que ela nasceu entrando pela primeira vez no ar no final de 90, realmente essa notícia é uma triste decepção. :osigh:
     

Compartilhar