• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Filmes Favoritos Com Gabrielzinho

Vëon

Do you know what time it is?
Cinco Filmes Favoritos Com Gabrielzinho

Gabrielzinho disse:
Taí a lista... acho maldade isso de só poder falar de cinco, tive que tirar um monte da lista maior... mas acho que com esses dá pra se ter uma ideia em geral do que eu gosto em cinema, já que tem um pouquinho de tudo:

O Sacrifício (Offret, 1986) - Andrei Tarkovsky

attachment.php


Dizem que a primeira impressão é a que fica. Quando assisti a esse filme, que foi o primeiro que vi do diretor, não sabia muito bem o que esperar, mas, levado por essas indicações que se encontra na internet, do tipo: "Tarkovsky está entre um dos melhores diretores da história etc etc" resolvi ir atrás de um filme dele... e esse que escolhi me causou uma impressão tão forte que, mesmo depois de ter visto todos os outros longas do mestre russo, e mesmo todos sendo excelentes, esse ainda está no meu primeiro lugar do diretor, tanto por ter me apresentado aos filmes dele, tanto pelo filme ser tão emocionante, tão simbólico, por deixar algo ali gravado em você por tanto tempo.


Cidade dos Sonhos (Mulholland Dr., 2001) - David Lynch

attachment.php


Esse todo mundo já deve estar cansado de saber que é um dos meus favoritos por tanto que já indiquei ele por aqui, hehe. O modo como o conheci foi algo parecido com o do filme acima - na época também não tinha visto nenhum filme do diretor, mas sabia, de ouvir falar, de seu estilo onírico e fiquei interessado. Aí fui procurar um dele pra ver: fui no site do Roger Ebert, vi que ele tinha posto o filme na sua lista de great movies e fui por esse, então
aiwebs_017.gif

E eu não sei muito, ou melhor, quase nada, de aspectos técnicos de cinema. Mas é inegável que o Lynch de algum jeito sabe conduzir a câmera de uma maneira diferente, não sei como, que cria toda uma tensão nos seus filmes e deixa vc vidrado ali, sem querer desgrudar os olhos da tela - e acho que foi isso o que me chamou primeiro a atenção: há sempre uns closes nos rostos dos personagens, toda um trabalho com os atores, uma expressividade, aliada à trilha sonora, que cria uma atmosfera ao mesmo tempo opressora e envolvente... e se tudo o que segue parece, à primeira vista, estranho, meio que não importa, porque a viagem é garantida
icon_smile.gif


A Árvore da Vida (The Tree of Life, 2011) - Terrence Malick

attachment.php


Ouvi falar primeiro de Terrence Malick com a estréia de A Árvore da Vida e, é claro, acabei ouvindo falar também de como os filmes dele, em especial esse, eram "difíceis", "pretensiosos", "sem sentido" etc. Mas também sempre lia comentários que os filmes do diretor eram muito belos. Então resolvi assistir à sua filmografia desde o início, em ordem cronológica. E foi bom, porque assim eu fui aos poucos me acostumando à leve e simbólica atmosfera de seus filmes. E aqui parece que todos os indícios de dessas características do diretor chegam ao seu ápice. E é o que me fez gostar tanto do filme, essa forma dele de contar uma história em que parece que a história menos importa do que o modo como ela é mostrada. Enfim, a música, que permeia praticamente todo o filme assim como quase tudo é mostrado por imagens simbólicas ao invés de simplesmente dizer o que está acontecendo, tudo isso parece mover o filme pra frente, meio que num fluxo, o que faz também que o filme realmente, como sempre ouvi dizerem, exija muito do telespectador. Mas, ah, quando se está no ânimo certo para o filme, a sessão te deixa solto solto, assim livre pra enfrentar tudo, tudo mesmo
icon_smile.gif


Sangue Negro (There Will Be Blood, 2007) - Paul Thomas Anderson

attachment.php


Uma coisa que gosto muito em filmes, e que mencionei um pouquinho nos dois acima, é como às vezes se consegue usar imagem e música para que os dois juntos deixem uma impressão muito mais forte envolvente do seria se estivessem separados... Gosto muito desse bastante por causa disso: porque tem uma fotografia tão deslumbrante e uma composição musical tão, sei lá, tão marcante, e que lembra muito música erudita contemporânea, que amo muito, que, mais do que a história e a atuação em si - que são perfeitas - o que fez esse filme entrar pra minha listinha dos favoritos é a experiência sensorial que ele ativa na gente - é diferente de tudo que eu tinha visto antes, é tenso mas de um jeito bom, se é que dá pra entender... acho que essa explicação ficou a mais vazia, mas é que acho que assistindo ao filme que se tem uma ideia da perfeição dele =P


Chinatown (Idem, 1974) - Roman Polanski

attachment.php


E agora, last but not least... Um dos que não canso de ver! Não sei o que me é mais atraente nesse filme: a fotografia, as atuações, a trilha sonora (que, diga-se de passagem, que PERFEIÇÃO de trilha
biggrinlove.gif
) ou o clima noir... o fato é que, de alguma forma esse filme me envolve sempre e é muito especial para mim
icon_biggrin.gif
 

Anexos

Última edição:

Vëon

Do you know what time it is?
Único que não assisti foi O Sacrifício, mas sobre Tarkovski não tem nem o que comentar. Em relação aos outros filmes, gosto tanto que qualquer um poderia figurar entre os meus cinco favoritos.
 
  • Amei
Reactions: G.

Quickbeam

Rock & Roll
Lista maravilhosa, não?

Também só não assisti ainda O Sacrifício (aliás, faltam-me os 3 últimos filmes do Tarkovsky para fechar a filmografia completa).
 
  • Amei
Reactions: G.

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Nossa, não assisti nenhum deles. Mas sempre aqui no fórum alguém fala do Cidade dos Sonhos, já iria assistir ele mesmo. Vou anotar os outros quatro.
 
  • Amei
Reactions: G.

Pips

Old School.
Quando tem Irreversível e Cidade dos Sonhos nas listas penso "punheteiro". :lol:

Enfim, a lista é muito digna e eu adoro O Sacrifício. Obra-prima do Tarkoviski junto com deixa eu ver, bom, quase a filmografia dele inteira. Ele só perde pro Bergman, que mesmo fazendo isso http://www.youtube.com/watch?v=fPwCCGogdBE ainda é genial =)
 
  • Haha
Reactions: G.

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo