1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[COLUNA] Brilhante!

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 15 Ago 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Não vou discutir a nossa anistia, (já
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) enfiada goela abaixo ainda durante a ditadura e aprovada pelo partido que foi por ela criado: todos os representantes da Arena votaram em benefício do regime, e portanto próprio. Os deputados do MDB, um pequeno sopro de oposição, disseram não à Lei de Anistia. Por 5 votos (206 a 201), a excrescência foi aprovada.

    Legalmente, embora não legitimamente, o Congresso amordaçado deu salvo-conduto aos crimes de tortura e assassinato praticados pelo Estado brasileiro por meio de seus agentes. Sádicos profissionais podiam andar nas ruas livremente, sem medo, graças à Arena, a quem, vejam bem, os torturadores prestaram seus serviços. Um jogo de comadres.

    A anistia significou, assim, impunidade. Os assassinos não poderiam mais ser punidos pelos crimes que
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Nada adiantou recorrer ao Supremo Tribunal Federal mostrando o momento não-legítimo da aprovação da lei, e muito menos alegar que por tratados internacionais os quais somos signatários, crimes contra a humanidade não podem ser objeto de revisão nacional. O STF entendeu, sabe-se lá como,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e endossou o salvo-conduto dado pela Arena.

    Muitos, mesmo dentre aqueles que defendem a revisão da Lei de Anistia, sustentam que nada mais adianta já que a maior parte dos crimes já estariam prescritos (com a exceção, claro, daqueles contra a humanidade). Perguntam estes, pragmaticamente, por que mexer em vespeiro se não podemos mais punir os sádicos.

    Pois bem, lhes respondo. Primeiro porque um crime é um crime, é um fato ou a interpretação sobre um fato. Como sabemos, fatos não podem prescrever, deixar de existir. O que pode prescrever é a punição, a sanção, ou o direito do Estado de punir a conduta criminosa. Esta não deixa de ser criminosa por não poder mais ser punida.

    Assim sendo, em uma decisão de colegiado,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , ex-comandante do centro de tortura DOI-Codi, é um criminoso, um torturador. Foi ele o responsável por inúmeras torturas e alguns assassinatos.

    Não adianta apelar à anistia, pois não há (ainda) punição ao crime. Há fatos incontestes, e estes nos permitem, a partir de já, chamar o Coronel pelo que ele realmente é: UM CRIMINOSO, UM ASSASSINO, UM TORTURADOR.

    Se isso não faz justiça às vitimas, faz, ao menos, à história.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. General Artigas

    General Artigas Não tá morto quem peleia

    Por mim podiam pegar todos os criminosos da época do regime militar (e nisso se incluem os criminosos revolucionários também) e tacava todo mundo na cadeia.

    Mas como na época do regime militar o congresso favoreceu os milicos, agora iria favorecer os revolucionários que chegaram ao poder.
     

Compartilhar