• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Livros Favoritos com Elriowiel Aranel

Kainof

Sr. Raposo
Usuário Premium
Está com alguns dias de atraso, mas eis a lista da Aranel que a Melian me passou para postar:
Como o prometido, aqui vai minha lista. Eu disse que ela saía, rs ;) Bom, vou fazer como fiz com a lista de filmes e começar com uma pequena introdução: Embora eu tenha demorado mais para escolher, esta lista foi bem mais fácil de fazer do que a lista de filmes. Apenas 9 competiram por um espacinho aqui [eu ainda não li tantos livros bons e excelentes quanto gostaria de já ter lido]. No final, restaram 7... e destes 7, os 2 que tirei foram por motivo óbvio: todos sabem que sou apaixonada por eles. Eram Senhor dos Anéis [claro] e Harry Potter e o Cálice de Fogo [representado toda a saga]. Mas eu escolhi colocar na lista completa apenas os menos óbvios, tal como fiz com os filmes. Então começando [não necessariamente em ordem de preferência, pois são todos excelentes]:
Frio Como Pedra
28939_453.jpg
Um dos poucos livros que fui obrigada a ler pela escola que realmente era bom. Além do ótimo suspense, este livro entrou na minha lista por um outro motivo: foi através dele que pude ter a noção de como é a vida de alguém que vive nas ruas. É o tipo de coisa que a maioria das pessoas não faz idéia e a muitas nem se importam, não se preocupam... e é justamente disso que este livro trata: como o fato destas pessoas muitas vezes passarem despercebidas por nós pode fazer com que ninguém se importe com o que acontece com elas. Não posso fornecer muitos outros detalhes e comentários porque o li aos 14 anos e a minha prima me fez o favor de 'roubá-lo' :disgusti:, então nunca mais pude reler. Talvez um dia, quando comprar outro exemplar...
O Morro dos Ventos Uivantes
attachment.php
Continuando na vibe das tragédias - e eu AMO tragédias... Neste livro terei que fazer várias ressalvas. Primeiro, fiz questão de colocar esta capa, porque é a capa da edição envelhecida, amarelada e em capa dura que a minha mãe tem e que eu peguei para ler pela primeira vez quando estava no cursinho. E eu me recuso a deixar a capa nova entrar na minha lista com aquela menção horrenda a Twilight :roll: O que me leva à Segunda ressalva: pelo amor de Eru :pray:, se ainda não leu esse livro FANTÁSTICO não se deixe levar pela triste capa atual que está nas livrarias!!! Ignore e leia esse livro!!! Se preferir, procure uma edição mais antiga num sebo... Não irá se arrepender... Terceiro: não caia na tentação de ver o filme antes de ler. Os atores são ótimos, mas deixa MUITO a desejar em relação ao livro... Heathcliff é o típico personagem que me encanta. De alguma forma, a sua revolta e desejo de vingança me são compreensíveis, embora suas atitudes não sejam de forma alguma justificáveis... Mas, no final das contas, todos temos algo de Heathcliff e Cathy, em maior ou menor intensidade. Apesar da intensa história de amor, não espere encontrar um cenário "cor-de-rosa" e nem mesmo mocinhos e vilões claramente definidos. São todos personagens extremamente humanos, levados aos seus limites de formas que podem ser até mesmo assustadoras. E dá pena do pobre homem que chega desavisado à fazenda do Morro dos Ventos Uivantes, encontra o caos e que só consegue entender o que se passa graças à paciência da boa senhora Ellen Dean, que narra todos os acontecimentos. Confesso que não me recordo tão bem da trama toda e muito menos do final... Preciso reler urgentemente.
Orgulho e Preconceito
orgulho-e-preconceito-poster011.jpg
Continuando nos romances históricos... Este eu assisti primeiro ao filme e depois li o livro, mas não me arrependi. [A propósito, a capa do livro é essa mesma, igual ao pôster]. Keira e Mathew estão simplesmente perfeitos como Elizabeth e Mister Darcy. Ao contrário do anterior - mesmo tendo personagens igualmente humanos e orgulhosos - este é um clássico inglês bem mais leve. Igualmente retrata a sociedade rural inglesa da época com precisão, a soberba das classes sociais mais elevadas... há tragédias no meio do caminho... mas, no fim das contas, é um romance delicioso. Cheio de intrigas, mesquinharias, mal entendidos, uma certa tolice ingênua e até mesmo momentos cômicos... tem uma linguagem densa, que pode ser complicada para quem não está acostumado com o estilo. O nome do livro não poderia ser mais apropriado e no fim, demonstra perfeitamente como esses dois "valores" são tolos e só atrapalham a vida de pessoas de bem... Sob vários aspectos, pode ser considerado uma lição de vida. É atemporal.
A Última Guerreira
214592_4.jpg
Vou quebrar um pouco a linha do tempo e voltar à Grécia Antiga. Um excelente romance que conta a história das últimas Amazonas e suas batalhas contra os Atenienses. Foi um daqueles livros enormes [406 páginas] que dei a mega sorte de encontrar por R$ 10 na Americanas há alguns anos. Para explicar porque resolvi comprá-lo sem pestanejar, mesmo estando lacrado e nunca tendo ouvido falar dele, tenho que citar um outro livro que ficou fora dessa lista. Minha paixão por Grécia Antiga e toda sua mitologia se iniciou quando a escola nos mandou ler um livro chamado "Viagem ao Reino das Sombras". É um livro muito simplório, praticamente infantil, que conta a história de Eros e Psiquê. Mas, independente da linguagem pobre, eu me encantei pela história e passei a procurar todas as outras histórias mitológicas da Grécia. Então, ao ver um livro sobre Amazonas, eu não tive motivos para duvidar de que gostaria. Esse livro pode ser um pouco confuso, porque ele trata - se não me engano - três períodos diferentes na vida dos mesmos personagens ao mesmo tempo e a troca de lugar na linha temporal ocorre sem aviso. Não é um livro linear. Eu gosto muito desse tipo de narrativa quebrada, pois ajuda a aumentar o suspense e a ansiedade. É o tipo de livro que nos faz desejar que o mito fosse verdade em algum período da história humana - assim como SdA. Há muita adrenalina ao acompanhar Amazonas e Atenienses em suas batalhas, festas e dilemas pessoais, até um desfecho surpreendente. Na época em que li, lembro de ter ficado bastante obcecada :lol:
A Exceção
6616048g1.jpg
A exceção de Christian Jungersen é um thriller sobre cinco profissionais que convivem num escritório e se torturam em intrigas, mentiras e jogos de interesses até tudo culminar em morte. Com referências as textos clássicos sobre a maldade e a obediência, o autor visita com maestria o terrorismo psicológico no ambiente de trabalho e mostra que, pressionadas, a maioria a maioria das pessoas não resiste a prejudicar os outros - a exceção à regra não é aquele que compactua com a crueldade, mas quem se opõe a isso. Este livro mostra bem como coisas que podem parecer pequenas - como mesquinharias - podem se tornar gigantes fantasmas psicológicos que levam as pessoas a fazerem coisas que em sã consciência jamais fariam e como podem até mesmo destruir a vida de alguém! Além disso, o livro trás interessantes e pertinentes textos sobre a psicologia do mal e a forma como isso é incrivelmente e assustadoramente amplificado em situações extremas, especialmente de guerra. Outra coisa que me agradou foi o final "à lá Dom Casmurro", que nos deixa com a pulga atrás da orelha.
Perdão, a Aranel mandou as descrições com parágrafos, mas alguma coisa no meu computador aqui fez o favor de condensar tudo. Em casa eu edito pra deixar mais bonito. Mas precisava postar a lista agora ou a Melian me trucidaria.
 
Bela lista, mas o que quero mesmo ler é Orgulho e preconceito, que eu TENHO MAS AINDA NÃO LI, e preciso ler o mais rápido possível.
 

Bel

Moderador
Usuário Premium
E eu me recuso a deixar a capa nova entrar na minha lista com aquela menção horrenda a Twilight
Lançaram 2 ou 3 livros da Jane Austen com menção a Twilight na capa :ahhh:
 

Maria Pretinha

Usuário
Lançaram 2 ou 3 livros da Jane Austen com menção a Twilight na capa :ahhh:

Fico dividida entre pensar ser uma coisa positiva que Twilight possa ser uma ponte para literatura de qualidade e entre morrer de raiva ao ver um livro que gosto muito (não amo) sendo diminuído à condição de livro preferido da Bella.

Da lista só li O morro e Orgulho e Preconceito. Orgulho é um dos meus livros favoritos da Jane, texto delicioso.
 
Fico dividida entre pensar ser uma coisa positiva que Twilight possa ser uma ponte para literatura de qualidade e entre morrer de raiva ao ver um livro que gosto muito (não amo) sendo diminuído à condição de livro preferido da Bella.

Da lista só li O morro e Orgulho e Preconceito. Orgulho é um dos meus livros favoritos da Jane, texto delicioso.

Uma vez eu fiz uma pesquisa sobre isso nos fóruns de Twilight e o resultado foi desanimador!!!

Eu costumo dizer que o único mérito da Meyer é o de incentivar essas meninas a ler livros que realmente são bons e valem a pena... mas, como elas só estão acostumadas a ler coisas de baixa qualidade, que já vem mastigada... uma escrita mais simplória do que os livros paradidáticos que a minha escola mandava a gente ler com 10 anos.... elas simplesmente não conseguem ler Jane Austen, Shakespeare e Emily Brontë.

Elas dizem que são livros chatos, ruins de ler... não conseguem interpretar o texto... enfim... são textos avançados demais pra quem lê Crepúsculo, Fallen, Sussurro, Firelight e adjacências...

É a mesma reação que eu tive ao ser obrigada a ler, de repente, O Guarani, pela mesma escola e professora que todo bimestre nos mandava ler coisas como "O Menino Narigudo", "Um Leão em Família" e "Quem Tem Medo Fica de Fora".
É preciso que haja uma ponte - a meu ver - um texto que tenha dificuldade intermediária para preparar quem não tá acostumado a pegar leituras mais "densas" no futuro.
A maioria dos livros de fantasia bons são capazes de fazer essa ponte bem. Mas elas só querem saber de ler romance água com açúcar... é triste, isso!

Aliás, das poucas que conseguiram ler O Morro, vi muitas comentarem que não vale a pena porque "não tem final feliz" :blah: Acho que não entenderam nem a metade da história...
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Da lista só conheço e li apenas uma única vez há mais de 15 anos o Morro dos ventos uivantes, mas com capa antiga até porque quem o comprou foi minha mãe.

Mas já anotei, salvei e achei interessante a resenha a respeito dos demais dos quais já tinha ouvido falar de "Orgulho e Preconceito".

Aliás, das poucas que conseguiram ler O Morro, vi muitas comentarem que não vale a pena porque "não tem final feliz" :blah: Acho que não entenderam nem a metade da história...

Pra mim pelo menos não tem essa que livro que vale a pena só se tiver final feliz, não a toa que eu indiquei na minha lista o romance "O último lado da meia noite" que também não tem final feliz, mas valeu a pena por ter sido uma história bastante envolvente até o desfecho final.
 
A gente vive nessa época né, de viver despreocupadamente, sem ser bom nem mau, só medíocre, fraco. Gostamos de conforto, comodismo, então fica normal procurar apenas livros 'felizes'. O que o povo não entende, principalmente essa geração, é que só se cresce, só evoluímos quando aprendemos a apreciar o que a vida tem de detestável, sujo, pérfido. Viver é isso. E isso se reflete na literatura também: quantas leituras quase me faziam vomitar por causa das desgraças, das tragédias, me arrancavam lágrimas, mas não desistia não porque sabia que eu TINHA que passar por aquilo. Se não, só estaria sendo covarde.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$125,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo