1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[COLUNA] Bolhas de sabão atraem curiosidade há mais de um século

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 14 Mai 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Ilustração de Andrés Sandoval para a coluna Cafuné​

    Tenho uma certa fixação pelas bolhas de sabão. Não sei direito se é o fato de elas serem multicoloridas, redondas ou efêmeras. Tem algo de fascinante na maneira como se movem em direção ao céu infinito, nos dão uma sensação de liberdade total.

    Uma vez, fizemos para meu filho uma festa da bolha de sabão.

    Até hoje não sabemos quem se divertiu mais, crianças ou pais. Arranjamos aros de todos os tamanhos para bolhas diferentes, tinha até um bambolê, que fazia um túnel de bolha em volta das crianças.

    As bolhas duram mais em dias chuvosos e úmidos. Quanto mais seco o dia, mais rápido elas se vão. A parede da bolha é a água, que fica como num sanduíche entre duas camadinhas de sabão.

    Enquanto o sabão conseguir segurar a água da evaporação, a bolha está a salvo. Assim que não der mais, ela estoura.

    O primeiro livro de ciências para pessoas leigas, isso é, não especialistas no assunto, foi lançado em 1891.

    A obra se chama "Soap Bubbles - Their Colours and the Forces Wich Mould Them" (bolhas de sabão - suas cores e as forças que as moldam) e seu autor, o físico inglês C.V. Boys, escolheu justamente as bolhinhas como mote para introduzir seus jovens leitores no mundo da experimentação científica, propondo várias experiências para serem feitas em casa, às vezes com a ajuda dos adultos.

    As bolhas de sabão são muito mais do que brincadeira de criança.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  2. Excluído045

    Excluído045 Banned

  3. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Ah, deixe de ser Melian, é legal, você nunca se divertiu com bolhas de sabão?
     
  4. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    • LOL LOL x 3
  5. Alassë

    Alassë Pasteleira

    Para quem não acha que estudar bolhas de sabão é coisa de drogado/desocupado, um livro muito legal que consultei durante a faculdade, para uma disciplina relacionada a físico-química:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  6. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Drogado e "Noiado" são diferentes. Serio, todo ser humano que se preze fica com vontade de estourar as bolhas quando passa por algum lugar que tem várias.
     
  7. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Só crianças estouram bolhas de sabão, aprendi nesse filme

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  8. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Bolhas de sabão
     

Compartilhar