• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Livros Favoritos com Fingolfin

Indily

Balrog de Pantufas Fofas
Usuário Premium
E ai que a Melian esquece de postar por ter cabecinha de Lata e eu sou uma amiga gracinha então vim aqui de novo... postar a lista de mais um usuário. Então, segue a lista do meu papaizinho pra vcs curtirem.

Fingolf¡n disse:
Sou um leitor meio novato. Quer dizer, nem tanto, mas só comecei a gostar de ler mesmo depois que um amigo de faculdade me convenceu a ler O Hobbit. Demorei muito a amadurecer meu gosto pela leitura. Se Senhor dos Anéis abriu as portas Harry Potter e Agatha Christie se sucederam. Acho que li relativamente pouco na vida, e tento mudar isso. Mas já li o suficiente pra ter meus favoritos.

O Inimigo de Deus disse:
1 - O Inimigo de Deus - Bernard Cornwell

Já que não posso colocar Cronicas de Artur (3 volumes) como um único livro, sem dúvida nenhuma o Inimigo de Deus(2o da série) é o melhor deles. Lembro até hoje o dia que eu estava lendo. Voltando do meu cursinho pra concurso publico, era uma quarta feira. Fui lendo no metrô e faltavam umas 80 páginas pra acabar quando cheguei em casa. Era dia de Brasil x Uruguai pelas Eliminatórias da Copa de 2006. Eu doido pra ver o jogo mas não conseguia tirar os olhos do livro. A narração das batalhas, a tensão em torno do personagem da Guineverre, a posição de Artur dentro da história do livro, o crescimento de Derfel, é tudo simplesmente perfeito. Foi o livro que me fez me apaixonar por Bernard Cornwell.

O+Inimigo+de+Deus.jpg

Silmarillion disse:
2 - O Silmarillion - J.R.R Tolkien

Único livro na vida que eu já li 2x e estou pronto e com vontade de ler a terceira(na verdade eu li o Hobbit 2x tb só pq gostei tanto do Silma q quis ler de novo). Marcou minha vida como provavelmente o único apelido q eu de fato tive e pegou(LPP tá pegando mas devagar). É a obra prima do Tolkien pra mim e só é uma pena nunca ter sido finalizado por ele. É um livro que mexe comigo profundamente. Fico super triste e angustiado qdo leio da luta entre Fingolfin e Morgoth ou do duelo de canções do poder de Finrod e Sauron... nossa, mexeu comigo só de lembrar.

O_SILMARILLION_1247286042P.jpg


Revolução dos Bichos disse:
3 - A Revolução dos Bichos - George Orwell

Esse livro tem 1 defeito. Ele acaba! É simplesmente angustiante saber que tanta coisa aconteceu na União Soviética até a queda do muro que simplesmente poderia ter sido contada desta forma tão irônica pelo George Orwell. A ironia aliás é a alma desse livro. "Todos os animais são iguais, mas uns são mais iguais que os outros" - Tem como não adorar?

a-revolucao-dos-bichos.jpg


Alta Fidelidade disse:
4 - Alta Fidelidade - Nick Hornby

Tenho q agradecer a Anica por essa. Abriu minhas portas pra Nick Hornby. Na verdade eu nem sei qual livro dele eu prefiro, se é Febre de Bola, Alta Fidelidade ou se é Um Grande Garoto. Acho que Alta Fidelidade ganha no desempate por ter o filme mais foda dos 3 rs. O livro aliás é melhor que o filme. Não tanto melhor, mas maior, e mais coisa boa é melhor que menos coisa boa :). O estilo narrativo do Hornby, cheio de sarcasmo e ironia é simplesmente sensacional. Não tem como não se apaixonar pelos personagens dele, por mais babacas que sejam. Aliás, lendo a Febre de Bola eu achei que os personagens são meio que espelhados no carater dele mesmo.

fidelidade.jpg


O Hobbit disse:
5 - O Hobbit

O Pequeno Principe bateu na trave, mas o Hobbit tem que ganhar essa pelo contexto geral. Em 1999 eu me definia como uma pessoa que odiava ler. A culpa era das minhas professoras de literatura. Eu odiava literatura de colégio e aí eu achei que odiava livros. Dois amigos meus então começaram a babar sobre SdA e eu me interessei, fiquei curioso, mas não achava que eu tinha a menor condição de ler um livro de 2100 páginas (1a versão da Martins Fontes). Eles falaram, não começa por esse não, lê esse aqui primeiro que é pequeno (pra mim 350 páginas já era a Bíblica na época) e eu aceitei o desafio. Como disse lá no 1o parágrafo O Hobbit mudou meu conceito de literatura, foi a porta de entrada pra eu engolir o SdA logo em seguida e pra desencadear a ler, pelo menos naqueles anos de pegar onibus pra faculdade.

O-Hobbit.jpg
 

Snaga

Usuário não-confiável!!!
To com a Revolução dos Bichos na estante pra ler há mais de um ano.
Quanto ao Silma, eu sempre o coloquei em terceiro, depois de SdA e O Hobbit, que são meus favoritos. Mas é um livro fantástico e ainda mais grandioso que estes que citei. Só o coloco em terceiro porque não me emociona tanto quanto os primeiros.

Os outros dois eu nunca li. Mas Cornwel é um autor que sempre quis conhecer.
 

Ana Lovejoy

Administrador
Os outros dois eu nunca li. Mas Cornwel é um autor que sempre quis conhecer.

eu tinha birra do cornwell, sei lá pq. aí eu li as crônicas de artur e me apaixonei, muito foda. quem está curtindo a guerra dos tronos acho que tem tudo para gostar de as crônicas de artur, que puxa para o lado mais "realista" da coisa, digamos assim.
 

Turgon

ワンピース
eu tinha birra do cornwell, sei lá pq. aí eu li as crônicas de artur e me apaixonei, muito foda. quem está curtindo a guerra dos tronos acho que tem tudo para gostar de as crônicas de artur, que puxa para o lado mais "realista" da coisa, digamos assim.
O "realista" é no sentido de possuir menos fantasia? Seres fantasticos e afins?
 

Ana Lovejoy

Administrador
isso. é mais o lado cru das batalhas e da vida na corte. uma coisa que eu achava legal nas cronicas de artur é que tudo que envolvia magia (e a personagem do merlin) deixava no ar a possibilidade de ser magia mesmo ou não, ficava a critério do leitor decidir. muito bacana mesmo.
 

Bel

Moderador
Usuário Premium
E também porque Cornwell pesquisou MUITO antes de escrever os livros.


Gostei da lista do Fingol, só não conheço Alta Fidelidade.
 

Snaga

Usuário não-confiável!!!
eu tinha birra do cornwell, sei lá pq. aí eu li as crônicas de artur e me apaixonei, muito foda. quem está curtindo a guerra dos tronos acho que tem tudo para gostar de as crônicas de artur, que puxa para o lado mais "realista" da coisa, digamos assim.
Guerra dos Tronos é outro que to louco pra ler também.

Minha ex leu O Arqueiro do Cornwell e não gostou nadinha. Daí fiquei meio assim, mas sempre vi todo mundo falando bem dele aqui na Valinor e por isso sempre tive vontade de ler. Um dia lerei!
 
Cornwell é foda demais. Crônicas de Artur e Crônicas Saxônicas masturbavam meu lado pagão de um jeito inimaginável, em compensação, a trilogia do Graal massageava meu ego cristão. Na verdade o que importa mesmo é que a religião, como a política é tratada de forma muito realista (não no sentido de faltar fantasia) mas no sentido de fantasia aqui aparecer como superstição mesmo, mas uma superstição entendida de acordo com o espírito da época. Fora o realismo social e a descrição maravilhosa das batalhas.

Inimigo de Deus é particularmente tenso, um que me influnciou bastante. Odiei Lancelot e o cristianismo pelo que fizeram com a filha de Derfel, com a Dumnonia, com Artur. Depois fui entendendo melhor essa questão mas 2010 foi um ano de Cornwell.
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Primeiramente, muito obrigada por ter mandado a lista, Fingolfin. E, Ly, valeu por ter postado.

Lista honesta, a do Fingolfin. Do tipo que você percebe que a pessoa colocou livros que significam muito para ela. Às vezes a gente nem quer colocar algum Tolkien na lista, e diz "ah! mas todo mundo sabe que eu gosto". Beleza, Tolkien é algo que temos em comum. Foi o que deu "a liga" pra gente estar aqui. Claro que depois vieram outros fatores, mas o pontapé inicial foi o fato de termos ficados encantados pelo mundo criado pelo Professor. Mas, apesar de gostarmos de Tolkien, nem sempre suas obras estão entre as nossas favoritas. E na lista do Fingol, lá estão, duas delas. Eu já disse, mais de uma vez, que O Silmarillion é o meu preferido do Tolkien. E eu gosto do meu nick de tal forma que se as pessoas me chamassem de "Melian", nas ruas, eu atenderia como se elas tivessem falado "Cléo". E isso acontece pelo fato de que Melian significa algo muito forte para mim. E isso eu devo ao grande e eterno Tolkien.

P.S.: Eu sei que idolatria é pecado, Pagz. :tsc:
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$125,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo