1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Círculo da Lei XI] Julgamento de Gandalf

Tópico em 'Círculos da Lei' iniciado por Bel, 19 Nov 2018.

  1. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Me dá uma coceira ler os textos da defesa sem ter mais a chance de tentar refutar. Vontade de dar uma joelhada na minha própria cara.
     
    • LOL LOL x 4
  2. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

  3. Nienna...

    Nienna... Worrier/Warrior

    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Nírasolmo

    Nírasolmo Usuário

    [Mensagem apagada por falta de atenção]
     
  5. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Questão de ordem! Questão de ordem!

    Juíza @Bel, segundo as regras, os Jurados têm que dar seu voto "culpado" ou "inocente" (pff, como se fosse uma opção) para cada um dos crimes imputados ao réu Gandalf, o Sujo. Nas suas Considerações finais, a Acusação foi coerente com a Petição de Acusação e deixou claro que estes crimes seriam DOIS:

    Porém, a Defesa, cujo propósito não pode ser outro que não confundir os Jurados e fazê-los sentir-se constrangidos por dar o mesmo voto natural, "Culpado", a tantas acusações, subdividiu-as em CINCO!

    Claramente, tentam aumentar as chances de o seu repugnante cliente obter absolvição em pelo menos um crime - ainda que mesmo nessa hipótese isso pareça muito pouco provável, admitindo-se que o Círculo da Lei foi competente em selecionar jurados que gozem de perfeita sanidade mental.

    Desta forma, venho humildemente, mesmo na condição de testemunha, levantar QUESTÃO DE ORDEM para que V.Exa. esclareça aos Jurados que são DOIS os crimes que a ilustre Acusação imputa a Gandalf, o Fumante (morrerá ANTES do Aniversário de Eärendil).

    Assim encerro o meu aparte, com a bênção de Mahal.
    Thráin II
     
    Última edição: 12 Jul 2019
    • LOL LOL x 6
  6. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    São DOIS gente, DOIS :zzz:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
  7. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    E a punição disciplinar pela conduta?




    Edit. ..., Excelência?
     
    • LOL LOL x 2
  8. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Junto com a sentença :panela:
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  9. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    :mwaha:
     
  10. Mellime

    Mellime Branco is the new cinza

    Desde quando seria vantagem pra qualquer réu aumentar o número de acusações contra si? É só prejuízo.

    O que a defesa fez foi elencar cinco pontos de dúvida, não cinco crimes. Durante toda a peça de alegações finais a defesa atacou duas acusações.
     
  11. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    :naoteouc:
     
  12. Mellime

    Mellime Branco is the new cinza

    Senhora juíza, permita-me direcionar um questionamento à testemunha (e aos jurados).

    Senhor Thrain, o senhor prefere o quê? Ser condenado por duas acusações e absolvido de zero ou ser absolvido de uma mas condenado por quatro?


    Está ainda mais provado o desvario da testemunha, e, por conclusão lógica, a inocência do réu.
     
    • LOL LOL x 2
  13. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Cuidado, o réu é traiçoeiro!
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Ele é astuto, raposino, cheio de tretas e maquinações maquiavélicas maldosas.
     
    Última edição: 13 Jul 2019
    • LOL LOL x 1
  14. Nírasolmo

    Nírasolmo Usuário

    Caros jurados, não caiam na farsa desse pseudo argumentum ad hominem:

    1) A questão de ordem levantada pela testemunha – diga-se de passagem, bem procedente – apenas resolve um possível embaraço dos jurados, não é um pré-julgamento nem análise dos cinco expostos pela Defesa.

    2) Se a testemunha aparenta estar desvairada (coisa que certamente não se prova ao pedir uma simples questão de ordem) isso não prova a inocência do réu, mas sua omissão nos eventos passados relacionados a ela.

    3) A Defesa claramente abraça o ataque a Thráin como estratégia desesperadora, uma vez que, nem nos depoimentos nem nas considerações finais, não chegou nem perto de provar a inocência do réu.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  15. Mellime

    Mellime Branco is the new cinza

    • LOL LOL x 3
  16. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Os jurados não me respondeeeeeeem :gira:

    Só a Tali :amor:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  17. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Thráin ergueu-se preguiçosamente da cadeira que ele próprio consertara, após o lapso de fúria.

    Tudo aquilo para ele era uma grande perda de tempo. Reunir-se naquele espaço estranho por dias, sem um banquete ou sequer um intervalo para mijar, parecia um imenso desperdício, quando bastaria um rei sensato para decidir e executar a pena do farsante! E, como se não bastasse, a petulante
    defensora de bandido ainda o intimava a dar explicações?

    - Quer saber o que eu
    prefiro, senhora advogada? - respondeu, com um sorriso malicioso nos lábios. Permitiu um silêncio eloquente de alguns segundos, em seguida voltou a se sentar, com um movimento enfático.

    A cadeira remendada partiu-se com aquele gesto impensado, e Thráin afundou no chão. Doze vanyar foram chamados para ajudar a içá-lo.
     
    • LOL LOL x 8
  18. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    @Bel, ainda falta muitos jurados responderem?
     
  19. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Não, péra, já já sai o veredito
    --- Mensagem Dupla Unificada, 19 Jul 2019 às 10:03, Data da Mensagem Original: 19 Jul 2019 às 09:48 ---
    ATENÇÃO!
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    PRIMEIRA ACUSAÇÃO:
    "Confabular para se apossar do espólio da Montanha Solitária: o réu arquitetou as mortes dos Anãos de forma astuta e sorrateira – intento esse impedido por Bilbo, do Condado –, para gozar da posse do tesouro então guarnecido por Smaug, na Montanha Solitária."​

    Por QUATRO votos contra UM, o RÉU é julgado INOCENTE.


    SEGUNDA ACUSAÇÃO:
    "Agir de forma omissa nos eventos precedentes à Guerra do Anel: o réu muitas vezes por cobiça deixou de cumprir seu papel de égide da Terra Média, em eventos que, se cumpridos fossem, evitariam o auge das forças de Mordor e das forças malignas que abateram a Terra Média na Terceira Era."​

    Por TRÊS votos contra DOIS, o RÉU é julgado INOCENTE.

    Agradeço a todos pela participação e comprometimento :grouphug:
     
    • Ótimo Ótimo x 4
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  20. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    - Me soltem! Me soltem!

    Eönwë acaba de ser convocado para intervir pessoalmente. Os Jurados correm risco à integridade física ante o avanço furioso de Thráin, ainda preso às cordas do guindaste.
     
    • LOL LOL x 5

Compartilhar