• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Livros Favoritos com Níra

Darkness

To live forever
To aqui pensando e não tenho nenhuma memória de leituras obrigatórias na época de escola!
A grande verdade, é que eu li foi nada! :coxinha:
Eu ainda acho Prisioneiro de Azkaban o pior livro...
Essa foi a minha fase mais potterhead, e pra mim esse livro foi um divisor de águas, a sensação que tenho é que o mergulho dentro do universo criado pela Rowling foi mais intenso, foi onde realmente algumas respostas começaram a chegar, e ficou claro que existia uma infinidade de coisas além de Hogwarts...
Foi seguramente o livro que mais li (da série). Não sei se tenho um preferido.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Como vocês puderam notar, meus dois livros preferidos da saga têm o Sirius, que foi um personagem que merecia mais do que aquilo que lhe aconteceu.

Azkaban tem os dementadores, gente. Se tem dementador, tem chocolate. Ou seja, não tem como ser ruim. (É impressão minha ou eu tô achando que o livro é de comer?).

Quanto à Ordem, eu acho adolescentes fascinantes, o que não significa que eu não passe raiva com eles. Amo a rebeldia do Harry, neste livro. (Mesmo que parte dela seja justificada pelo fato de o Voldemort ter se apossado da mente do garoto).

Inclusive, adoro o fato de que, por estar solitário, se sentir incompreendido e traído, o Harry acabou ficando um tempo "com ele mesmo". Acho que isso fez com que o personagem ganhasse em complexidade.

Ah, eu sou professora do Ensino Fundamental II, o que significa que lidar com adolescentes faz parte da minha rotina. 🤗
 

Paganus

Judeu macumbeiro
Meu problema com a Ordem da Fênix é ser grande demais, e sem necessidade. Parece que a Rowling ficou meio presa entre não revelar demais o mistério do príncipe e em explorar ao máximo o pano de fundo do que viria a ser a busca pelas Horcruxes, mas se você ver bem, é basicamente um livro sobre política.
 

Mellime

Ohlala
Usuário Premium
Como vocês puderam notar, meus dois livros preferidos da saga têm o Sirius, que foi um personagem que merecia mais do que aquilo que lhe aconteceu.

Azkaban tem os dementadores, gente. Se tem dementador, tem chocolate. Ou seja, não tem como ser ruim. (É impressão minha ou eu tô achando que o livro é de comer?).

Quanto à Ordem, eu acho adolescentes fascinantes, o que não significa que eu não passe raiva com eles. Amo a rebeldia do Harry, neste livro. (Mesmo que parte dela seja justificada pelo fato de o Voldemort ter se apossado da mente do garoto).

Inclusive, adoro o fato de que, por estar solitário, se sentir incompreendido e traído, o Harry acabou ficando um tempo "com ele mesmo". Acho que isso fez com que o personagem ganhasse em complexidade.

Ah, eu sou professora do Ensino Fundamental II, o que significa que lidar com adolescentes faz parte da minha rotina. 🤗


Concordo totalmente! E no meu caso tem o adicional de valor emocional porque ordem da fênix foi o primeiro Harry Potter pelo qual eu tive que esperar (2 anos para uma pessoa de 13 anos é uma vida inteira). Então eu ia gostar de qualquer forma, e agora o emocional tá impregnado demais já para eu não gostar desse livro 🤣🤣🤣
E se não bastasse, exatamente por causa da espera, eu não quis adicionar mais 6 meses pela tradução e li em inglês mesmo, e eu não sabia lhufas de inglês ao começar o livro. 766 páginas depois em três semanas, estava fluente. Então soma aí o fator "gratidão" e eu vou eternamente adorar a ordem da fênix.
 

Paganus

Judeu macumbeiro
Eu fiz questão de esperar de forma bem taurina a tradução. Estava doente de ansiedade, mas esperei os 6 fuckin' meses, me esquivando das dezenas de fanfics e centenas de spoilers da época (não foi tão difícil porque em 2004 não tinha acesso a internet ainda), tudo porque, ora, se comecei a ler a saga em português, seguirei lendo a saga em português, e terminarei lendo a saga em português. Pela mesma razão, esperei ansiosamente as traduções dos livros 6 e 7. Sei, sou esquisito, mas é meu jeitinho geminiano-taurino de ser obcecado.

Curiosamente, sem saber eu estava muito perto de um pensamento tradicional (não tradicionalista) de associar a experiência de vida com a linguagem de forma orgânica. É o que me levou, nos anos seguintes, estudando as religiões, a sempre me abeirar de seus idiomas originais.

2004 foi um ano muito especial pra mim também, junto com a Ordem, tive meus próprios problemas de adolescente pra resolver, uma paixão platônica que terminou em briga, provas de seleção em boas escolas que reprovei, e foi quando li Senhor dos Anéis pela primeira vez depois de te visto os três filmes conforme saíam, em VHS.
 

Arringa Hrívë

Hobbit entusiasta da vida...
Usuário Premium
Uma lista curiosa, eu diria. Nunca tive muita afinidade com romances policiais, por isso minha dieta adolescente foi regada a fantasia e não exatamente S. A. Conan Doyle ou Agatha Christie. Li, mais tarde, um livro de cada "um estudo em vermelho" e "O Assassinato de Roger Ackroyd", e por mais que tenha sido intrigante, não consegui cair de amores pelo gênero. Talvez volte a tentar com outros.

Sabes que, em minha primeira leitura de Senhor dos Anéis, eu me enrolei muito tempo nas duas torres. O ritmo destoa do restante, na minha opinião, e eu precisei entender o ritmo para realmente apreciar o que estava lendo. Na segunda vez, pude entender melhor, e de fato, a tua escolha me faz sentido quando penso na segunda vez que li.

Quanto aos demais, sou herege e não li Harry Potter à época do lançamento, mas estou remediando isso agora, talvez possa dar uma opinião quando finalizar.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo