• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Filmes Favoritos Com Bilbo Bolseiro

Vëon

Do you know what time it is?
80's Rules!

Bilbo Bolseiro disse:
Não tentei fazer uma lista de filmes que considero indispensáveis ou algo semelhante. Apenas tentei colocar filmes que gosto muito e que posso assistir incontáveis vezes e nunca enjoar. A única preocupação que tive foi de tentar colocar filmes de estilos variados, apesar de depois reparar que ficou faltando um romance, mas tudo bem.
Conan, o Bárbaro (Conan the Barbarian, 1982) - John Milius



Este filme me cativou desde a primeira vez que o assisti, provavelmente há uns 25 anos atrás, e isso ainda não mudou. Aliás, acho que nem vai mudar, provavelmente ele vai continuar sendo um de meus filmes favoritos até o fim da minha vida. O que me fascina nele é como a época do filme foi retratada, conseguiram passar fielmente a sensação de uma era ao mesmo tempo mágica, fantasiosa, e brutal, assustadora. A saga de Conan, vendido como escravo depois de sua tribo ter sido massacrada pelo cruel Thulsa Doom, é algo emocionante, até o seu clímax. Não sei quanto aos outros fãs do personagem e de seu autor, Robert E. Howard, mas pra mim a adaptação foi perfeita, muito bem feita. E ainda tem a trilha sonora. Pra mim é um trabalho maravilhoso, as músicas se encaixam totalmente às cenas, cumprindo com perfeição a função de realçar, enaltecer as emoções. Eu até costumo brincar dizendo que parece que primeiro fizeram as músicas, e depois o filme pra combinar com elas. Pra mim este filme é tão bom que até a atuação sofrível do Arnold Schwarzenegger não o compromete, ele consegue dar conta de uma maneira aceitável.
O Tigre e o Dragão (Wo hu cang long, 2000) - Ang Lee



Como fã de filmes asiáticos de luta, principalmente chineses, este filme teria que constar da minha lista. Sei que é um filme bem mainstream, e que existem outros menos conhecidos, mais undergrounds, e bem melhores, como o O Filho Pródigo, mas resolvi escolher este porque é um filme marcante. Ao tentar escapar do destino que lhe é imposto, de se casar e ser uma esposa comportada, a mimada Jen Yu acaba desencadeando uma série de eventos que em determinado momento já não tem mais volta. E também cria para o experiente guerreiro Li Mu Bai uma situação conflitante: ao mesmo tempo em que quer se aposentar da vida de espadachim e finalmente se entregar ao amor que sente por sua companheira Shu Lien ele também se sente tentado a treinar e disciplinar a jovem rebelde. Além da belíssima fotografia um dos atrativos do filme é a atuação da então quase desconhecida Zhang Ziyi, que consegue alternar momentos de ternura e doçura com outros de pura fúria destruidora. Sei que pra maioria das pessoas que não estão familiarizadas com esse tipo de filme as cenas dos personagens voando podem parecer ridículas, mas pra mim é algo que vem enriquecer ainda mais o filme, dando um ar de poesia.
Police Story - A Guerra das Drogas (Ging chat goo si, 1985) - Jackie Chan



Escolher um filme de Jackie Chan (na minha opinão o melhor ator, e também diretor, de filmes de ação de todos os tempos) é outra tarefa difícil, já que ele fez muitos filmes ótimos. Mas optei por este por ser de sua série mais famosa, e como é o primeiro serve como introdução para conhecer os seguintes. Jackie interpreta um policial da força de Hong Kong, que está numa cruzada para conseguir prender e condenar um grande traficante de drogas. Nesta empreitada ele enfrenta inúmeros obstáculos, desde testemunhas relutantes em colaborar até policiais corruptos infiltrados em sua corporação. Desde que comecei a assistir filmes asiáticos de ação me surpreendi com a entrega do elenco ao fazerem as cenas, algo muito mais intenso do que estamos acostumados a ver nos filmes ocidentais. E com Jackie Chan isso chega a patamares impressionantes, pois ele realmente não tem medo de tentar as cenas mais ousadas e perigosas, para que os espectadores tenham o melhor, sem se preocupar se vai se machucar ao realizá-las. Isso é algo merecedor de muito respeito, no mínimo. Dentre as várias cenas impressionantes no filme pode-se citar a da perseguição de carros através da favela, no início.
A Encruzilhada (Crossroads, 1986) - Walter Hill



Não poderia deixar de citar um filme musical, em que a música tem importância na trama. E dentre vários que pensei, me lembrei deste. Na estória um jovem estudante de música, interpretado por Ralph Macchio, se divide entre a música erudita, que é seu motivo de estudo, e o blues, sua paixão incontida. Quando ele fica sabendo que em um asilo de sua cidade vive um velho gaitista, que foi companheiro do famoso guitarrista Robert Johnson, decide tentar fazer amizade com ele, na tentiva de que ele lhe entregue a 30ª composição de Johnson, uma lenda difundida entre os amantes do blues. O velho homem, ao perceber a obsessão do jovem pela música, resolve tirar proveito disso persuadindo-o a ajudá-lo a fugir do asilo, pois ele quer voltar ao Mississippi, para tentar desmanchar o trato que fez com o Diabo muitos anos atrás. São vários os momentos memoráveis, mas com certeza o maior é o do duelo entre os guitarristas no final, o do pesonagem de Ralph Macchio representando seu companheiro idoso, contra o guitarrista do Diabo, intepretado por ninguém menos que Steve Vai.
A Primeira Transa de Jonathan (Mischief, 1985) - Mel Damski



Sim, eu sei que o "brilhante" título nacional que escolheram pro filme assusta, mas não se deixem levar por ele, pois o filme é muito bom, na minha opinião, não se trata de apenas mais uma estória de um adolescente louco para transar pela primeira vez. O filme se inicia com o personagem do título, Jonathan, às voltas com seu último ano no segundo grau, tentando fazer algo diferente, principalmente em relação à uma garota pela qual ele é apaixonado. Mas como ele é muito tímido e inexperiente não consegue nada além de dar vexame. Esse quadro começa a se alterar quando se muda para a casa ao lado da sua um jovem rebelde vindo de uma cidade grande, que logo simpatiza com Jonathan e resolve ajudá-lo a ser mais bem sucedido em suas investidas na vida amorosa. E dessa ajuda nasce uma grande amizade entre os dois, uma das coisas mais bonitas do filme. Pela trama do filme se desenrolar na década de 50 as situações se tornam ainda mais difíceis, e também engraçadas, o que faz o filme ser ainda mais divertido. E o filme também tem uma ótima trilha sonora, com músicas de artistas famosos da época, como Elvis Presley, Fats Domino e outros.
 

Anexos

Vëon

Do you know what time it is?
Conan e O Tigre e o Dragão são filmes que eu sempre paro pra assistir se tiver passando na tv.

Police Story acho que nunca assisti, mas eu gosto muito dos filmes do Jackie Chan dessa época, principalmente Operação Condor - Um Kickboxer Muito Louco, só de lembrar do filme já me deu vontade de assistir de novo.
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
Operação Condor é muito bom mesmo, tem cenas memoráveis. E o Jackie quase que morre fazendo o filme, ele errou um salto ao fazer uma cena, bateu a cabeça e ficou em coma por vários dias. Depois que despertou foi lá e terminou o filme, tranquilamente. Como não ser fã de um cara assim? hehe
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
A lista geral tá ficando bem eclética, hein? Juntando os 15 filmes.
Muito bom isso.
Parabéns ao Veon.

Pra mim são 3 filmes para assistir. Praticamente 4 já que Conan eu lembro muito vagamente.
Tenho que ver mais coisas do Jacki Chan. Só conheço os hollywoodianos.
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
Os filmes com produção americana que ele fez só podem ser considerados "fracos" se comparados com os que ele fez na sua fase chinesa. Mesmo assim ainda são filmes de ação muito bons, com ótimas sequências. Mas realmente o melhor da filmografia dele são os filmes chineses, a maioria da década de 80.
 

Fëanor

Fnord
Usuário Premium
Eu prefiro bem mais os filmes antigos do Jackie Chan. Police Story talvez seja o melhor deles. :yep:

O Tigre e o Dragão preciso nem falar, sou fã mesmo. Pode ser mainstream, mas não muda o fato de que é extremamente belo.
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
É, nessa época ele ainda tinha aquela necessidade de se firmar, de "mostrar serviço", e por isso os filmes são tão bons.
E o A Encruzilhada, você já viu? É muito bom, a parte do duelo no final é de arrepiar.
 

Snaga

Usuário não-confiável!!!
Já assisti Conan, O Tigre e o Dragão e Police Story.

De Conan, apesar de já ter assistido várias vezes na Sessão da Tarde, lembro muito pouco, mas sei que era um filme que gostava de assistir.

O Tigre e o Dragão (junto com o Clã das Adagas Voadoras) é o tipo de filme que é bonito, lindo mesmo, com arte e técnica impecáveis, mas eu nunca conseguir entender a história de maneira completa. Até porque os atores são todos iguais e eu nunca sei quem é quem.

Agora Police Story é o típico filme do Jack Chan: comédia e ação de um jeito que só ele sabe fazer. Muito bom também!



Ah, uma dúvida, é o Daniel San naquele Crossroads? o_O
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
(...)O Tigre e o Dragão (junto com o Clã das Adagas Voadoras) é o tipo de filme que é bonito, lindo mesmo, com arte e técnica impecáveis, mas eu nunca conseguir entender a história de maneira completa. Até porque os atores são todos iguais e eu nunca sei quem é quem.(...)
:lol:
Eu incluiria nessa lista de filmes com visual belíssimo o Herói, com o Jet Li. O visual do filme é estupendo, em vários momemtos tem-se a impressão de estarmos vendo pinturas ganharem vida.

Agora Police Story é o típico filme do Jack Chan: comédia e ação de um jeito que só ele sabe fazer. Muito bom também!
Sim, ele é genial ao fazer essa mistura de ação com humor. Nesse Police Story tem uma sequência memorável, dele sozinho de plantão na delegacia, tendo que atender vários telefones ao mesmo tempo, e acaba confundindo as ligações, é hilário :lol:


Ah, uma dúvida, é o Daniel San naquele Crossroads? o_O
Sim, é ele mesmo, no que provavelmente é o melhor papel da carreira dele, hehe
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
:rofl:
Eu posso dizer o mesmo que disse sobre o Schwarzenegger no filme do Conan: o A Encruzilhada é um filme tão legal que nem a falta de talento do Macchio consegue estragar, hehe
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
3 clássicos na lista, muito bom!

Já que ninguém até agora neste tópico não comentou, agora vai um que viveu plenamente os anos 80 como eu.

Achei legal o Bilbo listar "A primeira transa de Johnantan", filme que conheço muito bem e que muitos da geração mais atual sequer ouviram falar.

Quem vê pelo título pensaria que é um filme típico da série "American Pie" ou "Porkys" da vida, mas embora de fato tenha algumas cenas picantes que remetem ao título do filme, ele retrata bem sem apelar pra humor escrachante (usados nestas duas séries que mencionei anteriormente) como é a juventude dos anos 50. Bem cara de filme de Sessão Matinê ou Sessão da Tarde como prefirirem.
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
Então, você sendo da mesma geração que eu com certeza tem o mesmo sentimento nostálgico em relação a este filme, hehe. Eu me lembro quando a Globo o anunciou, naquelas chamadas que eles fazem no começo do ano, com os filmes novos que pretendem exibir. Isso foi há muito tempo atrás, aproximadamente um quarto de século, hehe
E eu concordo totalmente com você quanto ao filme não se tratar apenas de mais um filme adolescente abestalhado sobre sexo. Claro, tem algumas cenas picantes e ousadas aqui e ali, mas é até inevitável, pelo teor da trama. E são sempre de bom gosto, sensíveis e engraçadas.
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
Tudo bem, pelo menos lembra da melhor parte, hehe
Uma outra parte que é legal é no começo do filme, quando o personagem do Macchio tá se apresentando na aula de violão clássico. Ele tá tocando uma peça de Mozart, e no finalzinho faz um slide de blues. O professor dele olha com aquela cara de bravo, e depois fala pra ele que Mozart merece ser tocado com mais respeito :lol:
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Pior que não.
Assim que vi, pensei em "Sem Licença para Dirigir"
Então é um filme bem cara de Sessão da Tarde, bem legal e agradável pra ser curtido nessa faixa de horário.

Logicamente quando menciono isso não estou de fazendo de maneira pejorativa. Até pelo contrário...

E como o Bilbo mencionou a trilha sonora eles mandaram muito bem, com músicas que representavam tudo o que tinha de bom e de melhor dos anos 50.
 
Última edição:

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
Pior que não.
Assim que vi, pensei em "Sem Licença para Dirigir"
Esse também é outro muito bom, a estória é muito engraçada.

Então é um filme bem cara de Sessão da Tarde, bem legal e agradável pra ser curtido nessa faixa de horário.

Logicamente quando menciono isso não estou de fazendo de maneira pejorativa. Até pelo contrário...

E como o Bilbo mencionou a trilha sonora eles mandaram muito bem, com músicas que representavam tudo o que tinha de bom e de melhor dos anos 50.
Claro, nem sempre essa expressão "filme sessão da tarde" quer dizer que o filme é ruim, superficial, sem conteúdo. Tem muitos filmes que podem ser classificados assim que são muito bons, como o Curtindo a vida adoidado, só pra citar o que talvez seja o maior exemplo de todos.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Claro, nem sempre essa expressão "filme sessão da tarde" quer dizer que o filme é ruim, superficial, sem conteúdo. Tem muitos filmes que podem ser classificados assim que são muito bons, como o Curtindo a vida adoidado, só pra citar o que talvez seja o maior exemplo de todos.
Com certeza
E é um tipo de filme bacana que hoje até faz falta na "Sessão da Tarde" dos tempos atuais. Já foi o tempo que se poderia sintonizar os 5 dias úteis da semana nesse horário e teríamos a garantia de ver 5 bons filmes, pelo menos 5 filmes que podemos considerar no mínimo de razoáveis pra bom.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo